MENU
1 Mai

OS ENCANTOS DE VILA DE BISPO: PONTA DE SAGRES E PRAIA DO BURGAU

 

Os encantos de Vila do Bispo: Ponta de Sagres e Praia do Burgau

Texto & Fotos de Mário Menezes

 

Há mais de um quarto de século que passo vários fins de semanas e muitos dias de férias no Algarve mas ainda tenho muito para descobrir na região. Numa altura em que as viagens ao estrangeiro estão na gaveta, dar uns passeios pelo nosso país é uma alternativa e uma escolha acertadíssima. Mesmo em tempo de descanso, quebrar a inércia, a rotina de praia e casa, e até de saídas à noite, mudando de ares, sabe sempre bem.

No Verão passado, aproveitando dois fins de semana em Albufeira, e o facto de inesperadamente e repentinamente, ter decidido trocar o meu carro, para um híbrido, para gastar o depósito cheio de gasóleo do carro velhinho, dei umas voltas pelo Algarve. A escolha foi perfeita e em uma delas, aproveitei para voltar a Sagres, onde já não ia há quase 28 anos. Na altura com 17 anos de idade e por isso, ainda não tinha carta de condução. Regressei assim em homem, e 48 países estrangeiros visitados depois, a um local onde estive de menino.

 

Ponta de Sagres-Fortaleza de Sagres-Prainha das Poças

 

A Sagres, podemos associar a música da “Canção do Mar” de Dulce Pontes, que é ouvida em todo o Mundo.  Aquela zona, inóspita da “Ponta de Sagres”  até aparenta ser mesmo o “Fim do Mundo”. Tal como a ponta do sul da Argentina onde meses antes tinha estado. Afinal, o Mundo é redondo, e em Sagres também pode ser seu fim!

É na “Ponta de Sagres” que fica a Fortaleza de Sagres com razões históricas ligadas à época dos Descobrimentos, que nos orgulhamos imenso, pois fomos donos de meio Mundo e estivemos em todo o lado. Assim nos ensinaram na escola, mas nos dias de hoje falar em Descobrimentos como um feito grandioso, é politicamente incorreto. Se viajarmos para a América, África ou mesmo para os nossos arquipélagos da Madeira e dos Açores, a interpretação desses feitos Lusitanos por “mares nunca antes navegados”, tende a ser bastante diferente daquela que a palavra “descobrimento(s)” qualquer dicionário define!

 

Ponta de Sagres-Fortaleza de Sagres-Entrada

 

Forte de Sagres-Torreão central-Ao longe o Farol de Sagres

 

Forte de Sagres-Torreão central

 

Aqui fica o  extremo sudoeste da Europa continental, nesta encruzilhada de rotas marítimas Atlânticas e Mediterrânicas onde se supõem que o Infante D. Henrique construiu uma escola náutica onde se formaram diversos navegadores que conquistaram o Mundo. Não há certezas da existência dessa escola, sabe-se no entanto que a fortaleza foi construída no Século XV e sofreu danos pelo sismo que em 1755 assolou Portugal. Foi então reconstruída nos finais desse século, de forma diferente da original. Trata-se do Monumento mais visitado do Algarve. Sobretudo pelas vistas impressionantes e grandiosas para o Oceano Atlântico. Faz parte do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina que se prolonga desde o Burgau que tal como Sagres pertence ao concelho Algarvio de Vila do Bispo, até São Torpes, concelho de Sines, já na Costa Alentejana. Uma zona onde a natureza predomina sobre a paisagem de betão, como é o caso das regiões turísticas do Algarve que atraem milhões de veraneantes.

 

Fortaleza de Sagres-Miradouro do Cabo Sagres

 

Fortaleza de Sagres-jump picture no promontório

 

Fortaleza de Sagres – Igreja de Nossa Senhora da Graça

 

A entrada na fortaleza é feita pelo Portão Monumental da Muralha, sendo gratuita aos Domingos e feriados até às 14 horas para residentes em território Nacional. A Igreja de Nossa Senhora da Graça é a primeira paragem. Uma capelinha que foi fundada ainda no tempo do Infante D. Henrique ou não fosse um motivo para “Os Descobrimentos”, o espalhar da Fé Cristã.

A rosa-dos-ventos é outro dos destaques.  Com 43 m de diâmetro, a circunferência é construída com pedras. Foi desenterrada em 1919 e é um dos documentos históricos vivos, que comprovam que eventualmente aqui a Escola Náutica existiu mesmo. Na nossa imaginação deve ter existido algo semelhante, pois a História é composta não só por factos mas também por lendas. Afinal como nasceu a cidade de Roma???
Os trilhos que se percorrem no enorme promontório, possuem cerca de 2 km de perímetro. Zona muito ventosa mas ao atravessá-la, o sacrifício  é bem compensado pela vista sobre a imensidão do Oceano Atlântico. O Miradouro do Cabo Sagres fica sensivelmente a meio caminho. Daqui é possível observar as falésias onde muitos aproveitam para pescar. A meio do percurso por este perímetro encontramos o Farol de Sagres que existe desde 1894, e também a “Voz do Mar”, um monumento que é uma câmara sonora activada pela maré,  para ouvir o som do mar através de uma gruta com 50 metros de profundidade e um labirinto circular, em forma de orelha, obra do arquitecto Pancho Guedes.
Uma Fortaleza como esta não lhe poderiam faltar os canhões. Um local de estratégia militar. Felizmente em tempo de paz, nos dias de hoje, servem apenas para tirarmos fotos. Os do Torreão central fazem as delícias dos visitantes sobretudo pela vista alcançada para a Prainha das Poças e para a Praia da Marreta, localizada nas imediações de onde deixamos estacionado o automóvel.

 

Fortaleza de Sagres-Padrão dos Descobrimentos

 

Fortaleza de Sagres-Monumento Voz do Mar

 

Visível ao longe quando percorremos os trilhos do promontório, fica a Praia do Beliche. Por estrada dista cerca de 7 Km. Ao lado, a Fortaleza do Beliche  em pleno Cabo de São Vicente. Construída no tempo dos “Filipes” também sofreu danos pelo terramoto de 1755.  Encerrada nos anos 90 pela ameaça de desmoronamento da encosta que ocupa, foi recentemente recuperada e reaberta ao público. As suas muralhas e a Capela de Santa Catarina são os spots favoritos dos visitantes.

 

Fortaleza do Beliche

 

Fortaleza do Beliche

 

Fortaleza do Beliche-Vista para Farol de São Vicente

 

Fortaleza do Beliche-vista para a Fortaleza de Sagres

 

A última paragem no Farol do Cabo de São Vicente na Fortaleza de São Vicente de onde podemos contemplar a vista a sul para a Fortaleza de Sagres, e a norte, para a Pedra das Gaivotas, um ilheu, a cerca de 114 m da costa, com 590 m de perímetro, 56 m de altitude.

 

Farol do Cabo de São Vicente-Entrada

 

Farol do Cabo de São Vicente

 

Farol do Cabo de São Vicente-Vista para o Ilhéu Pedra das Gaivotas

 

Percorrendo cerca de 25Km de automóvel chegamos à Praia do Burgau, como referi atrás, perto do limite geográfico do concelho de Vila do Bispo. Um local que saltou para a ribalta por ser comparado a Santorini, a mais famosa das Ilhas Gregas que já tive oportunidade de visitar.

Desde que Burgau é comparado a Santorini,  aquela pequena aldeia tem tido um corropio de visitantes. Os arquitetos fazem milagres e o facto de permitirem que as casas brancas, situadas naquelas ruas estreitas, tenham  listagens horizontais de cor azul, já a paisagem se parece com algo mais comercial! Azul e branco são as cores da bandeira Grega. Os Algarvios têm um enorme dedo para o negócio e aceita-se a comparação e numa altura em que o turismo tem de reanimar, todas as estratégias de boa-fé são bem-vindas.

A Praia do Burgau é apenas mais uma das belíssimas praias da região Algarvia, e merece sem qualquer dúvida uma visita.

 

Praia do Burgau- Algarve

 

Praia do Burgau- Algarve

 

Praia do Burgau- Algarve

 

Praia do Burgau- Algarve

 

Já em direção a casa, o dia não poderia deixar de terminar sem parar para jantar Frango da Guia. Uma das especialidades do Algarve. Um dos segredos da nossa gastronomia. O segredo é o tamanho pequeno (um pintainho, pouco mais…) e o tempero à base de ervas mediterrâneas. Acompanha com batata frita e salada de tomate “picada”, ou seja com tomate picado aos cubos, temperado com orégãos.

 

Frango da Guia- Algarve

 

Sem dúvida, foi um lindo passeio turístico, um dia inesquecível no Algarve, onde me sinto sempre em casa!

 

Links

Dulce Pontes – Canção do mar

 

Reservas (click):

Booking – Alojamento

Get Your Guide– Tours, entrada em monumentos

Bestravel- Promoções de viagem

Rental Cars- Aluguer automóvel

Revolut- Cartão bancário sem taxas

Amazon– Artigos de viagem

Iati- Seguro de Viagem

 

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos nas redes sociais:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

PROMOÇÕES DE VIAGENS

ARTIGOS DE VIAGEM

SEGURO DE VIAGEM

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS