28 Nov

SKOPJE – A CAPITAL DO PAÍS SEM NOME

 

Skopje, a capital do País sem nome

Texto & Fotos de António Ribeiro

 

Para ir a Skopje é preciso fazer alguma ginástica em termos de voos e de transporte, aconselho o site “Low Cost Airline Guide” , que apesar já um pouco desactualizado oferece bom mapa para ver quais as rotas low-cost para cada destino; de qualquer modo digo desde já que a companhia com mais extensa cobertura de rotas é a wizz air.

Eu fui até à capital deste país que luta para entrar na União Europeia, mas que devido ao seu nome tem tido muitos problemas, mas parece que finalmente vai ser possível, Macedónia do Norte, é o nome agora oficial, um país a descobrir nos Balcãs.

Eu para Skopje fui a partir de Pristina, tinha voado de genebra para Pristina e no dia seguinte fui de autocarro para Skopje, uma viagem de cerca de 2h, para mais informações ver o site Rome2Rio e ou reservar em Busradar.

 

JP Vodovod i Kanalizacija – Skopje – Macedónia

 

Skope fui tem a maioria das atrações turísticas próximas, apenas Milenium cross e Matka Canion ficam afastadas, recomendo dois dias; o meu hostel, que desde já recomendo, Unity hostel ficava perto das principais atrações turísticas, tendo apenas de caminhar 15 minutos para a estação de bus, para ir a Matka Canion e para no fim ir para Belgrado.

Primeira paragem depois do check-in foi a igreja Saint Clement of Ohrid, (ou Suborna Crkva), é a maior catedral ortodoxa da Macedónia do Norte, a sua arquitectura  moderna, é dedicada a S. clemente de Ohrid.

 

Igreja S. Clemente Ohrid – Skopje – Macedónia

 

Igreja S. Clemente Ohrid – Skopje – Macedónia

 

Rio Vardra- Skopje – Macedónia

 

De seguida dirijo-me para a principal praça de Skopje, a praça da Macedónia, junto ao rio Vardar.

Os contrastes desta cidade são enormes, no entanto apesar de uma cidade algo parada no tempo, a verdade é que os monumentos e em especial esta praça e os monumentos que estão todos próximos, são de uma imponência fenomenal, peso que foi das praças que mais gostei até agora.

 

Ponte de pedra- Skopje – Macedónia

 

Macedonia Gate – Skopje – Macedónia

 

Ao centro Alexandre O Grande no seu cavalo, (warrior on a horse) rodeado de hotéis bares, restaurantes e lojas, é um ex- libris da praça, tudo ali ficava próximo, a ponte de pedra, (ponte do imperador Dusan); o museu de Arqueologia, em frente à eye Bridge, um imponente edifício, com a ponte em frente com estátuas e candeeiros.

 

Praça da Macedónia – Skopje

 

Warrior on a horse- – Skopje – Macedónia

 

Seguindo o rio, a ponte de arte, e em frente o ministério público da macedónia (Primary Public Prosecutor’s Office), mais uma vez aqui a extravagância dum modesto país, mas tem todos os seus monumentos de fazer inveja às grandes capitais europeias, algo curiosamente dito pelo dono do Hostel.

A ópera e ballet da Macedónia…

 

Ministério público da Macedónia e ponte de arte – Skopje – Macedónia

 

Museu arqueológico da Macedónia e rio Vardar – Skopje – Macedónia

 

Percorri toda esta envolvências vendo inúmeros edifícios, estátuas, jardins dignos de cidades com economias ricas, gosteis desta surpresa… do outro lado das várias pontes, o Old Bazar, um dos mais antigos, e maiores mercados dos balcãs, desde cerca do século XII,   parecia um pequeno bairro como que uma parte antiga da cidade repleta de pequenas lojas, e numa parte mais ampla um mercado ao ar livre; um local de grande importância histórica para a Macedónia, gostei de vaguear nas ruas e ruelas onde se notava a história, e cultura num estado mais puro, e não os imponentes e vanguardistas edifícios junta da praça da Macedónia.

 

Old Bazar- Skopje – Macedónia

 

Madre Teresa House – Skopje – Macedónia

 

Madre Teresa House – Skopje – Macedónia

 

Estátua Madre Teresa – Skopje – Macedónia

 

Junto do old bazar estava a fortaleza de Skopje, no ponto mais alto da cidade com vista para  o rio Vardar, e para parte da cidade, aqui  está representada no brasão na bandeira da cidade; mais abaixo a casa do governador da Macedónia, mais um enorme edifício, repleto de Bandeiras do País.

 

Fortaleza Skopje – Macedónia

 

Casa do Governo da Macedónia

 

Dia seguinte o tão aguardado desfiladeiro Matka, “Matka Canion”, para chegar aqui não é muito fácil, a melhor forma é apanhar o bus nº 60 ao lado da estação de camionagem principal, que basicamente é a principal dos transportes  local, e fica por baixo de um viaduto, mas apesar de tal está bem identificada, o único problema claro está é informações e/ou pessoas que falem inglês (ou Espanhol/Português e  Francês), eu comprei o cartão recarregável (SKOPSKA) , custa 180 MKD, cerca de 3€ já com 3 viagens, e cada viagem adicionada é cerca de 35 MKD, 0.60€, aconselho a apanhar aqui, pois é mais fácil comprar o cartão, ou se possível, no próprio hotel, ou ponto de turismo

Nota importante, os autocarros nesta cidade para além de serem muito peculiares, têm um grande problemas com frequência e horários, eu no regresso, por e simplesmente como o motorista tava atrasado, não veio até ao desfiladeiro, pelo que tivemos de percorrer algum caminho para apanhar outra linha; pelo que vi na altura existem cerca de dez por dia em cada sentido; a viagem dura cerca de 45 minutos.

 

Matka Canion – Macedónia

 

Matka Canion – Macedónia

 

Gostei bastante do desfiladeiro, havia passeios de barco, mas estava sozinho, conhecendo depois uma rapariga da Turquia, mas preferi tomar café e desfrutar da vista e da calma do local, e conhecer pessoas diferentes, acabando mais tarde por conhecer um grupo, que se juntou a nós e fomos de regresso até Skopje.

 

Matka Canion – Macedónia

 

No dia seguinte fui até á Millennium Cross, tinha o meu autocarro para Belgrado, pelo que fui queimar os últimos cartuchos nesta cidade…fui pela manhã, perto do meu hostel havia uma paragem, para este destino é mais fácil de aceder; o bus é o nº25, podemos usar o cartão de transporte, como eu comprei com três viagens adicionei uma para o regresso, Chegamos ao monte Vodno, onde o bus para e espera até á hora de partida; lá temos duas opções, ou vamos por um trilho bem inclinado ou vamos num moderno teleférico, que a subida descida custa 100 MKD, 1.60€, penso que vale a pena pelo preço, é rápido e dá para apreciar a vista.

 

Teleferico Millenium Cross- Macedónia

 

Vista no monte Vodno, junto a Millenium Cross – Macedónia

 

Millenium Cross – Macedónia

 

No topo da montanha Vodno está esta Cruz enorme estrutura metálica, uma das cruzes mais altas do mundo, construída como memorial dos 2.000 anos de cristianismo no País. Dais temos uma magnífica vista sobre a cidade, embora que distante.

Notei algum abandono, mas penso que com o teleférico, e um pequeno café junto, se está a melhorar a experiência. Descendo novamente no teleférico moderno esperei algum tempo pelo bus nº25 e regressei ao centro de Skope, resto de tarde para algumas compras e mais umas fotos de noite sigo para Belgrado, penso que é uma boa opção, seguir daqui para a sérvia já que apesar de algo longa a viagem, sendo noturna e barata, consegue-se visitar pelo menos estas duas capitais, fui pela Fudeks, a viagem fez-se bem, paragem na fronteira para controlo de passaportes, e chegada ao início da manhã a Belgrado.

Adeus Skopje, uma agradável surpresa, perdida nos Balcãs.

 

Café em Skopje – Macedónia

 

 

 

Para alojamento, consulte aqui.

Para programas de viagem, consulte aqui.

 

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos também aqui:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

SEGURO DE VIAGEM

ARTIGOS DE VIAGEM

PROMOÇÕES DE VIAGEM

RESERVA DE VOOS/ HOTÉIS

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS