MENU
11 Mai

TENERIFE, MINIFÉRIAS NAS CANÁRIAS

 

Tenerife, miniférias nas Canárias

Texto & Fotos de António Ribeiro

 

A ilha de Tenerife é a maior ilha do conjunto das ilhas canárias, as ilhas espanholas junto de Marrocos, este arquipélago de ilhas vulcânicas é formado por Tenerife, Gran Canaria, Fuerteventura, Lanzarote, La Palma, Gomera e El Hierro (estas duas últimas mais pequenas).

Tenerife é maior ilha tendo cerca de 2.000 km quadrados e quase um milhão de habitantes, tanto eu como o meu colega que me acompanhou nesta viagem, ficámos surpreendidos com o desenvolvimento, indústria/serviços e rede de estradas na ilha; apenas na zona mais a sul onde ficamos, na costa Adeje, foi onde notámos uma maior densificação do turismo, com muitos hotéis, bares e restaurantes, no entanto ao longo do que podemos conhecer no resto da ilha, além de achar que cada local tem identidade própria, a “notoriedade” turística não era tão evidente (talvez só mesmo em ver muitos carros de rent-car).

Foi uma escapadinha “low-cost” com um amigo, para aproveitar um pouco de sol, praia e ainda conhecer um pouco da ilha; o que se tornou uma agradável surpresa com paisagens bonitas e algumas atrações que nos surpreenderam bastante.

 

Lago Martianez, Puerto de la Cruz

 

Basicamente a ilha é como se estivesse dividida em dois; norte e sul, contando também com dois aeroportos internacionais, justamente Norte e Sul.

A Zona Sul é a mais turística, a chamada de Costa Adeje (maior destaque para a Playa de las Américas e Los Cristianos), essencialmente com uma oferta de praias e capacidade hoteleira maiores, ficando aqui uma vasta oferta de hotéis, apartamentos turísticos e uma cultura mais virada para o turismo. A norte, além da sua Capital, Santa Cruz, ficam próximas ainda as cidades de Puerto de la Cruz e La Laguna.

O principal ponto da ilha é o Vulcão El Teide, aquele que é o ponto mais alto de Espanha ,este Vulcão que ainda se encontra ativo é um vulcão que tem uma impressionante altura de 3718 metros; aqui ficam próximas as cidades de Santiago del Teide e Los gigantes, esta zona fica mais a sul embora já fora da costa Adeje e de toda a oferta mais de oferta turística para férias de verão.

Embora a zona sul seja melhor para desfrutar de praia, e de por norma ter melhor clima e maior oferta hoteleira, é sem dúvida a zona norte a mais bonita ( não considerando a zona do Vulcão); acho que o melhor (dependendo obviamente do tipo de viagem), será fazer como nós e ficar pela zona sul, aproveitando da praia, alugando depois um carro, para explorar a ilha, o ideal seriam dois dias com o carro.

Ficámos num empreendimento chamado Laguna Park 2, que era uma espécie de aldeamento com vários apartamentos, tinha piscina, bar e animações; acho que tem um bom custo benefício, ficámos em regime de tudo incluído; é relativamente grande e tem umas boas vistas.

Percorremos algumas das praias aqui nesta zona, embora a Playa de las Américas seja a mais famosa, a que sem dúvida gostámos mais foi a Playa de las vistas, não só por ser grande, ou por esta ser já de areia branca, mas verdade é que a harmonia aqui nos cativou bastante; tenho de dar aqui um especial destaque para aquele que foi o melhor bar onde estivemos, o Casablanca disco club, que fica num pequeno centro comercial, mesmo em frente à praia, aqui na sua maioria é gente local (só se ouve Espanhol por aqui), boa música e um ambiente excelente, recomendamos!)

playa de Torviscas, que era das mais próximas do nosso Hotel era também muito agradável, indo até à famosa Playa de las Américas (sempre com muitos surfistas), praias como a de la Pinta, El Bobo e Troya também eram bem agradáveis, todas elas de estilo vulcânico, com areia preta e pedras.

 

Santa Cruz Tenerife

 

Deixo aqui alguns dos locais que visitámos e algumas sugestões de outros locais a não perder quando visitarem Tenerife:

 

Vulcão el Teide, este que é o ponto mais alto de Espanha e o terceiro maior vulcão em actividade, é a referência de Tenerife; para visitar o vulcão antes de mais recomenda-se o uso de roupas quentes, gorro, luvas e um casaco quente, temos de lembrar que estamos a mais de 3500 metros de altitude.

O ponto de partida para o Vulcão é em Las Cañadas del Teide, que é também um parque nacional nesta bela paisagem vulcânica, existem 8 trilhos para descobrir.

De Cañadas del Teide ( El Portillo) fica o teleférico que sobe até á estação de La Rambleta (a mais de 3500 metros de altitude), o teleférico é relativamente caro, custando cerca de 29€, existe uma parte em que requer uma autorização grátis mas que requer a inscrição, no site oficial do Vulcão podem obter mais informações e comprar os bilhetes e ou actividades;  podem também comprar uma excursão diretamente aqui

Para chegar até junto do funicular, em El Portillo, podem ir de bus desde a Costa Adeje, pela linha 342, demora cerca de 2h, de carro demora cerca de 1h e 5 minutos, cerca de 70 km.

 

Santa Cruz Tenerife, a capital de Tenerife é uma cidade bem grande, em que parece nada ter a ver com uma ilha turística, tem obviamente um bom punhado de atrações turísticas e parece ter uma vida mais agitada, tem já um estilo de uma normal grande cidade, sendo a cidade bastante grande, acho que tendo um mapa offline como o maps.me é o ideal para “picar” os principais pontos a visitar na  cidade; embora a visita tenha sido curta pois o tempo não era o melhor, destaco alguns locais: logo junto da central de bus temos um bonito edifício vanguardista, o Auditório de Tenerife (do arquiteto Santiago Calatrava, autor da cidade das artes em Valência), no centro histórico, destaque desde logo para aquele que para mim é o mais bonito, a praça de Espanha, uma grande praça com um grande lago redondo, aqui fica o ponto de turismo e as já típicas letras com o nome de cada cidade “santa Cruz”, um clássico para uma bonita foto. Aqui junto ficam o monumento a Los Caídos e a fortaleza de Castillo de San Cristóbal, e todos os belos edifícios que culminam das ruas com esta praça.

 

praça Espanha, Santa Cruz Tenerife

 

Outro local que gostámos também, foi o parque Garcia Sanabria, onde podemos ver um agradável espaço verde, com alguns cactos que parecem árvores (com vários “ramos”), e relaxar um pouco;  o Mercado Nossa senhora de Africa; A Iglesia Nuestra señora de la Concepción; Espacio de las artes de Tenerife – TEA; o Museu das Belas Artes; o Museu da Natureza, são apenas algumas sugestões do que podem ver na capital da ilha, desfrutem de um café, uma “cerveza” (“caña” caso seja pequena ou “jarra”, cajo sejam as que nós chamamos canecas), ou uma outra bebida e desfrutem da cidade, viajar também é isto desfrutar de cada momento em cada local; a tranvia pode ainda ser uma boa ideia (se tiverem carregado o cartão de transportes com o dia inteiro, as viagens estão incluídas) para ver a cidade.

 

Parque Garcia Sanabria, Santa Cruz Tenerife

 

Mercado N. S. Africa, Santa Cruz Tenerife

 

Outro local, que será talvez o mais famoso da cidade e um dos cartões postais de Tenerife, é a Playa de las Teresitas, não tivemos oportunidade de visitar esta mítica praia de Tenerife, embora a maior concentração de praias seja na Costa Adeje, esta é realmente uma praia de excelência, fica a cerca de 10 km da cidade, podem ir de bus pela linha 910 desde a central ( intercambiador), até à estação las Teresitas.

 

Auditório, Santa Cruz Tenerife

 

Los Gigantes, é uma pequena povoação, que tem umas piscinas naturais fantásticas, as paisagens neste rochedos são soberbas, descobrimos por recomendação onde alugamos o carro e sem dúvida que valeu a pena, não visitamos o centro da povoação, mas só este belo miradouro (“point of view”) e a descida para as piscinas valeu a pena, para ser perfeito faltava apenas estar calor para poder dar um mergulho na piscina natural; recomendamos vivamente, as fotos falam por si.

 

Los Gigantes, Tenerife

 

piscinas naturais los Gigantes

 

Masca, é uma pequena povoação perdida nas montanhas a noroeste da ilha, perto da cidade de Santiago del Teide, (caso tenham tempo, Santiago del Teide também pode ser mais um local para fazer uma visita),em vez de seguir à direita em direção ao vulcão Teide, seguimos para o lado esquerdo, onde temos uma sinuosa estrada que rasga e serpenteia várias montanhas, neste percurso vamos encontrar paisagens e miradouros fantásticos, aliás a magia deste local penso que é mesmo todo este percurso com estas paisagens de tirar o fôlego; descendo até a esta pequena aldeia, onde podemos ainda ver uma igreja, penso que um pequeno museu e trilhos onde podemos caminhar por estas bonitas encostas.

Viemos aqui aconselhados por um membro do staff do Hotel, vale muito a pena, contemplar estas vistas, daqui seguimos em direção a Garachico, que nos levou cerca de 30 minutos (25km), vendo ainda mais alguns belos miradouros, embora a parte melhor tenha sido desde Los Gigantes (quando começamos a subir desde perto de Santiago del Teide).

 

esplanada num café na zona de Masca, Tenerife

 

Masca, Tenerife

 

Garachico, é mais uma bonita vila que merece visita, sobretudo pelas suas piscinas naturais na entrada da vila; na entrada da vila, fica um parque de estacionamento, e aqui junto a este, além de uma pequena praia, fica uma espécie de doca com algumas obras de arte urbana, e mais na extremidade temos uma bonita vista para as piscinas naturais e o centro da vila.

A vila é pequena, tem entre outros no centro histórico, a igreja de Nuestra Señora de los Angeles e o Convento de la Inmaculada Concepción; caminhar um pouco pelo centro histórico bem como junto da marginal e ir às piscinas naturais, será algo que valerá a pena fazer.

 

Garachico, Tenerife

 

Garachico, Tenerife

 

Puerto de la Cruz, aqui o destaque vais sem dúvida para o Lago Martianez, foi dos locais que mais nos surpreendeu, e ao qual não conseguimos resistir, mesmo não estando o tempo ideal para ir a banhos fomos contemplar esta maravilha. O lago é um enorme complexo com várias piscinas (água salgada), uma delas é enorme, com um restaurante no meio, como se fosse uma ilha, foi desenhado pelo artista César Manrique, um artista de outra ilha Canária, Lanzarote.

Os bilhetes custam 5.5€ neste site, embora não seja o oficial, o mesmo tem toda a informação.

 

Puerto de La Cruz

 

Puerto de La Cruz

 

Além do lago a seu lado fica a praia Martianez, com areia preta e algo rochosa, embora muito agradável; seguindo pela avenida pedonal, que passa ao lado do lago, indo em direção ao centro histórico, temos paragem obrigatória (praticamente logo a seguir ao lago ), na praia de San Telmo, praia esta que fica nas rochas  parecendo quase umas piscinas naturais; a igreja Ermita de San Telmo, fica também nas proximidades. Neste ponto começamos a subir ligeiramente para o centro histórico, embora apenas tenhamos visto a bonita igreja de N. Señora  de la Penã de Francia (pois ficamos algum tempo no lago Martianez), este centro histórico de Puerto de La Cruz pode ser melhor explorado; a igreja de San Francisco, o Museo del Pescador, a bateria de santa Bárbara ( uma espécie de miradouro com um canhão e que oferece uma vista fantástica), plaza del Charco, Museo Naval, o Museu Arqueológico, o Jardim das Orquideas (aqui quando íamos visitar estava para fechar e não foi possível, penso que está aberto apenas das 09:30-14:30, os bilhetes custam 4€) ou os antigos fornos de cal (“hornos de cal”), são alguns exemplos do que podem ver nesta cidade, caso o tempo seja suficiente, uma boa caminhada dará para conhecer melhor Puerto de la Cruz.

 

Lago Martianez, Puerto de la Cruz

 

Lago Martianez, Puerto de la Cruz

 

La Laguna (o nome completo é San Cristobal de la Laguna), foi a antiga capital da ilha, é património mundial da UNESCO; é uma cidade muito bonita, talvez tendo em conta apenas a cidade, terá sido a mais bonita, as ruas na parte histórica são apenas pedonais (para estacionar o melhor será um parque pago), tornando assim melhor a experiência de conhecer esta cidade, as casa estão num estado de conservação perfeito, embora seja visível em algumas que contam com vários anos, a verdade é que parecem que foram terminadas uns dias antes, um pormenor é que não existe nada de publicidade agressiva ou algo que tire estética nas fachadas, a título de exemplo até um banco numa das ruas apenas tinha as letras para o identificar, não tendo cores ou publicidades visíveis no exterior.

Além de contemplar a harmonia desta simpática cidade, com estas casas com as fachadas a manter a antiguidade (algumas que se mantêm como no século XV) e muito coloridas, podemos ver ainda a Catedral de La Laguna, uma bonita catedral de estilo neogótico, este edifício foi erguido em 1915;  mais à frente seguindo pelas ruas paralelas que vão dar à plaza de la concepcion e aqui fica a Iglesia de la Concepción, esta que foi a primeira paróquia da ilha de Tenerife a sua torre em pedra é um destaque neste centro histórico; o Convento de Santa Catalina; o Museo de historia y Antropología; o Museo de las Ciencias, são alguns dos exemplo do que podemos ver nesta simpática cidade, acho que é um centro histórico ideal para uma caminhada contemplando todas estas casas coloridas e com as fachadas imaculadas, é um encanto ver estas ruas, uma verdadeira viagem no tempo.

 

La Laguna, Tenerife

 

La Laguna, Tenerife

 

interior catedral de La Laguna

 

Sendo Tenerife uma ilha relativamente grande, temos ainda mais para explorar, outros locais que merecem uma visita em Tenerife, e que merecem maior destaque são: Anaga, esta zona montanhosa onde o local em destaque é o Parque Rural de Anaga e que é Reserva da Biosfera (pela UNESCO), é um local ideal para quem gosta da natureza e de caminhar, existem alojamentos (entre eles um Hostel, com dormidas desde cerca de 15€) para quem queira pernoitar e ficar em harmonia com a natureza, o parque fica a apenas cerca de 18 km a norte de La Laguna.

Güímar, é outro local a visitar, nesta povoação a cerca de 28 km da capital de Tenerife, destacam-se as Pirâmides de Güímar, umas pirâmides em pedra, como que com degraus, parecidas com as que se podem encontrar no Peru ou no México.

A cerca de 25 km de Puerto de la Cruz,  descendo para o subterrâneo, outro local de importância é a gruta Cueva del Viento é uma formação vulcânica a qual podemos aceder, conta com quase 18 km de labirintos e as visitas duram cerca de 2h, os bilhetes custam 20€.

Nos extremos da ilha, contamos com alguns miradouros/faróis nos quais se pode contemplar uma bela vista para o oceano Atlântico: Punta del Teno, Punta del Hidalgo e Punta de Anaga.

 

Embora não considere que os parques aquáticos não sejam propriamente uma atração específica de cada local, é impossível não associar o Siam Park ou o Loro Park numa viagem a Tenerife.

O Siam Park é considerado dos melhores do mundo e é o maior da Europa, tem vários escorregas em tubos, oferecendo muita adrenalina num estilo e decoração tailandesa; os bilhetes gerais custam 40€ por adulto, fica na Costa Adeje.

O Loro Parque é mais voltado para os animais, sendo um zoológico com cerca de 13,5 hectares, sendo também considerado um dos melhores da Europa; fica em Puerto de la Cruz; os bilhetes custam 40€ por adulto. Podem combinar os bilhetes dos dois parques, o bilhete combinado, fica em 70€ por adulto.

Falando de parques nota também para o parque aquático Aqualand Adeje, que ficava próximo do nosso hotel, embora não seja tão famoso e tão grande, parecia ser também bastante grande e os bilhetes são bem mais baratos, custando online 28€.

 

Costa Adeje, Tenerife

 

Acho que Tenerife é uma ótima opção para umas mini-férias, em que podemos desfrutar de bom clima, praia e podendo ainda explorar um pouco da ilha; com montanhas, o vulcão Teide, piscinas Naturais, o lago Martianez (para uma tarde/dia neste  fantástico enorme complexo de piscinas), uma diversidade grande nos vários locais e cidades, viajar é uma paixão enorme, por isso partam à descoberta, aproveitem cada local, cada momento, pois essas memórias serão algo que sempre nos ficaram gravadas na mente e o prazer de as poder viver e recordar mais tarde é algo nos enche o coração.

 

Viagens Felizes

 

Dicas e Notas:

 

Temos voos diretos do Porto para Tenerife Sul, pela Ryanair; desde Lisboa para Tenerife Norte, pela Vueling e para Tenerife Sul, pela Ryanair e TAP.

O aeroporto Norte de Tenerife – aeroporto de Los Rodeos (TFN), fica a cerca de 6km de La Laguna e a cerca de 14 de Santa Cruz, podendo em ambos utilizar a linha 20 de bus.

O Aeroporto Sul de Tenerife – aeroporto Reina Sofia (TFS) fica a cerca de 20 km da Costa Adeje, um táxi pode custar entre 25€ e 30 €; a paragem de bus, fica em frente ao terminal das  chegadas, é fácil de identificar, temos a linha 111, 343, a express airport (demora cerca de 40 minutos) que é a linha 40 e a linha 711 que opera durante a noite, a viagem custa cerca de 3€ ( + adquirir o cartão).

Informações e linhas dos bus para os aeroportos aqui.

 

A rede de transportes é muito boa, apesar de ser essencialmente de Bus, tendo também Tranvia (metro de superfície) pelo menos em Santa Cruz e La Laguna; a empresa TITSA é a empresa que opera na ilha, os bus são bons e com várias linhas, (por exemplo de Costa Adeje para Santa Cruz, o 110, que é o mais rápido, demora cerca de 1h; o 111 vai de Adeje até ao aeroporto Norte, passando também entre outro pelo aeroporto norte), podem comprar o cartão recarregável por apenas 2€, carregando depois pela viagem, ou um dia inteiro (um dia inteiro fica em 10€), penso que caso vão apenas às principais cidades e para os aeroportos, seja a melhor opção (nós fomos até santa Cruz e usámos nas viagens de e para o aeroporto sul).

Para ir até ao vulcão, podem também consultar pois existem bus para a zona do teleférico, as linhas 342 (desde Adeje) e a linha 348 (desde Santa Cruz).

 

Alugar carro será muito provavelmente algo a fazer para explorar a ilha, isto embora os transportes sejam bastante bons em toda a ilha, nós apenas tivemos o carro por um dia, achámos que o ideal seriam dois dias; notem que muitas rent a car não fazem reservas por menos de dois dias, bem como ficará mais barato (por dia), caso alguem por dois ou mais dias.

As médias andavam nos 45-49€ um Fiat Panda, conseguimos um Seat Ibiza por 50€ e fizeram o aluguer só por um dia, foi um pouco de sorte confesso; tentem reservar pela manhã do dia anterior, ou talvez dois dias para garantir o carro pretendido. Nota apenas para a gasolina 95, que é bem mais barata que em Portugal, andava em torno de 1.4€ / litro.

 

sunset na Playa de las vista, costa adeje, Tenerife

 

Pelos locais onde estivemos pela ilha pareceu ser sempre tranquila e segura, onde ficamos mais tempo, na costa Adeje; talvez apenas na zona dos bares (“Veronicas”) havia os habituais e normais excesso de bebidas dos jovens turistas, mas algo tranquilo e foi sempre foi sem problemas, andámos sempre tranquilamente durante o dia e a noite.

Embora Tenerife pertença a Espanha, o fuso horário (devido à sua localização) é o mesmo que em Portugal; a moeda é o Euro, o indicativo de Espanha é +34 e o domínio internet: .es

A comunicação aqui é fácil, além de muita gente falar inglês, toda a gente com quem falámos, mesmo que quando o nosso Espanhol não era o melhor as pessoas conseguiam perceber e falavam da melhor forma a nós também compreendermos.

Recomendo levarem algum dinheiro, pois em todas as caixas ATM eram aplicadas taxas, mesmo com Revolut, sendo estas de bancos espanhóis ou as chamadas turísticas, as taxas iam de 2.95€ a 3.95€; embora na maioria dos locais e até mesmo em táxis e bus poderem usar o cartão, caso precisem de dinheiro (“efectivo”), convém levar algum com vocês, evitando a taxa de levantamento.

 

montanhas a chegar a Masca, Tenerife

 

Para alojamento em Tenerife, consulte aqui.

Reserva de Bilhetes para Bus, Ferry ou Comboio: Aqui

 

Reservas (click):

Booking – Alojamento

Get Your Guide– Tours, entrada em monumentos

Iati- Seguro de Viagem

BookAway- Reserva de bilhetes Bus, Ferry, Comboio

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos nas redes sociais:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

SEGURO DE VIAGEM

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS (+500.000)