20 Fev

VERÃO NA ANDALUZIA, SEVILHA, CÁDIZ E MARBELHA

 

Verão na Andaluzia, Sevilha, Cádiz e Marbelha

Texto& Fotos de António Ribeiro

 

Em 2019 juntamente com um grupo de amigos, decidimos aproveitar as férias de verão, pelo sul de Espanha, visitando assim a região da Andaluzia. Estivemos dois dias na bela cidade de  Sevilha, uma paragem de mais dois dias pela acolhedora cidade de Cádiz e terminamos esta nossa aventura por Andaluzia na famosa cidade onde muitas celebridades com muito dinheiro vão para se divertir, a badalada cidade de Marbella.

Fizemos esta viagem de carro (partindo de Viseu),  percorrendo assim toda esta bela zona de Espanha.

De Viseu a Sevilha são cerca de 6h de viagem, sensivelmente 550 quilómetros, podem fazer tal como nós uma pequena paragem (para almoço por exemplo), em Cáceres, que também merece uma visita, seguindo para a cidade de Sevilha, onde daqui para Cádiz demoramos apenas cerca de 1h e 15min. Já daqui para Marbella a viagem é um pouco mais demorada, sendo de quase duas horas.

 

rio Guadalquivir, Sevilha- Espanha

 

A zona de Andaluzia tem uma cultura muito vincada, tal como o país basco ou a Catalunha, é muito diferente de outras regiões de Espanha, tendo a sua forte ligação à Tauromaquia e ao Flamenco. Podemos facilmente descobrir esta bela região que tal como a nossa região do Algarve e Alentejo, tem uma forte influência Árabe, no seu centro histórico, isso é mais evidente, quer pela arquitetura das casas bem como pelas suas ruas estreitas e com a calçada antiga.

 

Sevilha

Sevilha é uma cidade com muito para descobrir, a principal cidade desta região (a capital da mesma) de Espanha. O rio Guadalquivir trás a esta cidade uma beleza acrescida, além claro de várias atrações que esta cidade possui, acho que dois dias será o ideal para descobrir esta cidade.

Tendo como referência a bela ponte de Triana (ponte Isabel II),uma bela ponte com os arcos em estrutura metálica (algo semelhante com a Enrique Esteban em Salamanca) liga o centro histórico de Sevilha, ao seu bairro mais emblemático, o bairro Triana, um bairro de forte cultura Gitana (nome dado aos ciganos de Espanha), destaque neste famoso bairro, para a “Plaza del Altozano”, ali próximo podemos ir ao mercado de Triana, comprar produtos fresco locais, este mercado construído em 1823, tendo sido remodelado em 2001; podemos também visitar o museu da cerâmica, onde podemos conhecer a olaria de Triana, os bilhetes custam cerca de 2€, no site do património além dos bilhetes para este museu podem comprar para o Castelo de S.Jorge, um castelo em que temos um centro de interpretação de ruínas e opressão religiosa; em Triana além de podermos percorrer este bairro muito importante nesta cidade e sentir a sua cultura a tradição, podemos ainda por exemplo ver a igreja  “Señora Santa Ana” junto à ponte.

 

ponte triana, Sevilha- Espanha

 

Do lado do centro de Sevilha, temos junto a esta famosa e emblemática ponte de Triana, o mercado “Lonja del Barranco”, tal como o Mercado da Ribeira em Bilbao ou o Mercado de Cólon em Sevilha, aqui podemos comer e apreciar várias Tapas e outras iguarias típicas da cidade, nota para este mercado ser um pouco mais gourmet, sendo os preços mais “esticados”. Temos ali próximo, do outro lado e antes de entrar no centro histórico a praça de touros “Real Maestranza” (falarei dela mais á frente), entrando então neste belo centro histórico de Sevilha, com ruelas e calçadas estreitas, num estilo arquitetónico com a forte influência árabe (penso que provavelmente muito mais que no nosso Algarve e Alentejo,  em Portugal), podemos beber ou comer aqui numa das “bodegas”, ou cafés tradicionais tapas, cervejas ou sangrias para hidratar do calor sentido nesta quente cidade.

 

torre da plaza de Espanha,Sevilha- Espanha

 

Uma boa ideia para percorrer este centro histórico de Sevilha, e outras zonas, como a Plaza de Espanha ou outras zonas mais distantes, será alugar uma bicicleta; nós alugamos numa pequena banca junto da ponte San Telmo (a seguir à ponte Triana), ficando a um bom preço, podem alugar vários tipos de modalidade, por horas ou para todo o dia têm muitas ofertas em vários locais, dependendo do tempo que querem e do local onde começam a rota, bem como o tipo de bicicleta.

Podemos pegar na Bicicleta, ou percorrer cerca de 1km e ir até ao grande e bonito parque Maria Luísa, aqui já numa das extremidades temos o Aquário de Sevilha, com bilhetes desde 18€; ali próximo além da “Plaza de América”, também temos o museu Arqueológico, um museu com origens do século XIX, sendo os bilhetes a apenas 1.5€; seguindo pelo parque Maria Luísa, podemos além de relaxar, ou tomar um café, beber uma água ou cerveja para refrescar, desta cidade que é considerada como uma das mais quentes da Europa, vamos então para aquela que é uma das principais atrações de Sevilha, a “Plaza de Espanha”, uma praça soberba, com o seu Canal que circunda os edifícios e de uma beleza considerável, os bancos à sua volta ornamentados com azulejos, em que cada um representa uma das províncias de Espanha, é sem dúvida uma magia muito forte que esta praça soberba nos trás.

 

Arquivo das Índias, Sevilha

 

Esta praça foi projetada por Aníbal Gonzalez, sendo que a sua construção começou em 1914, sendo a mesma para servir para a Exposição Ibero Americana de 1929; além de contemplar toda esta bela praça com uma arquitetura soberba, podemos dar uma volta de barco no seu mini canal com cerca de 500 metros de extensão que faz a meia-lua desta em frente destes belos edifícios (penso que a volta de barco, custa cerca de 5€); as suas belas torres de estilo barroco, com cerca de 70 metros de elevação dão uma beleza ainda mais relevante a esta zona de relevância da cidade; aqui se encontra ainda uma subdelegação do governo Espanhol, venham até aqui e desfrutem de uma das mais belas praças, se não a mais bela onde já estive.

Próximos da praça, temos ainda o museu de história Militar, sendo a entrada deste gratuito e o parque Prado de San Sebastian.

Indo um pouco mais para a margem do rio e de regresso no sentido para o centro da cidade, destaque para o Palácio “San Telmo”, um belo monumento de estilo barroco, que foi renovado em 2010 (por uma avultada quantia), sendo neste palácio a sede do governo Regional.

 

palácio San Telmo, Sevilha- Espanha

 

Atrás deste belo palácio temos um complexo, “Real Alcázar”, este palácio fortificado, é um dos mais antigos do Mundo, os bilhetes para visitar são cerca de 11,50€, com belos pátios e jardins, aqui junto deste  complexo temos a Catedral de Sevilha, sendo esta sua bela e imponente catedral, de finais do século XII, esta catedral além de ser maior de Espanha, é a terceira maior igreja do mundo e o maior templo gótico do Mundo, a sua torre, Giralda, uma torre que tem cerca de 101 metros de altura e tal como a Catedral são um dos monumentos mais visitados na cidade, a sua visita (ambas) custa 9€, podendo combinar a visita da catedral e da torre com o palácio Alcázar, no site podem obter mais informações do palácio e da catedral; aqui próximo da catedral temos também o Arquivo das Índias, onde se concentra toda a documentação das antigas colónias espanholas, um belo edifício, que podemos visitar gratuitamente.

 

catedral de Sevilha- Espanha

 

Nesta zona encontra-se o bairro Santa Cruz, que é um bairro judeu desta cidade, um bairro diferente e cheio de história no coração da cidade; não muito longe daqui temos ainda um belo palácio do século XVI, o palácio Casa Salinas, podemos visitar o seu interior, que mantém a sua originalidade, com madeiras e azulejos bem antigos no exterior podemos ainda ver os seus pátios, os bilhetes custam 6€.

 

charretes junto à catedral de Sevilha

 

Seguindo agora junto da margem do rio Guadalquivir aproveitando a sua harmonia, antes de chegar novamente ao centro da cidade, temos outro ícone que retrata a cidade, sendo tal como a Plaza de Espanha uma das suas fotos postais, a torre del Oro, uma torre junto ao rio, que remonta ao século XIII, é um dos símbolos de referência da cidade, servia como um dos pontos de proteção da cidade,  a torre com cerca de 36 metros de altura conta com um museu Naval; podemos visitar a mesma por 3€.

Regressamos então ao centro desta bela e quente cidade Espanhola, tendo destaque ainda mais dois locais que merecem visita, a casa de Pilatos, que é um palácio dos finais do século XV com uma mistura de vários estilos arquitetónicos, podemos o visitar por 12€ (já com áudio guia), está aberto das 09:00h até às 18:00h (19:00 no verão); outo local de destaque é “las Setas ”  (Metropol parasol) de Sevilha, um belo monumento urbano em madeira, na “Plaza de la Encarnación”, um monumento de arte moderna, e  que é também uma bela estrutura para admirar, eu não tive tempo de a visitar ( já estávamos no limite de aluguer da bicicleta), mas sem dúvida que vale a pena a visita desta bela obra com cerca de 26 metros de altura, tendo no seu subsolo antiquarium, a visita a este é de 2€ à torre da estrutura o preço è de 5€, no site oficial podem consultar tudo.

Terão muito para descobrir nesta encantadora cidade, mas penso estar aqui o essencial, simplesmente desfrutem, cada viagem ́é uma experiência única, algo que não se explica, mas sim se sente, para mim viajar é a maior e mais enriquecedora experiência, descubram, sintam e vivam cada momento.

 

torre delOro, Sevilha- Espanha

 

A gastronomia de Sevilha é muito rica e variada, claro que as tapas, são obrigatórias e em que temos muitas e variadas destas tradicionais iguarias, podemos encontrar várias casas de tapas tradicionais espalhadas em vários locais, mas no centro, ou em Triana serão as mais tradicionais; onde temos uma vasta oferta para “tapear” a qualquer altura do dia; os pratos tradicionais como o célebre  “gaspacho”, a sopa fria feita à base de tomates e também  com pimentos e pepino; a simplicidade de uns espinafres com grão de bico; o rabo de touro ( não fosse esta uma zona de toiros) com um molho forte, normalmente servido com batata; o “pescado” frito, simplesmente pedaços de peixes envoltos em farinha e fritos; de salientar também um que para quem é Português não lhe ficará indiferente, o Bacalhau com tomate, que basicamente é frito e acompanhado com um molho de tomate alho e pimentão; para quem tal como eu ( e o meu grupo de amigos), gosta de caracóis, aqui também temos isso como algo comum e que pode ser consumido por exemplo numa esplanada com uma bela “Caña” (termo para cerveja de pressão, fino ou imperial) fresca.

A cerveja mais popular é a Cruz Campo, que é produzida aqui em Sevilha, pertence neste momento ao grupo da holandesa Heineken, dentro das cervejas espanholas, que não sou particularmente fã, esta está acima da média, tal como a Estrella Galicia.

O vinho aqui também tem uma tradição muito grande nesta região de Espanha, sendo nas zonas de Málaga e Huelva as mais populares; de salientar claro o “tinto de verano”, ou seja a famosa Sangria, acho que toda a gente gosta e aqui é bem tradicional.

Desde já aviso que por duas ocasiões comemos frangos assados quer num restaurante e já prontos num supermercado, e sem dúvida alguma, que não vale a pena..os nossos realmente são bem melhores.

 

rio Guadalquivir e torre del oro, Sevilha- Espanha

 

A diversão noturna nesta cidade também é muito forte, com vários bares, muita diversão e sendo esta uma cidade turística, muitos turistas e estudantes estrangeiros, uma grande concentração é sobretudo junto às margens do rio, mas temos muitas outras espalhadas pelo centro da cidade, aqui especialmente em bares de tapas e mais pequenos, com destaque para o bairro de Alfafa, as zonas de Triana e Alameda são dos também das mais famosas, a diversão aqui é muita.

O Flamenco é algo que retrata em muito esta cidade, temos inúmeras ofertas de espetáculos deste género musical, que foi considerado património da Unesco; o berço do Flamenco foi no bairro de Triana, outrora um bairro empobrecido desta cidade, mas que hoje ganha um charme diferente e essa realidade é agora diferente; podemos ver aqui no seu berço um espetáculo, ou também em casas pequenas no centro histórico e claro em vários outros pontos da cidade; os preços são muito variados, dependendo do tipo de espetáculo, mas os preços podem variar entre 25€ e 45€; podemos ver o museu do Flamenco no site podem consultar preços têm vários tipos de combinações com preços entre 10€ e 26€ o museu fica no centro da cidade.

 

plaza de Espanha, Sevilha- Espanha

 

Outra arte cultural relevante em Sevilha, assim como na Andaluzia (e claro em grande parte de Espanha), são as Corridas de Toiros, não vamos agora discutir sobre isso, a verdade é que a cultura tauromáquica aqui é muitíssimo forte, os preços aqui para uma corrida de toiros é bem mais cara que em Portugal (um amigo meu que é aficionado, segundo ele aqui é muito diferente, sendo a cultura do toureiro a pé com a maior tradição); para quem gostar além de uma possível corrida de toiros, pode visitar o museu da praça de touros de Sevilha (“Real Maestranza”), os bilhetes são de 8€, fica junto à “plaza de la ventas”, próximo do rio Guadalquivir e a 400 metros da ponte Triana.

 

Praça de Touros de Sevilha- Espanha

 

Em termos de eventos além do Flamenco e da Tourada, temos grande destaque para a Feria de Abril, que começou em 1847, sendo em 1973 que conta com o local central onde se realiza atualmente, é realizada de 18 a 24 de Abril, conta com uma vasta área, mais de mil stands, várias atividades, música e eventos variados, é algo muito cultural na região de Andaluzia e em especial aqui em Sevilha; a semana santa também é vivida com muita intensidade nesta região, pelo que soube não tanto em Marbelha devido à grande concentração turística, mas em Sevilha e Cádiz, bem como nas maiores cidades de Andaluzia, como Málaga, Córdoba, Huelva, etc, a semana Santa tem uma grande tradição.

Para quem gosta de futebol, Sevilha conta com dois clubes rivais, o Sevilha FC e o Real Bétis; o estádio do Sevilha FC, o “Sánchez- Pizjuán”, pode ser visitado por 10€, bilhetes e informação no site do clube já o do seu rival, Real Betis, o estádio “Benito Villamarín” também tem o custo de 10€ para fazer a visita, informações no site do clube.

Mais informações no site oficial de Turismo de Sevilha.

 

Cádiz

Esta acolhedora cidade, também merece uma visita, embora seja bastante mais pequena comparativamente com Sevilha, caso tenham tempo podem fazer a visita ao seu centro histórico, bem como uma das mais conhecidas praias, a playa de la Caleta.

No centro histórico, temos o grande destaque para a bonita e imponente catedral de Cádiz (de la Santa Cruz), esta catedral católica foi construída no século XVIII, em 1838, num estilo barroco e neoclássico; é possível visitar a torre do relógio ou ao museu, podemos obter mais informações e comprar os ingressos no site oficial.

No centro histórico podemos ainda além de percorrer estas ruas estreitas, numa calçada de estilo antigo, temos também a torre Tavira; o teatro romano, que é o mais antigo teatro da Europa (a entrada é gratuita); junto da playa de la caleta temos ainda o castelo de Santa Catalina (penso que infelizmente neste momento ainda não se encontra recuperado nem aberto ao público), o forte de S. Sebastião (que fica numa pequena ilha); Uma passagem pelo mercado central também é uma excelente opção e até por exemplo caso tenho como cozinhar no alojamento, os produtos locais e um peixe acabado de pescar  adquiridos neste mercado tornaram uma refeição bem melhor e autêntica.

 

playa de la Caleta, Cádiz- Espanha

De salientar que dadas as suas ruas serem estreitas e o centro histórico muito concentrado, estacionar por aqui será difícil, pelo que a melhor solução será estacionar num parque subterrâneo, podem alugar por 24h.

Um evento de destaque na Cidade é o Carnaval, um dos mais famosos de Espanha, enchendo a cidade de concertos e várias atividades.

 

Catedral de Cadiz- Espanha

 

Cádiz- Espanha

 

Para amantes de Flamenco, esta cidade tem uma forte ligação a este estilo Cultural e Musical típico de Espanha, podendo visitar  em San Fernando, a cerca de 14km de Cádiz, onde temos a Penã fc Camaron de La Isla, que é uma homenagem ao revolucionário do Flamenco, de seu nome José Monge Cruz (Camaron de la Isla).

Mais informações no site de turismo de Cádiz, ou no site do município (Ayuntamiento).

 

 Marbelha

Esta cidade muito conhecida pelas abastadas celebridades que vêm aqui em carros topo de gama e iates nas férias de verão, podemos dividir praticamente esta cidade em duas, o centro da cidade e a parte antiga (temos aqui também o porto de Marbelha) e a zona de Puerto Banus, onde iates, carros topo de gama, lojas de luxo se concentram por aqui. É definitivamente uma zona bem diferente, apesar de mais afastados da linha da praia e desta zona da marina com os iates luxuosos, termos preços mais acessíveis, esta zona é mais cara que no centro da cidade, bem como a maioria do alojamento.

No centro antigo podemos dar um pequeno passeio ao final da tarde, percorrendo as pequenas ruas num estilo característicos, destaque para a Plaza de los Naranjos, fluente de la virgen, Ermita del santo Cristo, estátua la Bella del mar, a Plaza de las Iglesias, entre outros e claro aproveitar para um lanche, provando umas tapas, ou simplesmente beber por exemplo uma cerveja numa esplanada.

A grande extensão de praias não só ao longo da parte principal e mais ornamentado (avenida del mar), onde temos vários apartamentos e várias lojas, muitas de lembranças e que vendem bebidas frescas; seguindo depois por um caminho que não está calcetado, temos uma enorme extensão de areal com várias praias.

 

Marbelha- Espanha

 

Marbelha- Espanha

 

Marbelha é sem dúvida um destino para diversão, quer junto do porto da cidade, onde numa zona temos uma grande concentração de bares e de locais de comida rápida; no centro embora aqui seja mais tradicional e não tão “agressivo” e claro bem como na luxuosa zona de Puerto Banús, a oferta é grande.

Podemos apenas desfrutar da calma do mediterrâneo e relaxar numa das praias de Marbelha, sem dúvida uma que esta é uma zona agradável para relaxar e aproveitar o merecido descanso de Verão.

Mais informações no site oficial de turismo de Marbelha.

Viagens Felizes

 

iates em PuertoBanús, Marbelha- Espanha

 

Dicas e notas

Para quem vier de outros pontos do país sem ser de viatura própria, podem chegar a Sevilha pela Rede Expressos ou na flixbus.

Dentro de Espanha podemos ir de bus pelas companhias da Alsa ou pela companhia Comes; de comboio podemos ir de Sevilha para Cádiz na Renfe podemos ver os horários no site oficial.

De Sevilha para Cádiz o bus demora cerca de 1h e 45 minutos, sendo o bilhete entre 12€ e 15€; de Comboio demoramos cerca de 1h e meia sendo os bilhetes a rondar os 13€.

De Cádiz para Marbella podemos ir de Bus sendo a viagem de quase 3h, os bilhetes rondam os 20€.

Podemos voar para Sevilha desde o Porto ou Lisboa pela Ryanair, pela TAP temos voos diretos desde Lisboa em pouco mais de 1h.

Para ir do aeroporto de Sevilha para o centro da cidade podemos ir facilmente de Bus, linha EA, a viagem demora cerca de 30 minutos e os bilhetes custam cerca de 4€, podendo comprar o mesmo diretamente no Bus; dentro da cidade um bilhete simples comprado a bordo custa 1,40€, podem consultar informações e horários no site oficial; outra opção é o metro de Sevilha, as tarifas simples ficam entre 1,35€ e 1,80€ ou podem comprar para um dia inteiro por 4,50€.

Para mais informações, poderá consultar o site de turismo de Andaluzia. 

 

refrescar em Marbelha- Espanha

 

Podemos utilizar cartões sem taxas como o Revolut, para evitar as taxas de levantamento dos ATMs ou levar em numerário.

Esta região, tal como o sul de Portugal tem temperaturas mais agradáveis durante a maioria do ano.

Em Sevilha, devido ao calor e à falta de praia, uma boa opção será escolher um alojamento com piscina, podendo assim refrescar um pouco.

O fuso horário de Espanha é de mais uma hora que em Portugal, a moeda é o Euro, o indicativo telefónico é +34 e o domínio de internet .es .

 

 

Reservas (click):

Booking – Alojamento

Get Your Guide– Tours, entrada em monumentos

Bestravel- Promoções de viagem

Rental Cars- Aluguer automóvel

Revolut- Cartão bancário sem taxas

Amazon– Artigos de viagem

Iati- Seguro de Viagem

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos nas redes sociais:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

PROMOÇÕES DE VIAGENS

ARTIGOS DE VIAGEM

SEGURO DE VIAGEM

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS