MENU
18 Dez

VISITAR O PAÍS BASCO, BILBAO E SAN SEBASTIAN

 

Visitar o país basco, Bilbao e San Sebastián

Texto & Fotos de António Ribeiro

 

O país Basco é uma das regiões mais ricas e desenvolvidas de Espanha, onde para além da sua indústria, aqui estão também muitas das sedes dos seus Bancos.

Esta região com uma cultura mais aguerrida desde logo com a sua língua “Euskara”, uma língua com as suas origens algo complexas, e ao facto de ter sido proibida durante a ditadura do General Franco; uma coisa é certa a sua origem nada tem a ver com o Latim.

O país basco Divide-se em três províncias, Biscaia, Guipúscoa e Álava.

 

Ponte Maria Kristina, San Sebastian

 

Temos voos diretos de Lisboa e Porto para Bilbao pela Vueling; decidi ir até Bilbao, a “capital” da região da Biscaia e daqui ir de bus depois até San Sabastian ( Donostia).

Bilbao foi uma cidade industrial que cresceu bastante e se modernizou nos últimos anos; O seu famoso museu Guggenheim junto à ria de Bilbao foi o motor de arranque para revitalizar Bilbao, sendo atualmente um dos museus mais visitados em Espanha.

 

Museu Guggenheim

 

Aranha gigante junto ao museu Guggengheim

 

Este museu apesar de no seu interior ser em tudo igual aos museus na generalidade com várias exposições, por fora tem uma arquitetura arrojada e vanguardista revestido a titânio, com várias curvas e formato singular; os bilhetes de entrada geral são de 13€. Ali quase por cima de nós temos a ponte (“zubia”) La Salve, a principal porta de entrada com a parte norte de Bilbao.

Casa consistorial de Bilbao

 

Casa Consitorial de San Sebastian

 

Museu San Telmo, San Sebastian

 

À volta do museu outras pequenas referências como uma aranha gigante e o seu `’guardião” do outro lado do museu, uma escultura em flores como que um arbusto gigante, o “puppy”, quase uma mascote da cidade. Mais à frente temos o parque Doña Casilda Iturrizar um dos principais espaços verdes desta cidade, ficando ali junto o museu de belas artes, que inicialmente surgiu graças a contribuições de colecionadores particulares; mais distante o museu marítimo de Bilbao.

 

Museu marítimo da ria de Bilbao

 

Seguindo no outro sentido, para o centro histórico de Bilbao junto à ria temos mais uma referência a Bilbao estar associada à arquitetura moderna, a ponte Zubizuri (traduzido do basco “ponte branca”) uma ponte vanguardista que liga os bairros de campo Volatin com o de Uribitarte. Apesar de eu na altura não me ter apercebido, (mas depois de um documentário sobre engenharia), inicialmente a ponte era com o pavimento em vidro, mas devido aos erros de engenharia para criar atrito no vidro e evitar escorregadelas foi colocado uma espécie de tapete de borracha, perdeu alguma leveza mas continua a ser uma ponte bonita. Ali perto do lado do Campo volatin, temos o funicular de Artxandra que nos leva para o miradouro sobre Bilbao, apesar de eu não ter ido, penso que vale a pena para ter uma vista sobre a cidade, o preço é igual ao de uma viagem de metro.

Ponte Salvia, vista desde o museu

 

Seguindo  para Casco Viejo (centro antigo) temos a casa Consistorial (câmara municipal), inaugurada em 1892; seguindo para junto da ponte Arenal temos aí perto a igreja de S. Nicolau, um templo católico de estilo barroco; seguindo em casco viejo entre outro outros temos a praça Miguel Unamuno; o museu arqueológico; a catedral de Santiago e o famoso mercado da ribeira, o maior mercado coberto da europa, comercializando vários produtos frescos e inclusive tem barracas de pequenos produtores, assim como uma parte de restauração; Já na “saída” de Casco Viejo, temos a ponte e a igreja de S. Antão. Claro que mais há a descobrir, eu como gosto de explorar as partes residenciais das cidades percorri mais uns quilómetros nas redondezas, podem fazer o mesmo e ver mais coisas. Podemos aproveitar para visitar a parte mais nova da cidade, por exemplo a plaza Moya junto à Gran via, o museu de belas artes, ou a um antigo armazém de vinhos que agora é um centro cultural e desportivo: Alhóndiga.

 

Casco Viejo, Bilbao

 

Casco viejo, junto á ria, Bilbao

 

Nota para uma atração muito famosa, mas que já fica afastada do centro, tendo que apanhar o metro (estação de Areeta, cerca de 30 minutos de viagem) a ponte de Vizkaia. Esta ponte suspensa, a primeira deste género no mundo, foi inaugurada em 1893, une Portugalete a Getxo; o seu autor Alberto Palacio, foi aluno de Gustave Eiffel, daí algumas semelhanças na sua estrutura com a famosa ponte de Paris.

 

Igreja e ponte S. Antão

 

Igreja S. Nicolau, Bilbao

 

Igreja Santo Antão, Bilbao

 

Aproveito para dedicar esta publicação ao meu amigo Mário Menezes, que também colabora com publicações aqui no site dos Amantes de Viagens.

Ora sendo ele um apaixonado por futebol, e gosta de visitar estádios nas suas viagens, por certo gostaria de estar junto ao estádio S. Mamés (e por certo visitar), a casa do Athletic de Bilbao.

Um clube algo especial, pois para quem não sabe, todos os jogadores deste clube têm de ter uma ligação basca, ou nascer, ter crescido, ou ascendência Basca. Outra particularidade ́é o facto de ter dado origem ao Atlético de Madrid, pois este era uma filial do país basco. Um clube com muita história e pelo qual os habitantes de Bilbao são apaixonados; um abraço ao Mário que por certo sabe bem mais que eu neste aspecto; se puderem dêem um salto até aqui pelo menos para ver o espírito dos adeptos bascos.

 

Estádio do Athletic Bilbao

 

San Sebastian merece a visita, desde logo pela sua famosa praia ” playa de la concha”, uma das praias urbanas mais famosas de Espanha.

 

Vista da Playa de la Concha no monte Urgull

 

Chegando ao terminal rodoviário de San Sebastian (Donostia), temos em frente a ponte  Maria Kristina (em basco ponte é “Zubia”), sobe o rio Urumea, (uma ponte bastante bonita), atravessando a ponte, do outro lado do rio, em direção à praia de lá concha, chegamos ao centro da cidade. Podemos fazer uma breve visita a este centro histórico, visitando entre outros o museu San Telmo; o palácio dos congressos e o auditório Kursoal; a catedral do bom pastor de San Sebastian (sede da diocese); a basílica de santa Maria del Coro, uma basílica de estilo barroco e a sua câmara municipal (casa consistorial), fazem com que esta pequena cidade tenha os ingredientes para uma tarde/ manhã bem passada (sem esquecer de depois comer uns poucos de “pintxos”..)

 

Basilica Santa Maria del Coro, San Sebastian

 

O monte Urgull ( uma península), de frente para a baía da praia de la concha contempla uma bela vista sobre a praia e a cidade “vieja” de San Sebastian. Podemos ainda, subir um pouco mais até ao monte Igueldo, viagem essa através do funicular, (eu como apanhei um dia de chuva, não fiz, mas vale a pena, o funicular, custa cerca de 3.75€ ida e volta).

 

Zubizuri Bilbao

 

Dicas e Notas: 

A forma mais fácil de chegar é pelos voos directos da Vueling, desde Lisboa ou Porto.

O bus de Bilbao para San Sebatian demora cerca de 1h e 15 minutos, os bilhetes ida e volta, cerca de 13€ ( eu na altura paguei um pouco menos, mas devido ao covid os preços aumentaram)  existem bastantes por dia, eu fui pela Alsa mas também há em Flexibus , Pesa e  Lurraldebus, como tudo mudou com o vírus podem haver várias alterações. Em San Sebastian têm bus, mas dá para fazer tudo a pé.

 

Estação ferroviária de Bilbao

 

Do aeroporto de Bilbao para o centro da cidade o bus é o Bizkaibus, linha A3247, os bilhetes custam 3€ e demoram cerca de 20 minutos fazendo três paragens no centro da cidade. (Daqui podem depois ir de metro para a hospedagem).

O metro em Bilbao é bastante moderno, se andarem muito de transportes, devem comprar o cartão “Barik”, que custa cerca de 3€ e depois carregam, o cartão dá para os transportes públicos de Bilbao.

Lembrar que em Espanha é mais um hora que em Portugal, notar também que na maioria dos ATM’ s (Cajeros), cobraram taxa para levantar, levem se possível dinheiro.

 

Bilbao, estação ferroviária

 

A gastronomia no país basco é algo diferente que em grande parte de Espanha, os tradicionais “pintxos”, um pouco diferente das tradicionais “tapas” de Espanha, uma espécie de aperitivos, variados, por norma em cima de fatias de pão, é escolher um e mais um e saborear.

Recomendo vivamente ir comer ao mercado da Ribeira em Bilbao, em Casco Viejo, para além de várias ofertas de “pintxos”, temos muitas ofertas de restaurantes com comida tradicional, aqui os locais vêm bastante, nem que seja para beber uma cerveja, um local em conta é típico para os locais. Pela noite a zona do casco Viejo, ali bem perto, é a zona mais noctíva da cidade, aproveitem para ir beber uma cerveja.

 

Mercado da Ribeira, Bilbao

 

Mercado de pequenos produtores em Bilbao

 

 

 

Para alojamento em Bilbao, consulte aqui.

 

Reservas (click):

Booking – Alojamento

Get Your Guide– Tours, entrada em monumentos

Bestravel- Promoções de viagem

Rental Cars- Aluguer automóvel

Revolut- Cartão bancário sem taxas

Amazon– Artigos de viagem

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos nas redes sociais:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

PROMOÇÕES DE VIAGENS

ARTIGOS DE VIAGEM

SEGURO DE VIAGEM

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS