MENU
21 Jun

VERÃO PELA COSTA BLANCA E COSTA CÁLIDA (ESPANHA)

 

Verão na Costa Blanca e passagem pela Costa Cálida, Espanha.

Texto & Fotos de António Ribeiro

 

O sul de “nuestros hermanos”, tem uma vasta oferta e sendo que se encontra geograficamente mais perto e bastante acessível é sempre uma excelente opção para destinos de férias, sobretudo no verão.

A Costa Blanca, vai sensivelmente desde Torrevieja, até Denia, (antes da zona de Valência), um pouco antes fica a Costa Cálida, que fica na zona de Múrcia e Cartagena; na Costa Cálida fui àquela que é provavelmente é a joia da coroa,  La Manga (la manga del mar menor), que é um paraíso escondido e que devem considerar numa próxima viagem. Na Costa Blanca, além da famosa e popular Benidorm, fiz umas ainda umas paragens por Altea e Fonts d’Algar.

 

Igreja Nuestra Señora del Consuelo, Altea- Espanha

 

Nesta viagem apesar de ter ido sozinho acabei por me encontrar com mais amigos que também por ali estavam a recarregar baterias, desde já um obrigado a eles e em especial ao meu “parceiro de bar”, que também me acompanhou na viagem a Tenerife.

O foco e base da viagem foi Benidorm, contudo encontramos vários outros locais de relevo que elevaram a fasquia para quem visitar a Costa Blanca (e costa Cálida), não fiquem apenas por Benidorm, alarguem horizontes e conheçam um pouco mais pois os encantos são muitos, e sim eu e os meus amigos encontrámos alguns, mas há mais a descobrir.

Embora que sendo um destino sobretudo para aproveitar o sol e a praia, não podemos deixar de aproveitar para explorar mais de toda esta região, além da proximidade linguística e geográfica que facilita, devemos conhecer mais, pois viajar é algo que nos enriquece e nos torna mais completos, cultos e cheios de memórias; ao saber que quer seja no nosso país, ou em qualquer outro ao redor do mundo há sempre recantos e lugares únicos em que devemos aproveitar a oportunidade para conhecer, para ver, desfrutar e mais tarde recordar.

 

playa Poniente, Benidorm- Espanha

 

Benidorm

 

Apesar de popular, a verdade é que nunca tinha ido até Benidorm; perdoem-me a comparação, mas apesar dos  seus vários blocos de apartamentos e hotéis bastante altos, que faz lembrar uma espécie de Miami, tendo a comparar Benidorm a Albufeira, desculpem a comparação, algo que até nem sou favorável, mas caso queiram ter uma referência é a que me ocorre.

Benidorm é um destino popular quer para público mais jovem ou de idade mais avançada; a maior parte da “vida” deste destino fica na Playa de Levante, sensivelmente a meio da praia fica a maior zona de concentração de bares, bem ao estilo britânico (tal como vemos no Algarve sobretudo como em Albufeira).

A zona velha da cidade (Old Town), é também uma zona muito movimentada, tanto devido à sua vida local, como também com muitos turistas a desfrutarem desta zona antiga e mais tradicional de Benidorm. A zona da praia de Poniente, que está em expansão, é ligeiramente mais barata e a minha perceção é que é mais frequentada por pessoas de mais idade e turistas espanhóis.

No geral achei Benidorm um bom local de férias para férias de verão, boa praia, bons preços, diversão, fácil comunicação, fácil de chegar; recomendo sobretudo para quem quer sobretudo um local para quem quer um local próximo e que ofereça um pouco de tudo.

Uma das referências de Benidorm, bem como um dos cartões postais daqui é o miradouro, “balcón del Mediterráneo” , que separa as praias de Levante com, Poniente (com uma salvaguarda, para aquela que para mim é uma das melhores, senão a melhor praia, que fica colada ao miradouro, do lado de poniente, a Playa del Mas Pas.), daqui a vista além de fantástica proporciona fotos excelentes.

A praia de Levante é melhor junto do miradouro, onde não temos rochedos, pois há zonas de “rocas”, embora não estejam soltas (apenas como que fosse o fundo da praia) podem não ser tão agradáveis, no entanto toda esta praia é muito boa e claro o mediterrâneo tem sempre um charme e encanto superior.

 

Benidorm, playa Levante – Espanha

 

Benidorm, playa Levante- Espanha

 

Benidorm, playa Levante – Espanha

 

A verdade é que além do seu centro histórico em que podemos dar uma caminhada e contemplar um pouco do mesmo, com ruas tradicionais e acolhedoras, o Parc l’Aigüera, algumas pequenas igrejas e museus não temos muito de propriamente turístico para ver aqui, no entanto temos locais de destaque aqui perto; além destes que vos vou falar (onde estive) referência desde logo para um dos mais famosos que é Guadalest, esta bonita aldeia (“pueblo”), merece uma visita, esta aldeia fortificada, fica no topo de uma montanha e conta com vários tours para visita, fica a cerca de 20 km de Benidorm; tours pelas ilhas (isla de Benidorm e Isla de Tabarca); para quem não conhece, pode ainda fazer uma visita a Valência ou, mais perto Alicante.

Obviamente que Alicante é também um Local a ter em conta, não só por ser um local de referência, de fácil acesso para quem está em Benidorm, mas também pela sua vasta oferta; alguns dos locais que podemos ver em Alicante que são de maior destaque são: o Castelo de Santa Bárbara um castelo num cume a cerca de 166 m de altura, sendo uma das maiores fortalezas de Espanha (entrada grátis); a Basílica de S. Maria, que é a igreja mais antiga da cidade;  fazer umas compras, ou simplesmente ver o Mercado central de Alicante; o Museu Arqueológico; o Museu de  Arte Contemporânea, são alguns dos locais que merecem uma visita nesta cidade.

Sendo também Alicante uma zona de praias, podemos ainda mergulhar em algumas das suas praias como: a playa de San Juan ou a playa del Postiguet.

 

Existem ainda parques aquáticos para quem quer uma diversão diferente, há dois que se destacam, o Terra Mítica e o Aqualândia, ambos ficam a poucos km da praia de Levante, podendo aqui ter uma tarde cheia de emoção, sobretudo caso venham em família e queiram dar um pouco de adrenalina aos mais pequenos, ou claro a vocês mesmos e/ou num grupo de amigos.

 

Benidorm, playa Poniente- Espanha

 

vista para a playa de Poniente, Benidorm- Espanha

 

balcón del Mediterráneo, Benidorm

 

balcón del Mediterráneo, Benidorm

 

Altea

 

Altea é uma bonita cidade que fica a sensivelmente 11 km de Benidorm, subindo até a parte mais alta e mais antiga, parece que fazemos uma viagem e estamos num cenário totalmente diferente, com casas todas caiadas de branco, ruelas sinuosas mas belas, um cenário romântico e descontraído para nos relaxar de forma bem diferente de um comum destino de praia.

 

Penso que em Altea não é um local em que tenhamos muitos pontos turísticos ou de grande relevo, mas sim por toda esta incrível envolvência; o foco é sem dúvida a Igreja Nuestra Señora del Consuelo uma bonita igreja com duas cúpulas azuladas e a torre do sino que se destacam no horizonte, tendo também um interior muito imponente e bonito. Nesta que é a praça principal, além de um bonito miradouro que contempla uma bela vista sobre a praia, vêm convergir talvez as ruas mais bonitas da cidade.

Simplesmente ter o prazer de percorrer as ruelas de casas brancas, com pequenas lojas de artesanato, lojas de arte, restaurantes, etc, sempre bem decoradas no exterior e com um interior quase que inalterado e muito tradicional, é um verdadeiro encanto, por momentos fez-me lembrar os “trulli” de Alberobello em Itália.

Depois de vaguear pelas bonitas ruelas de Altea, podemos descer desta zona elevada em que temos uma vista privilegiada sobre o mar e descendo até á praia, vamos constatar que aqui a praia é de pedra; pequenas pedras brancas (acho que há uma pequena zona em que foi colocada areia), não sendo do mais confortável é no entanto interessante esta praia de pequenas pedras brancas, que difere em muito de Benidorm e do resto que por aqui fica, mas não prejudica a beleza do local.

 

Altea- Espanha

 

interior da Igreja Nuestra Señora del Consuelo, Altea- Espanha

 

Altea- Espanha

 

Altea- Espanha

 

Altea- Espanha

 

Praia em Altea- Espanha

 

Altea, junto ao mar

 

Fonts d’Algar

 

Uma simpática Espanhola que conheci em Benidorm (com a qual criei amizade), falou-me de Fonts d’Algar e dado que estávamos a planear a ida Altea, estas bonitas cascatas ficavam a apenas cerca de 20 minutos, pelo que seria (e foi) uma ótima ideia.

Antes de mais nota para que esta zona tem uma forte produção de Nêspera (“Nispero”) uma das cooperativas (que é das maiores exportadoras mundiais)  é a Cooperativa Agrícola de Callosa d’en Sarrià fica a apenas cerca de 4 km das cascatas de Fonts d’ Algar; podem fazer uma visita á mesma, ou ver as plantações aqui á volta, além da nêspera, o limão, laranja e abacates também são outras das plantações nesta zona (ao longo da estrada até aqui, vão ver as plantações , sobretudo é visível onde várias estão cobertas com um rede para proteger do sol intenso); junto da entrada para fonts d’algar vão ver nos restaurantes e cafés além destes deliciosos “nisperos” alguns outros produtos feitos com esta fruta, como compotas, fruta em calda e vários licores.

Fonts d’Algar fica próxima da sierra de Bernia, em Callosa d’en Sarrià; estas deslumbrantes cacatas do rio Algar (que em árabe significa “gruta”) são fantásticas; assim que entramos e vemos a sua cascata principal, que é simplesmente imponente e com uma força de queda de água incrível faz logo sentir esta beleza natural, podemos subir e percorrer alguns trilhos, com cerca de 1.5km junto rio. Não é permitido em muitas zonas ir para o rio, devido às suas fortes correntes e também de salientar que estas águas são muito frias.

Mesmo que tal como nós tenha sido uma visita breve, valerá sem dúvida a pena.

Saliento também que junto da entrada das cascatas existem restaurantes e cafés (e também um parque de campismo mais à frente), e existem piscinas em alguns deles, podendo complementar a visita caso tenham mais tempo (penso que pelo menos em alguns, caso almocem por lá a entrada é grátis).

Nota ainda para que aqui bem próximo das cascatas ( a cerca de 1.5km), temos um parque temático, o Dino Park.

 

Fonts d’Algar (cascata principal)- Espanha

 

Fonts d’ Algar- Espanha

 

Lago rosa de Torrevieja

 

O lago rosa de Torrevieja (ou salinas de Torrevieja) é um local muito peculiar e único (numa breve pesquisa vi existem muito poucos no mundo e na Europa apenas junto do mar negro, na Ucrânia além deste) sendo uma preciosidade que merece uma breve visita para ver este lago rosa; este fenómeno deve-se à elevada concentração de sal e microalgas existentes no lago.

Como já referi, as concentrações de sal aqui são enormes, pelo que tal como no mar morto, a sua salinidade fará com que fiquemos sempre a “flutuar”.

Nestas salinas fica a maior a maior produção de sal na Europa e as únicas que usam meios flutuantes para a sua extração, existem montanhas de sal com cerca de 20 metros de altura. O tom pode ser mais ou menos forte, consoante o local, o ângulo e o reflexo da luz, nas fotos não utilizei filtros para alterar a cor do lago, é assim sem filtros; apesar de ter sido de passagem para La Manga achei este local único e fantástico.

Existe uma oferta de um comboio turístico que passa pelo lago, custa cerca de 9€ e dura 1h mais informações no site de turismo de Torrevieja.

Poder visitar locais únicos é sempre bom, acho que quer seja nesse comboio, uma breve visita, ou mesmo ver a zona onde fica a extração de sal e as montanhas de sal, são experiências que valerão por certo a pena.

 

lago rosa Torrevieja- Espanha

 

lago rosa Torrevieja- Espanha

 

La Manga

 

Graças a uma recomendação de um colega de trabalho do meu amigo David, o roteiro de viagem levou-nos até La Manga e…tenho de admitir… fantástico!!, absolutamente fantástico, sobretudo pela temperatura da água do lado do “mar menor”.

La Manga del mar menor é uma zona balnear na Costa Cálida junto de Cartagena, na região de Múrcia ( a cerca de 75 km) ; é uma extensão de terra com cerca de 22 km de comprimento (a largura cerca de 100, mas vai diminuindo sobretudo no final), e que fica entre o mediterrâneo e uma espécie de lago de água salgada que é chamado de “Mar Menor”. As suas praias além de calmas e sem a massificação de turismo, têm ainda a vantagem de a zona não estar voltada de forma vincada para o público britânico foi algo que a todos nós nos agradou, do lado do mar mediterrâneo por si só a água já era quente e com pouca ondas, assim que entramos na quente água do mar menor, simplesmente todos ficamos fascinados como podíamos ter esta água quente e tranquila; um paraíso para relaxar.

Almoçamos na zona inicial de la manga, onde fica a zona com mais vida e onde os jovens locais se encontram; aqui parece ser uma zona mais animada desde logo pelo que vimos na praia e segundo o que um local no disse  aqui próximo ficam bares e uma discoteca; almoçamos no Date al Gusto um local de take way que serve comida muito boa, comemos na esplanada ao lado pelo e pelo que vimos é um local popular aqui, recomendamos.

Desculpem não me alongar tanto sobre la manga, mas a verdade é que a magia deste local é sem dúvida enorme; os dois mares em que la manga se situa, poder mergulhar no mediterrâneo, andar uns metros e ir até ao mar menor em que temos uma água quente e que parece que estamos numa praia tropical, é simplesmente fantástico.

Percorremos esta faixa de terra no meio de dois mares, até `zona de “Veneziola”, onde a estrada “acaba” junto de uma bonita e muito inclinada ponte, com várias casas com barco “á porta”, e onde os dois mares se juntam. Na volta desfrutamos da playa de Podrimel do lado do mediterrâneo, e depois a talvez uns 70 – 80 metros, atravessando a estrada, já no mar menor, fomos a uma pequena praia junto de um bar (onde estavam também várias motos de água e barcos), tivemos um prazer indescritível ao entrar nestas águas quentes, calmas e pouco profundas também deste que é o mar menor, um verdadeiro encanto.

Cabo de palos, las islas menores, mar de cristal, as ilhotas que ficam no mar menor, os desportos náuticos; alugar uma mota de água ou ofertas de passeios de barco que por esta zona é apenas algo do que podemos fazer e ver ao desfrutar deste local soberbo.

Viagens Felizes

 

La Manga, lado do mediterrâneo- Espanha

 

La Manga, a pequena praia no mar menor- Espanha

 

ponte na zona de Veneziola, La Manga- Espanha

 

Dicas e Notas: 

 

O fuso horário de Espanha é de mais uma hora que em Portugal, como sabem a moeda é o Euro, recomendo que levem em numerário, pois na maioria dos atms têm taxas, para levantamentos mesmo com Revolut ou similares (usemos cartões apenas pagamentos).

O indicativo é +34; o domínio de internet é: .es

Nas zonas de bares, convém algum cuidado devido ao excesso por parte dos jovens que já se encontram com mais álcool no organismo, mas nada de relevante, Benidorm (bem como nos outros locais) são tranquilos e sem nada a temer.

 

Para chegar a Benidorm há inúmeras formas, mas eu penso que as três seguintes serão as melhores:

O aeroporto mais próximo é de Alicante, temos voos diretos desde o Porto pela Ryanair; de Lisboa temos voos diretos pela tap e pela Ryanair (a partir de outubro; a rota existia anteriormente, mas foi suspensa até outubro)

Do aeroporto de Alicante para Benidorm podem ir diretamente pela companhia de bus Alsa, que tem vários horários com ligações diretas, o tempo de viagem é cerca de 45 minutos (faz paragens na estação de bus e na av. Europa), caso estejam em Alicante centro, daqui além de terem bus (também pela Alsa), existe o Tram,linha 1 (em Benidorm o Tram pára na estação intermodal, que fica da estação de bus central).

 

Caso vão por terra, Madrid será sempre uma referência (exceto claro para quem está na zona sul de Portugal), no meu caso que estou em Viseu, fui de bus até Madrid, até aqui (ou de outros pontos como o Porto, ou Guarda ), temos ofertas das companhias Alsa que faz a parceria com a nossa Rede Expressos, ou da Flixbus.

 

vista do miradouro em Altea- Espanha

 

Chegando à capital espanhola (podem até chegar aqui também de avião), podemos ir de comboio pela Renfe, aqui as opções são várias, sendo que iram sempre até Alicante (existe uma combinação com o bus, mas não creio que compense, pois partem bus todas as horas desde Alicante), os comboios rápidos (com sorte antecedência podem encontrar bons preços ) demoram cerca de 2h e 30 minutos e depois de Alicante até Benidorm são cerca de 45 minutos; a outra opção é ir de Bus, na estación sur até Benidorm (sem ter de trocar de bus) eu optei por bus pois é direto e acaba por ficar mais barato; embora toda programação seja muito pessoal e complexa, apenas deixo umas dicas.

 

Para chegar a Altea caso não tenham carro, podem apanhar o bus nº 10 que parte do centro de Benidorm (aqui fica o link com os horários e a rota), leva cerca de 1h pois faz várias paragens, a forma mais rápida é de Tram, linha 9, (em Altea, o Tram pára na parte mais baixa da cidade, já junto das praias; em Benidorm parte da estação intermodal) a viagem demora apenas cerca de 15 minutos.

 

Em Fonts d’algar o bilhete de entrada para adulto custa 4€ (penso que podem guardar pertences num pequeno cacifo), em época baixa como era o caso fechava às 18h, e época alta às 20h;pelo que nos foi dito e constatamos efetivamente, n entrada, a verdade é  que nunca encerra, sendo que entramos na mesma, pois ja passava das 18h, de notar no entanto que sem ninguém nem com serviço nenhum a funcionar (apenas o WC) e obviamente o tempo para a visita era menos; no site oficial, podem consultar horários e informações gerais.

 

Não é permitido ir a banhos no lago rosa de Torrevieja, existem placas com a informação, uma vez que esta é uma área  protegida contudo várias pessoas o faziam, um conselho apenas que caso o façam levem um garrafão de água para no fim tirar o sal, apenas com a mão ao fim de alguns segundos note o sal entranhado, por isso lavar-se no fim será aconselhável.

Caso não tenham carro podem chegar aqui de Bus, desde Alicante até Torrevieja, ficando depois a cerca de 2 km do centro da cidade; (caso estejam em Benidorm, têm de ir até Alicante); a companhia é a Costa Azul, do Grupo Avanza.

 

Para la Manga será mais difícil ir sem ser de carro (caso estejam em Benidorm), numa breve pesquisa, se estiverem em Alicante terão sempre de ir até Múrcia, trocando depois em Cartagena, ou de Múrcia até Cabo Palos, no entanto caso optem por fazer aqui todas as férias a programação será diferente.

 

Sites úteis:

site turismo Benidorm –   Aqui

site turismo Torrevieja – Aqui

site turismo Altea – Aqui

site turismo La Manga (Múrcia) – Aqui

site turismo Espanha – Aqui

Tram de Alicante / Benidorm / Altea – Aqui

 

Praia em Altea- Espanha

 

Reservas (click):

Booking – Alojamento

Get Your Guide– Tours, entrada em monumentos

Iati- Seguro de Viagem

BookAway- Reserva de bilhetes Bus, Ferry, Comboio

 

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos nas redes sociais:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

SEGURO DE VIAGEM

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS (+500.000)