MENU
11 Dez

RIMINI E SAN MARINO, PRAIA E CULTURA

 

Rimini e San Marino, praia e cultura

Texto & Fotos de António Ribeiro

 

Devido a esta maldita Pandemia, todos nós que amamos viagens, ficamos com os planos alterados; eu não fui excepção e apenas pude ir a uma das que tinha planeado.

Queria um destino de praia e queria visitar uma vez mais Itália, como também queria visitar San Marino; um dos países mais pequenos da Europa que é uma das Repúblicas mais antigas do Mundo, tem como entrada Principal e mais próxima, Rimini para onde decidi ir.

 

Igreja S. Francis

Segunda torre

 

Rimini, apesar de ter um pequeno aeroporto, a forma mais económica e até mais rápida era apanhar um voo directo de Portugal para Bolonha: de Porto ou Lisboa, pela Ryanair; ou para Milão : Porto pela Ryanair e wizzair; Lisboa pela Ryanair, Wizzair e Easyjet; Faro, pela Easyjet.

De Bolonha demoramos 1h de comboio rápido, ou 1h e 30 de bus; de notar que temos de ter em conta o transfer do aeroporto para a cidade, cerca de 30- 40 minutos e bilhetes de cerca de 5-7€ por trajecto.

De Milão, quer Bergamo quer Malpensa ficam a cerca de 1h do centro e os preços em torno dos 8€/ trajecto, daqui ficamos a 2h e meia de comboio rápido, e cerca de 5h de bus.

Vejam do site da Trenitalia.com, as opções e preços de bilhetes de comboio quer seja de Milão ou  de Bolonha, eu por exemplo fui de Milão no regional com uma pequena escala em Parma, que embora tenha demorado mais tempo  paguei cerca de 20€, caso fosse o rápido era mais de 40€. Também podem ver opções de bus.

 

Cava dei Balestrieri

 

Guaita tower San Marino

 

Rimini é uma cidade costeira no mar Adriático sendo uma das maiores revieras italianas com cerca de 15km de extensão de areal, com muitos hotéis para todas as idades e classes sociais, aqui a oferta de alojamentos é enorme,  assim como a bares e restaurantes ao longo da primeira e segunda linha de praia.

Estas praias têm uma particularidade em relação ao que não estamos habituados em Portugal, quase todas são pagas!..pois é eu também não sabia,.. por sorte fiquei no início, perto da roda gigante ( do género de feira popular para diversão, o bilhete era 8€). Basicamente cada zona que está concessionada tem a designação de “bagno” e tem um número,  aqui funciona com vários serviços incluídos, para além das espreguiçadeiras e guarda sol, tem toalha, cofre, chuveiro algumas com campos de ténis entre  outros, sendo alguns mais destinados ou a famílias, ou a séniores ou a público jovem; os preços (em setembro) andavam na casa dos 22€ duas cadeiras um guarda sol.

 

Spaglia liberia, e um dos bagnios

 

As que são livres, têm a designação de “Spaglia liberia”, uma é junto dessa roda, depois a seguir já na zona “marebello” nas 105,106,107, 108 e penso a partir dos 150, já em “Miramare” há mais…E no hostel aluguei uma bicicleta, e acabei por conseguir encontrar perto dos 86 um “bagno” encerrado, pelo que pude por a toalha de borla.

Rimini merece uma tarde de visita, desde, o Arco de Augusto, num impecável estado de conservação; seguindo pela rua Corso d’ Augusto a meio de caminho até à famosa ponte Tibério, temos piazza Tre Martiri, para mim a mais bonita, seguindo por esta rua, a mais famosa desta cidade temos a piazza Cavour, penso que a maior, onde temos a fonte della Pigna, os palácios dell’Arrengo, Podestá e Garampi. Seguimos até à ponte Tibério, onde temos já da outra margem o parque XXV de abril, onde podemos relaxar e por exemplo fazer um pequeno lanche. O castelo Sismondo, e o templo Malatestiano, são também outros bons locais a visitar. Um dos principais pontos, mas que já fica  a cerca de 6km do centro de Rimini (bus nº 4),é um parque de Lazer com miniaturas dos monumentos mais emblemáticos de Itália.

 

Piazza Cavour

 

Piazza della libertá, museo di stato

 

Piazza della libertá

 

Piazza tre Martiri

 

Ponte Tibério

 

San Marino, merece uma bela tarde para admirar toda esta beleza, onde tudo está bem conservado, e parece uma cidade medieval.

Para ir a San Marino, a melhor maneira é ir no “Suttle San Marino” -Bonelli bus (podem ver os horários no site da companhia), os bilhetes são 5€ por trajecto, em frente da estação de comboios de Rimini, está um quiosque onde se vendem os bilhetes e  50 metros ao lado está a paragem.

 

Templo malatestiano

 

Chegados a San Marino (cerca de 30 minutos), ficamos logo quase na porta de entrada desta pequena cidade, perto da Igreja S. Francis, começando a subir o monte Titano, numa altitude de 749 metros, onde por ali as Torre Guaita, a segunda torre, e a Montale, (formando as três torres de S. Marino onde podem comprar visita para cada uma ou às três. eu fui só á principal),são os pontos mais altos. No seu centro, na Piazza della Libertá de S. Marino, com o palácio público e a estátua Della Libertá, e do outro lado o museu do estado; ali perto temos a Basílica de San Marino. No “fim” deste centro histórico, onde temos uma vista alta perante parte deste micro estado, que é uma das primeiras Repúblicas do mundo, temos a estátua em homenagem a Bartolomeo Borghesi, e a Cava dei Balestrieri. Junto da estátua podemos apanhar o funicular “funivia”, para Borgo Maggiori, que já é outra cidade, o bilhete de ida e volta custa 4,5€. Apreciem esta cidade/País, uma tarde com lanche,ou uma manhã com almoço, merece a visita.

 

Basílica San Marino

 

Torre Guaita dentro das muralhas

 

Borgo Maggiori

 

Uma sugestão para ter um destino de Praia, em que podem conciliar com uma vista cultural; se conseguirem ir para Bolonha recomendo, eu apesar de ter voado para Milão como daqui seguia para Cinque Terre, fui a Bolonha de comboio e merece a visita pelo menos um dia inteiro.

Em termos de gastronomia a Itália, penso que dispensa apresentações, desde pizza, pasta (massa), etc.

Comi entre outros um esparguete com mexilhão, muito bom.

Viagens Felizes

 

Fontana de la Pigna

 

 

Para alojamento em San Marino, consulte aqui.

 

Reservas (click):

Booking – Alojamento

Get Your Guide– Tours, entrada em monumentos

Bestravel- Promoções de viagem

Rental Cars- Aluguer automóvel

Revolut- Cartão bancário sem taxas

Amazon– Artigos de viagem

 

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos nas redes sociais:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

PROMOÇÕES DE VIAGENS

ARTIGOS DE VIAGEM

SEGURO DE VIAGEM

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS