MENU
8 Fev

TALLINN- ESTÓNIA, REGRESSO AO TEMPO MEDIEVAL

 

Tallinn – Estónia, regresso ao tempo Medieval

Texto & Fotos de António Ribeiro

 

Visitei a capital deste país báltico em 2016; cheguei aqui vindo de Riga numa viagem de bus pela companhia Lux Express, a viagem apesar de algo longa, pois foram cerca de 4,5h, mas acho que vale a pena pois é muito confortável e temos entretenimento com tablets nos assentos do bus (tal como nos aviões), os preços ficam entre 11€ a 20€.

 

Vista de Tallinn

 

A estação de bus de Tallinn, fica a pouco mais de 1 km do centro antigo, centro este que está dentro das muralhas, gostei deste pormenor da cidade que pareciam duas, uma com a parte mais moderna e nova, com edifícios em vidros e vanguardistas, estradas largas etc; enquanto no centro histórico parecia uma cidade medieval parada no tempo, com a calçada de pedras irregulares e pequenas ruas.

Fiquei num Hostel que desde já recomendo “16eur Old town Munkenhof”, com cama em dormitório por 9€ ou quarto duplo por 22€, recomendo esta parte mais antiga da cidade para se alojarem.

 

Área mais moderna fora da zona histórica, Tallinn

 

O centro desta bela cidade medieval parece que nos faz andar para trás no tempo, começando logo numa das principais portas da sua muralha, a porta ” Viru”, com duas belas torre redondas, construída no século XIV; dentro da cidade temos mesmo muita coisa para ver. desde as sua muralhas em que podemos subir e ver a outra parte da cidade a partir desta parte medieval, uma delas é logo junto da porta Viru, desde a torre “Hellermann” , também do século XIV, com três andares, tendo depois cerca de 200 metros de muralha medieval que nos faz recuar no tempo, o bilhete custa 4€, sendo gratuito com o cartão Tallinn (no site de turismo que tenho nas dicas podem consultar).

 

Zona medieval de Tallinn

 

Praça do município de Tallinn

 

Praça do município de Tallinn

 

O mosteiro Dominicano e os seus claustros datam do século XIII, junto do mosteiro que outrora pertenceu a este, temos a igreja de S. Catarina, aqui por vezes há exposições e teatros, a entrada custa 2€; aqui próximo também temos uma das ruas mais emblemáticas da cidade “Karariina Käik” (passagem de S. Catarina), uma pequena rua com várias lojas de artesanato, tais como chapéus, vidro, cerâmica, etc, podendo até ver a produção dos mesmos, outra particularidade que achei interessante, é termos várias “passagens” com telhas, próximos dos telhados que vão das casas de um lado para as do outro.

 

Igreja (museu) S. Nicolau, Tallinn

 

O museu da cidade de Tallinn, onde podemos ver aqui a história da cidade, desde o tempo medieval até aos dias mais atuais, os bilhetes custam 6€, gratuito com o cartão Tallinn; bastante próximo do museu, na rua “Vene”,  temos a igreja ortodoxa de S. Nicolau, uma igreja neoclássica, construída entre 1820 e 1827, com duas torres com sinos e uma bela cúpula em cobre; podemos visitar a igreja gratuitamente.

 

Pormenor das pontes da passagem de S. Catarina

 

Pormenor da calçada numa das ruas da zona medieval

 

A casa das cabeças negras que apesar de não ser tão exuberante como a de Riga é de beleza considerável, é dos complexos mais antigos da cidade, datando do século XIV, aqui temos várias salas onde decorrem vários tipos de eventos, a entrada custa 3€, sendo gratuito se tivermos o cartão Tallinn.

Próximos daqui temos um punhado de museus, tais como o de história da Estónia – great guild hall (bilhetes a 8€); o museu de história natural (bilhetes 10€); museu do design e arte (bilhetes 6€), entre outros que podemos descobrir.

A igreja de S. Olavo  (já num dos extremos da parte medieval), é uma igreja reconhecível pelo seu topo bastante pontiagudo num tom esverdeado, é a maior estrutura medieval da cidade, podemos visitar gratuitamente esta igreja que segundo as lendas locais é do século XII.

 

Torre da igreja de S. Olavo, Tallinn

 

Igreja S. Olavo, Tallinn

 

Igreja Ortodoxa S. Nicolau, Tallinn

No fim desta parte medieval junto a outra das portas de entrada, a “great beach gate” (que tal como o resto das muralhas data do século XIV), temos dentro desta torre, o museu marítimo os bilhetes para visitar este museu são de 12€ e grátis com o cartão de Tallinn.

Já fora das muralhas, num pequeno parque temos um monumento de homenagem aos que morreram no naufrágio de um ferry em 1994 que ia para Estocolmo, “The broken line”.

 

Igreja S. João, Tallinn

 

Memorial Russalka

 

O museu da prisão da KGB (próximo da igreja de S. Olavo), era a antiga sede do KGB na Estónia, onde em 1941 foram instaladas aqui as celas de interrogatório, podemos visitar por 5€ de entrada, ou grátis com o cartão Tallinn.

No “Toompark”, que é o maior parque da zona do bastião, com o belo lago “Snelli”, podemos aqui relaxar um pouco, seguindo depois para a praça das torres, onde temos várias torres redondas incorporadas  nas muralhas (podemos subir a algumas delas pois são privadas, cobrando apenas “doações”), as muralhas de Tallinn têm cerca de 2km de extensão, sendo das muralhas medievais mais bem preservadas da Europa.

 

Lago no parque Kadriorg, Tallinn

 

Caso vos apeteça um lanche depois desta caminhada, podemos aqui nesta zona, sair da zona medieval e em frente a cerca de 800 metros passando pela torre “Plate”, temos um mercado onde podemos comprar alguns produtos locais.

 

Porta Viru e pequeno mercado de flores, Tallinn

 

Novamente dentro da fortificação medieval, temos a catedral da virgem S. Maria, fundada em 1233, embora já tenha sido reconstruída algumas vezes, podemos subir à sua torre com cerca de 69 metros de altura tendo uma bela vista sobre a cidade, para visitar a entrada é de 5€ ou grátis tendo o cartão da cidade.

 

Muralha junto á torre Hellermann, Tallinn

 

Interior de uma das torres da muralha de Tallinn

 

A catedral de Alexander Nevsky, que também fica aqui perto, é talvez o monumento mais emblemático desta cidade (apesar de toda a zona medieval ser fantástica, pela sua envolvência), é uma catedral deslumbrante num estado de conservação imaculado; esta catedral ortodoxa, que é a mais importante do País (fica no topo da colina “Toompea”), tem as cúpulas negras e foi construída em 1900; podemos visitar gratuitamente e deliciar nos com este belo monumento, quer no seu interior quer no seu exterior desta bela e imponente Catedral.

 

Catedral Alexander Nevsky

 

Catedral Alexander Nevsky, Tallinn

 

Câmara municipal de Tallin

 

O castelo de Toompea que tal como a catedral também fica nesta colina, é do século IX mas já foi remodelado várias vezes sendo a última no século XIV, é actualmente a casa do parlamento da Estónia,  “Riigikogu”; podemos entrar gratuitamente mais informações no site oficial, destaque para a sua enorme torre redonda “Pikki Herman”, com cerca de 45 metros de altura (num total de 95 em relação à altura do mar), ficando no seu topo a bandeira da Estónia.

 

Torre Pikki Hermann do castelo Toompea, Tallinn

 

Torre Neitsitorn, Tallinn

Antes de chegar à principal praça da cidade, podemos ainda visitar o museu da fortificação ” Kiek in de Kök” que na realidade é um complexo de museus, fica entre as torres “Neitsitorn”, “kiek in de Kök”, “Talitorne “väravatorn” e também com passagens subterrâneas, podemos visitar todo este complexo por 14€, ou separadamente, sendo 10€ para as torres e  8€ para visitar as passagens subterrâneas; ali próximo temos o jardim do Rei Dinamarquês, ficando praticamente em frente da Igreja de S. Nicolau/ museu “Niguliste” (atenção que esta não é a igreja ortodoxa de S. Nicolau), esta antiga igreja é agora um museu, com várias obras de arte sacra, foi restaurada em 1980; a entrada custa 8€, sendo grátis com o cartão da cidade, mais informações no site oficial.

 

Café, junto do museu Kiek in de Kök, numa das torres, Tallinn

 

A praça do município, que é a principal praça na parte antiga da cidade desde os séculos XII/XIV, é uma praça muito agradável, com vários cafés e restaurantes, no natal ganha ainda uma magia singular, destaque claro para o edifício da câmara municipal (“Raekoda”), foi construído entre 1402 e 1404, em julho e agosto é aberta ao turistas, com entradas a 5€, gratuito para cartão da cidade (cartão Tallinn), mais informações sobre visitas no site oficial.

Outro monumento em destaque nesta praça é a igreja do Espírito Santo, data do século XIV, a torre fica junto de uma das fachadas, e um enorme relógio também numa das fachadas, o edifício é todo branco; para visitar a entrada é apenas 1.5€ e grátis para o cartão de Tallinn.

 

Arte urbana, Tallinn

 

Ainda podemos visitar por aqui a Farmácia mais antiga da Europa (“Raeapteek”) aberta desde 1422,a entrada é grátis; outra opção é o museu da ordem da cavalaria, os bilhetes são 12€ ou gratuito com o cartão de Tallinn.

Destaque ainda para outra praça importante na cidade (quando lá estive havia um festival de música), a praça da liberdade, uma praça relativamente grande, onde aqui ocorrem os eventos, celebrações etc; temos aqui a igreja de S. João, podemos visitar esta igreja amarela de estilo neogótico, construída em 1867, destaque ainda para uma grande cruz em vidro na praça da liberdade, que simboliza a vitória na guerra da independência.

 

Festival de música na praça da liberdade, Tallinn

 

Mais afastado um pouco daqui temos ainda o museu Vabamu, o museu da liberdade e ocupações, pode ser visitado por 11€ (14€ se visitarmos conjuntamente com o do KGB), tendo o cartão de Tallinn é grátis.

Podemos passar mais umas horas e encantando-nos neste mundo medieval, eu recomendaria passar aqui todo dia, visitando no dia seguinte as ofertas fora desta área.

Fora desta parte medieval e também talvez o que fica mais afastado (ficando a cerca de 2.5 km, podem usar a linha 1 do Metro, na paragem “Kadriorg”) temos um local de visita obrigatória, o palácio Kadriorg, que fica inserido num belíssimo parque com o mesmo nome, um parque enorme, palaciano e urbano com quase 70 hectares no total, mas junto ao palácio tem uma beleza singular, sem dúvida que vale a pena a visita a este parque Kadriorg, para visitar este enorme palácio barroco com várias coleções de arte, o palácio é lindíssimo (apesar de não visitar este, mas só por fora é algo de incrível), bem como o jardim envolvente; os bilhetes custam 8€, sendo gratuito para o cartão da cidade de Tallinn, mais informações no site oficial, temos também mais alguns pequenos museus aqui próximos que também podem explorar, ou simplesmente desfrutar deste belo parque após a visita ao palácio.

 

Palácio Kadriorg

 

Palacio e jardim Kadriorg , Tallin

 

Descendo um pouco desta zona dos jardim e do palácio para junto do mar (temos até uma pequena praia), próximo da estrada, temos o memorial “Russalka”, construído em 1902, com 16 metros de altura em homenagem às vítimas do navio da marinha russa do mesmo nome.

Destaque ainda para (fora da parte medieval): o mercado central (“Keskturg”); o museu da energia, bilhetes 9€/ grátis com o cartão da cidade); a cidade criativa “Telliskivi” que fica num antigo complexo industrial entre outros locais que podem descobrir.

O bairro de Rottermann, já próximo da parte histórica é um bairro de arquitetura moderna e também recheado de diversão com bares e restaurantes, caminhando um pouco chegamos até á zona do antigo porto da cidade. Podemos ver aqui próximo o museu marítimo Lennusadam os bilhetes são os mais caros, 15€ mas com o cartão é grátis recomendo que escolham este no lote dos que o cartão abrange.

 

Um dos navio do Museu marítimo Lennusadam, Tallinn

 

Porto de Tallinn

 

A gastronomia da Estónia que tem várias influências desde Escandinavas, Russas e Alemãs, bem como dos vizinhos do báltico, está muito assente nos produtos locais e frescos, sendo o pão de centeio (que é o rei da cozinha da Estónia), as carnes como a de porco e vitela, o peixe também está muito presente devido à sua proximidade com o mar, bem como produtos que se obtenham nas florestas e os legumes e frutas produzidos localmente, aliás uma características é ser uma cozinha sazonal.

Pratos como o porco e batatas assadas, a Geleia de carne, os enchidos e sopas variadas como a de ervilhas entre outras.

Descobri um pequeno restaurante próximo da praça do município com preços em conta, onde comi uma sopa e um entrecosto muito condimentado, mas muito bom e suculento. III Draakon recomendo vivamente. A cerveja artesanal também é muito popular por aqui em Tallinn, se poderem à noite pelo menos uma cerveja num bar na zona medieval vale a pena.

 

Porta onde fica o museu marítimo da estónia, Tallinn

 

Dicas e Notas:

Não temos voos diretos para Tallinn, podemos encontrar voos baratos para aqui através de outras cidades (vejam aquelas que tenham voos baratos para Portugal),  alguns exemplos são: pela Ryanair, Berlim, Dublin, Londres, Milão e Viena; pela Easyjet para Londres ou Milão e pela wizz air para Milão ou Viena.

Eu na altura fui para Bremen pela Ryanair mas pelo que vi agora já não temos essa rota.

Podem fazer como eu e ir a partir Riga caso tenham melhores opções para a Letónia, pois a viagem de bus faz-se muito bem e tem preços acessíveis, aliás a minha sugestão seria fazer as duas cidades aproveitando a escassez de voos para estes países do báltico. Outra opção será ir para Tallinn desde Helsínquia, o ferry demora cerca de 2h e os preços pelo que vi ficam por volta dos 25€.

Para ir para o aeroporto de Tallinn, podem ir de bus público, o nº 2 que demora apenas cerca de 15 minutos e os bilhetes custam 2€, outra opção será o tram, linha 4, podem consultar no site de transportes mais informações.

Na Estónia precisamos apenas do cartão do Cidadão, a larga maioria das pessoas fala inglês e quer sinalização, menus de restaurante, etc estão em inglês. A cidade é tranquila e segura, recomendo a parte mais antiga pois é onde se encontra a maioria das atrações e podem fazer tudo a pé (apenas o palácio Kadriorg está mais afastado); os preços são ligeiramente mais caros que Porto ou Lisboa, mas tal como em Portugal podem encontrar ofertas em conta se fugirem dos locais mais turísticos.

Numa das entradas da zona histórica temos a estação de comboios, apesar de eu achar que as redes de bus como a Lux Express funcionarem muito bem (sendo até mais rápidas para Riga), também têm esta opção principalmente para visitarem mais cidades na Estónia, como Tartu ou Pärnu, para mais informações podem consultar o site de comboios.

A moeda é o Euro, o fuso horário é de mais duas horas que em Portugal, o indicativo telefónico é +372 e o domínio de internet é .ee.

A Estónia já é um país relativamente frio, apesar de claro termos sempre os encantos do inverno e por exemplo ver esta bela cidade coberta de neve, e claro pela altura do Natal a magia provavelmente ser fantástica com os mercados dentro desta “pequena cidade medieval”; no entanto nos meses entre maio e setembro as temperaturas são mais amenas, podem ver médias de temperaturas no site.

 

Rua na zona medieval de Tallinn

 

Caso pretendam ver muitas das atrações a melhor opção é comprar o cartão da cidade, o Tallinn card, podemos visitar 10 locais grátis à escolha (vejam aqueles que vos possam interessar mais, dos que eu referi ou outros que estejam incluídos na oferta), temos ainda por exemplo entradas prioritárias na torre de Tv, no Zoo e no museu ao ar livre, bem como descontos e crianças até aos 7 anos grátis, para 24h o preço é de 28€, no site de turismo podem ver mais informações do cartão,dos monumentos e turismo da cidade em geral. Acho que esta cidade merece pelo menos dois dias de visita.

 

Bairro Rotermann, Tallinn

 

Reservas (click):

Booking – Alojamento

Get Your Guide– Tours, entrada em monumentos

Bestravel- Promoções de viagem

Rental Cars- Aluguer automóvel

Revolut- Cartão bancário sem taxas

Amazon– Artigos de viagem

 

 

 

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos nas redes sociais:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

PROMOÇÕES DE VIAGENS

ARTIGOS DE VIAGEM

SEGURO DE VIAGEM

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS