MENU
23 Abr

MALTA, DESTINO DE PRAIA E CULTURA NO MEDITERRÂNEO

 

Malta, destino de praia e cultura no Mediterrâneo

Texto & Fotos de António Ribeiro

 

Malta é um fantástico destino que concilia praia, cultura e bom tempo, podendo ser uma boa opção tanto para famílias como para um grupo de amigos para umas divertidas férias de verão.

Esta pequena ilha no mar mediterrâneo, ao fundo da Sicília (a cerca de 90 km) é um excelente destino para vários tipos de viagem, mas penso que o seu esplendor será numas férias de verão, podendo assim além de uma excelente oferta cultural em várias das suas cidades, sobretudo na capital La Valetta ou também na cidade de Medina, a forte diversão noturna na zona de St.Julians Bay (mais propriamente em Paceville), o parque temático de Popeye Village; temos ainda uma vasta oferta de belas praias e claro as suas “ilhas irmãs” de Gozo e Comino, que acrescentam uma beleza natural soberba, podendo assim desfrutar de muita oferta e relaxamento neste pequeno tesouro no mediterrâneo.

Malta

 

A principal ilha é Malta propriamente dita, penso ser o local ideal para ficar, talvez Sliema, St. Paul’s Bay ou St. Julian’s Bay, serão dos melhores locais para ficar, com maior oferta de alojamento e próximo de praias, claro que há muitas ofertas em toda a ilha próximas de belas praias, (ou caso pretendam outro tipo de viagem, a capital La Valletta é uma boa opção, bem como as ilhas Gozo ou Comino) eu por exemplo fiquei em Pembroke, que fica muito próximo de St. Julian’s Bay, mais propriamente de Paceville, que é um dos locais de maior concentração de diversão Noturna, talvez mesmo o centro da vida noturna da ilha; à imagem de por exemplo Albufeira; Magalluf ou Arenal em Palma de Maiorca é sem dúvida um local de eleição para quem procura diversão.

O hostel onde fiquei que desde já recomendo, sendo dos melhores onde já estive, é o Sprachcaffe, além de hostel é também uma escola de Inglês, conheci muitos Brasileiros e outras nacionalidades que estavam aqui a estudar Inglês, tem uma piscina e é próximo da paragem de bus; podemos ter uma cama em dormitório por cerca de 18€/ noite; o alojamento em Malta é relativamente acessível, podendo ter bons preços mesmo para alojamentos próximos da praia e com Piscina.

 

Portão de entrada em Medina, Malta

 

Eu usei sempre o bus dos transportes públicos, quer para visitar as cidades, quer para conhecer várias das belas praias que a ilha tem para oferecer, mas principalmente para quem vem com mais pessoas, recomendo alugar um carro, pois é muito mais prático, um amigo que esteve aqui com a família alugou e disse ser uma ótima opção, alertou para o facto de no estacionamento haver o propósito de o carro estar na posição de saída do parque de estacionamento, informem-se bem dessas e outras pequenas regras no balcão do rent-a-car, para não terem surpresas com multas e dores de cabeça.

 

Malta

 

Malta

 

La Valetta, é a capital do País, merece um dia inteiro de visita onde podemos passar boa parte do tempo percorrendo o seu centro histórico e a sua baía (St. Elmo) à volta desta bonita cidade bem como do seu porto.

Dos locais de maior relevância de La Valletta estão a Catedral de S. Paulo Anglicano; a Co-Catedral de S. João (a entrada é grátis e com áudio guia custa 3€), é uma co-Catedral com o interior de estilo barroco e que foi um dos símbolos da luta dos cavaleiros contra os Otomanos; outro dos monumentos mais vistoso é o Palácio do Grão Mestre (podem ser vistas mais informações no site do património de Malta) que fica junto da magnífica praça de S. Jorge, conhecida também como praça do Palácio; o Museu Nacional de Arqueologia (também no site da arqueologia de Malta, os bilhetes custam 5€); a casa aristocrática do século XVI, Rocca Piccola e pelo que vi no site também dispõe de hospedagem B&B.

 

centro histórico de La Valleta, Malta

 

La Valletta, Malta

 

La Valletta, Malta

 

Um dos teatros mais antigos da Europa, o teatro Manoel; a igreja Paroquial de S. Paulo e o Museu Nacional das Belas Artes compõem algumas das principais ofertas culturais da cidade, ao entrar nesta fortificação a fonte Triton assim como as portas de entrada da cidade dão as boas vindas à capital de Malta.

 

Praça S. Jorge (do palácio) em La Valleta, Malta

 

La Valletta, Malta

 

La Valletta, Malta

 

Medina,  A cidade do silêncio, também merece uma tarde ou manhã para contemplar além da sua paz e harmonia o silêncio que se vive aqui, tudo entranhado e enraizado nestas paredes fortificadas desta cidade medieval.

Não há muito a dizer desta cidade, pois toda ela é um local a visitar, destaque para os seus portões de entrada, a sua bela Catedral (Catedral de S. Paulo),uma catedral Cristã de estilo barroco, no site oficial da Catedral podem comprar os bilhetes para visitar a catedral e o museu, os bilhetes custam 10€.

 

Catedral S. Paulo em Medina, Malta

 

O museu de História Natural, que pode ser visitado por 5€, podem ver informações deste e de outros museus no site do Património de Malta, aqui com o link direto; uma curiosidade são as placas de proibido fazer barulho, pois apesar de poucos habitantes (pelo que li cerca de 3000) ainda há quem viva nesta cidade que também é conhecida como a cidade velha e que foi outrora a capital de Malta.

Caso venham de bus, por exemplo da zona de St. Julian ‘s (eu foi de Pembroke que é a mesma linha), o bus 202 demora cerca de 50 minutos, no retorno apanhei hora de ponta e foi complicado, tentem evitar, quer seja de bus ou de carro.

 

La Valletta, Malta

 

Popeye Village, é um parque temático muito famoso de Malta, este serviu de cenário para o  Musical “Popeye”, em 1980; pode ser desfrutado tanto por famílias como por viajantes individuais, um belo cenário, com casas coloridas muito características (cerca de 19 no total), um bom local para um mergulho e banhos de sol e claro sobretudo para os mais pequenos onde além de inúmera atividades, insufláveis entre outros, podem ainda ter a companhia das personagens de Popeye e Olívia entre outros, é também possível fazer tours de barcos á volta da baía (Anchor Bay).

Os bilhetes simples custam 11€ (15€ no verão), mas têm pacotes para famílias, especiais para crianças e até festas; no site oficial de Popey Village Malta podem comprar bilhetes e obter mais informações. Pode ser  uma tarde bem passada, acho sobretudo ótimo para quem tem os mais novos consigo, o meu amigo que esteve em Malta, tem uma filha pequena e recomenda vivamente para quem tem filhos (eu por falta de tempo não pude visitar).

Para irem de bus podem  ir até Saqwi (de Valletta por exemplo podem apanhar o 44, ou 41) e a daqui é o nº101 até este belo parque temático; consultem no site oficial de transportes, a rota que melhor vos servirá.

 

Popeye Village, Malta

 

Popeye Village, Malta

 

Gozo é uma pequena ilha mais a norte da ilha principal, podemos fazer uma travessia de ferry quer para aqui quer para a sua mais pequena ilha “irmã”, a ilha de Comino. Os ferries partem no extremo mais a noroeste da ilha de Malta, no porto de Cirkewwa; o ferry para Gozo (porto de Mgarr), demora aproximadamente 25 minutos e custa cerca de 5 € ida e volta; já para Comino, a viagem demora um pouco menos, podem combinar com o de Gozo e por 13€ podem, visitar ambas as ilhas, informem-se melhor no site da Comino Ferrys, ou no Gozo Channel, no de Comino podem comprar logo o bilhete por 13€ online com a junção das duas ilhas (mas quem opera é o Gozo Chanel).

 

Gozo, Malta

 

Comino devem visitar para ver talvez dos mais bonitos locais deste País e que é um dos cartões postais, a Lagoa Azul, desfrutar desta beleza suprema com uma paisagem de tirar o fôlego, ideal para quem adora mergulho; tem apenas cerca de 3.5 km quadrados e podem ainda além desta linda lagoa visitar a torre de Santa Maria (construída em 1618) e as grutas com o mesmo nome, que têm bons locais para praticar mergulho.

Seguindo para Gozo, temos uma oferta cultural mais vasta, desde os Templos Ggantija, onde a entrada custa cerca de 9€ e podem aqui chegar desde o porto de Gozo no bus nº 322, podendo assim visitar este local arqueológico (mais informações no site do património de Malta); visitar a sua capital Victoria; na Baía de Dwerja, temos o rochedo Fungus Rock (apesar de eu não saber, para quem gosta de Game of Thrones certamente a reconhecerá), outro rochedo que também ele é um dos cartões-de-visita de Malta, é a Janela Azul, estes completam entre outros os locais de maior relevância desta que é a segunda maior ilha do arquipélago, Ambas por diferentes razões são um ótimo local para conhecer, um dia será o mínimo, para conhecer as ilhas irmãs.

 

Gozo, Malta

 

ferry para Gozo

 

Na gastronomia, Malta tem fortes influências mediterrânicas claro, mas também tem presente influência Árabe e Inglesa; o peixe e frutos do mar claro que serão sempre uma boa opção; como recomendo sempre, se poderem passar num mercado local pelo menos para comprar frutas ou caso possam  cozinhar, os produtos locais irão por certo ter uma experiência mais autêntica; o prato mais típico do país é o Paztizzi. Acho que adaptação à gastronomia Maltesa é fácil, tentem procurar restaurantes menos turísticos, dada a facilidade de comunicação e ser usado o Euro, será fácil pedir uma boa refeição em qualquer lado.

 

Malta

 

Em termos de praias, muito sinceramente é muito difícil escolher, mas acho que quer seja como eu em viagens mais calculadas de bus, ou tal como o meu amigo partindo à aventura de carro, não devem apenas conhecer uma, devem saltar de praia em praia para conhecer as belas ofertas que Malta tem para nos presentear; talvez Gozo e Comino tenham das mais belas, mas na ilha principal temos também muitas ofertas, descarreguem um mapa offline, escolham algumas e partam à descoberta.

 

Malta

 

Malta

 

mais uma praia em Malta

 

Viagens Felizes

 

 

Dicas e Notas:

Temos voos diretos para Malta (Aeroporto de Luqa) desde o Porto pela Ryanair e desde Lisboa pela Ryanair e AirMalta. Para ir

do aeroporto para os vários pontos da cidade temos uma boa oferta de bus, com uma rede que achei bastante boa, eu por exemplo para Pembroke apanhei o X1, mas X2, X3 e X4 levam a outros pontos espalhados pela ilha; podem consultar a rota e horários dos buses no site de Transportes de Malta, o tempo de viagem para La Valetta por exemplo é de cerca de 25 minutos e os preços das viagens são entre 2€ e 3€; os táxis custam cerca de 15€ (dependendo do local claro, mas è uma média).

A “ilha” de Malta na verdade é um pequeno arquipélago com a ilha principal de Malta; a ilha de Gozo, cuja principal cidade é Rabat e a mais pequena ilha ainda de Comino, há algumas ilhotas mais pequenas mas apenas estas são habitadas.

Em Malta a moeda é o Euro; o indicativo telefónico é +356 e o domínio de internet é .mt

 

vista do ferry, Malta

 

O fuso horário de Malta é de mais uma hora que em Portugal; as línguas oficiais são o Maltês e o Inglês, embora também se fale muito o Italiano devido à proximidade, é por isso muito fácil comunicar.

Caso aluguem carro notem que em Malta conduz-se pelo lado esquerdo, sobretudo nos cruzamentos e rotundas pode fazer alguma maior confusão; os limites de velocidade são de 50km/h dentro das localidades e 80km/h fora; a idade mínima para poder alugar caro é de 21 anos e a carta de condução Portuguesa é aceite no país.

 

curiosidade (obrigado ao meu amigo pela captura), Malta

 

Malta é muito calma e segura, achei o trânsito algo lento e confuso em horas de ponta, mas eu andei sempre de bus o meu amigo que foi com a família não teve problemas com o carro que alugou.

Em Malta apenas necessitamos de cartão do cidadão.

 

Site oficial de turismo de Malta: Aqui

 

Reservas (click):

Booking – Alojamento

Get Your Guide– Tours, entrada em monumentos

Bestravel- Promoções de viagem

Rental Cars- Aluguer automóvel

Revolut- Cartão bancário sem taxas

Amazon– Artigos de viagem

Iati- Seguro de Viagem

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos nas redes sociais:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

PROMOÇÕES DE VIAGENS

ARTIGOS DE VIAGEM

SEGURO DE VIAGEM

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS