MENU
30 Set

CENTRO HISTÓRICO DE ANDORRA

 

Andorra e o seu Centro Histórico

Texto & Fotos de António Ribeiro

 

Visitar Andorra já fazia parte dos meus planos de viagens há algum tempo e acabou por ser uma muito agradável surpresa. Confesso que não sou um fã de desportos de inverno, ou simplesmente esquiar (embora caso tivesse companhia para tal gostaria de experimentar), pelo que ao contrário da maioria não fui a Andorra por causa da neve, nem tão pouco para aproveitar as marcas caras a preços reduzidos devido às taxas de imposto do país; foi mesmo para ver e conhecer parte deste país no meio dos Pirenéus, entre Espanha e França.

A expectativa foi claramente superada, fiquei em Andorra la Vella conhecendo ainda as cidades ali mais próximas, como Escaldes e Santa Coma.

Adorei a atmosfera que ali se vive; uma harmonia fantástica rodeada das montanhas dos Pirenéus, tornando a paz e tranquilidade soberba; acho ser um local ideal para um fim de semana (dois dias/uma noite), para relaxar e ver um punhado de atrações espalhadas quer na capital quer nas outras cidades mais próximas.

 

Parc Central, Andorra la Vella

 

Fiquei num modesto Hotel, muito bem localizado, a cerca de 350 metros da estação de bus, perto do centro histórico e do estádio nacional, tendo uma bela vista sobre as montanhas, um Hotel que desde já recomendo, o San Jordi.

Começando a visita pelo centro histórico, começamos logo a sentir a harmonia da cidade com as casas em pedra, os telhados pretos também em pedra, as casas são muito bonitas e como que novas, pois mantêm um padrão definido, algumas foram remodeladas, continuando com o ar clássico. As ruas estreitas e sinuosas, as esplanadas dos bares, um pequeno miradouro, entre outros… é uma zona sem dúvida a percorrer!

Neste centro Histórico temos os principais locais de destaque bastante próximos: A Casa de la Vall, que é um edifício senhorial todo em pedra que remonta aos finais do século XVI, é a sede do parlamento do país tendo também uma grande importância histórica e arquitectónica na cidade, a entrada custa 5€, tendo a possibilidade de a conhecer por dentro numa visita disponível em várias línguas; aqui perto temos também o novo Parlamento de Andorra, nota ainda para um bonito miradouro “esculpido entre rochas aqui bem próximo destes dois edifícios, podendo vislumbrar mais uma bela vista sobre a cidade e os Pirenéus.

 

Casa de la Vall – Andorra La Vella

 

Um dos mais relevantes locais (também próximo, já ao sair do centro histórico) é a Iglésia de Sant Esteve, uma igreja bonita com a sua torre sineira em pedra, esta igreja de origem Românica remonta ao século XII, embora com remodelações no século XX, é a principal igreja da capital, podendo ser visitada gratuitamente.

 

Iglésia de Sant Esteve, Andorra la Vella

 

Iglésia de Sant Esteve, Andorra la Vella

 

Aqui junto, uma larga ponte, a Rambla Molines, que liga junto da igreja a uma praça urbana, que é como  como que um miradouro sobre as montanhas (numa das pontas vê-se uma estrutura metálica branca e vidro, que prolonga essa vista), além de arte urbana, encontramos um parque para os mais pequenos, a Estátua de Homenagem ao Emigrante (uma estátua metálica num tom “enferrujado”, sob uma base de pedra), além do Centro de Congressos de Andorra la Vella; encontra-se ainda um elevador em que podemos descer para a Plaça del Poble, onde ficam as 7 estátuas que compõem o Monumento dos sete Poetas, basicamente são 7 pilares em que no seu topo têm uma estátua (uma pessoa sentada), que representam as 7 províncias do principado de Andorra; nota para que à noite a sua beleza sobressai muito com a sua iluminação interna.

 

Ponte de la Tosca, Escaldes- Andorra

 

Percorrendo uma das mais famosas ruas da cidade de Andorra la Vella, a Av. Meritxell, que é uma das principais avenida com a localização de muitas lojas, algumas de luxo e comércio em geral, ao fundo da rua vamos dar ao Rio La Valira, passando para intercepção com outra avenida, vamos dar a uma zona pedonal (onde temos o posto de turismo), podendo ver, os cartões postais mais famosos da cidade, a estátua de Salvador Dali, The Nobility of Time, uma escultura de bronze (com “o relógio derretido”) de Salvador Dalí, está aqui desde 2010 e tem cerca de 5 metros de altura.

 

estátua The Nobility of Time, Andorra la Vella

 

Ao fundo outro cartão postal, este talvez ainda mais famoso, a Ponte Paris, uma ponte bonita numa estrutura metálica, com os ferros da mesma ligados no topo e ainda com umas bolas na sua ligação, tem de frente as letras “Andorra La Vella”, que além da sua já beleza arquitetónica fica ainda mais agradável à noite.

 

Ponte Paris, Andorra la Vella

 

Seguindo, temos já a cidade de Escaldes, que também merece a visita, o seu ponto mais alto é também um local a visitar e que se destaca na paisagem. Com o seu design arrojado e imponente é o centro termal de La Caldea, onde podem desfrutar destes banhos termais, tendo vários preços e programas, começando nos 31.5€, infelizmente não tive oportunidade de visitar, mas caso tenham tempo e disponibilidade financeira, será por certo uma ótima experiência.

 

centro termal La Caldea, Escaldes – Andorra

 

Em Escaldes podemos ainda, além de fazer uma caminhada por ruas comerciais e shoppings, aproveitando os preços mais baixos devidos a impostos (tal como em todo o país), podemos fazer uma não muito longa caminhada e ver por exemplo o Centro de Artes de Escaldes, podemos ver as exposições de arte deste centro de forma gratuita; seguindo para cima a igreja de Sant Pére Martir , uma igreja com uma bonita fachada construída entre 1956 e 1981, aqui próximo temos também o museu Carmen Thyssen, este museu pode ser visitado por 9€ e uma ponte em pedra, a ponte d’Engordany.

 

Centre d’Art d’Escaldes -Andorra

 

Subindo um pouco mais esta cidade podemos ainda beber água numa das nascentes termais, a Fonte del Metge e mais acima um pouco, mais uma bonita ponte em pedra, a ponte de la Tosca, mais afastado um pouco podem caminhar subindo a encosta temos a Igreja Sant Miquel Engolaster, ou já na província de Encamp, podemos ir até ao lago Engolasters. 

Depois de uma pausa, ou por exemplo depois de almoço, podemos fazer uma caminhada (cerca de 2.5 km desde Andorra la Vella), podemos ir visitar ainda uma igreja toda ela em pedra e que é uma das mais antigas de Andorra, a Iglesia de Santa Coloma ( já na província com o mesmo nome), esta belíssima igreja de origem pré-românica foi construída entre os séculos VIII e século IX, gostei muito da sua fachada exterior (encontrava-se fechada, tendo que pedir a abertura num outro local) acho que vale a pena a caminhada para ver este belo exemplar, podem claro conhecer mais um pouco desta outra província.

 

Igreja de Sant Pére Martir, Escaldes- Andorra

 

Iglesia de Santa Coloma, Andorra

 

Em Andorra La Vella deixo ainda nota para o parque central, onde podemos relaxar nesta sossegada cidade; subir um pouco até um ponto mais alto onde temos o Solá de irrigation canal trail, que é um caminho nesta parte elevada em que se encontra um caminho que passa ao longo de alguns terrenos agrícolas e um pequeno percurso de água que serve para levar a água a estes mesmos terrenos, daqui vislumbra-se uma bela vista sobre a cidade, numa parte mais elevada também uma belíssima igreja, toda ela em pedra, a Iglesia de Sant Andreu.

 

Iglesia de Sant Andreu, Andorra la Vella

 

Para comer, existem bastantes locais, dou uma sugestão de provarem, por exemplo, algumas iguarias em supermercados, como uma deliciosa variedade de azeitonas entre outros produtos locais, podemos fazer um bom lanche com produtos típicos, um dos supermercados fica próximo do posto de turismo, o “U”; em restaurantes, a diversidade é muita, um hambúrguer no restaurante Chester, junto da igreja Sant Esteve, não muito longe da praça Guillemó e por ali perto existe uma grande oferta de restaurantes; podemos beber agradavelmente uma bebida num dos bares da parte histórica, numa esplanada, caso apreciem cerveja, encontra-se muito próximo da igreja Sant Esteve , a cervejaria “La Birreria”, onde têm uma variedade enorme de cervejas.

Além da neve e dos desportos de inverno associados, podemos conhecer mais neste bonito e tranquilo País no meio das montanhas, acho que vale muito mais que só para desfrutar deste quando se veste de branco, penso que podem passar agradáveis momentos a conhecer Andorra.

Viagens Felizes

 

Fonte termal de la Metge – Escaldes -Andorra

 

Dicas e notas:

Para Andorra a única forma de ir é de meio rodoviário, os aeroportos (internacionais) mais próximos são Barcelona e Toulouse. Dependendo de onde seja mais prático, ou alguma cidade que tenham vontade de visitar, em termos de distância é semelhante, embora a oferta de bus desde Barcelona seja maior; para mim a melhor opção sem dúvida e desde Barcelona, pois é um pouco mais rápido e mais barato o bus, bem como temos mais ofertas de voos para Barcelona e acho que pode ser uma cidade mais interessante para uma breve visita durante a escala aqui feita, mas é apenas um opinião pessoal.

 

Barcelona fica a cerca de 200 km de Andorra la Vella (cerca de 2h e trinta minutos de carro), podemos ir diretamente de bus desde do aeroporto, pela Andbus, cuja viagem leva cerca de 3h e 15 minutos e custa em média 56€* e pela DirectBus, que demora sensivelmente o mesmo tempo e os bilhetes custam cerca de 59€*, (esta companhia passa também pelo centro de Barcelona na estação Sants ficando o bilhete em torno dos 51€*) ; outra opção, para mim a melhor dependendo dos horários dos voos e também a mais barata è desde o centro da cidade, na Estació del Nord pela companhia Alsa, em que temos mais horários, o bus direto demora cerca de 3h e 15 minutos e fica em  apenas 35€*

Nota: caso vão até ao centro de Barcelona a opção mais barata é o bus 46, que vai até a placa Espanya, o bilhete custa cerca de 2.5 €, e demora cerca de 40 minutos, a opção mais rápida e pratica e o bilhete do aerobus custa 5.95€.

Caso vão de Toulouse, a distância até Andorra la Vella é de 184 km (cerca de 2h e 30 minutos ), sendo que podemos ir de bus pela Andbus,  o tempo de viagem é de cerca de 4h e o bilhete de ida e volta fica em cerca 64€*.

(* os preços dos bilhetes para Andorra são de ida e volta)

 

No controlo da fronteira com Espanha, no bus foi bastante tranquilo verificando apenas os passaportes e apenas olharam para as malas na bagageira do bus, apenas no regresso pediram para ver uma mala, mas pelo que já soube, caso vão de carro podem fazer um controlo mais apertado e no caso de não declararem valores.

 

Podemos fazer a maioria dos locais a pé, até porque desfrutar da cidade de Andorra la Vella ou Escaldes è fantástico, deixo contudo o link do turismo de Andorra com as rotas dos buses interurbanos em Andorra; a cidade é super tranquila e segura, bem como a achei incrivelmente limpa, os preços estão na media de uma cidade grande, embora haja alguns locais mais caros e de “luxo”, mas por exemplo café (português cerca de 1.3€) e obviamente em restaurantes depende da vossa escolha.

Tem uma boa vida noturna embora bastante calma e animada, com muita gente na esplanada, a beber cerveja, no entanto sem exageros.

 

Andorra La Vella à noite

 

Acho um bom destino para passar um fim de semana / dois dias, apenas para descontrair, podendo ainda por exemplo relaxar nos banhos termais de La Caldea.

Caso sejam praticantes de desportos de inverno, aqui será por certo um ótimo destino, quer em Andorra la Vella, ou em Paz de la casa, aqui no inverno a neve é abundante bem como os desportos de inverno

 

A moeda é o Euro, o fuso horário é de mais uma hora que em Portugal: a língua oficial é o Catalão, contudo o Espanhol é falado em todo o lado (quase que em simultâneo) e dada a forte emigração de Portugueses é fácil encontrar alguém que fale Português.

 

Site oficial turismo de Andorra (todo o país): Aqui

Site de turismo de Andorra La vella:  Aqui

Site museus de Andorra:  Aqui

 

Para alojamento em Andorra, consulte aqui.

 

Reservas (click):

Booking – Alojamento

Get Your Guide– Tours, entrada em monumentos

Bestravel- Promoções de viagem

Rental Cars- Aluguer automóvel

Amazon– Artigos de viagem

 

 

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos nas redes sociais:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

PROMOÇÕES DE VIAGENS

ARTIGOS DE VIAGEM

SEGURO DE VIAGEM

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS