5 Dez

RIGA – LETÓNIA

Riga – Letónia

Texto & Fotos de António Ribeiro

 

A Letónia, no mar Báltico, e sua capital Riga, começam a dar-se a descobrir, mais uma vez a prova do meu gosto pessoal por destinos fora das massas, mas que são belas surpresas, e nos dão a conhecer para além do óbvio.

Para Riga, fui de Eindhoven, onde tinha dormido anteriormente (voo do Porto para Eindhoven, pela Ryanair e daqui para Riga pela Wizzair).

 

Três Irmãos – Riga

 

No aeroporto de Riga, depois de ter apanhado o bus nº 22 até ao centro, junto de uma praça enorme, chego ao hostel, onde havia mais uns quantos no mesmo edifício.

Riga tem um centro histórico repleto de inúmeros e belos monumentos; o rio (Duína ocidental), e rios mais pequenos que ali afluem trazem um toque ainda mais belo à cidade, aliás acho que todas as cidades com rios se tornam mais belas.

Ponte Vansu- Riga

 

Riga com vista desde o rio

 

Torre da pólvora- Riga

 

O seu centro histórico, que é património mundial da Unesco, tem uma beleza fantástica, e inúmeras atrações para visitar. Desde logo um que consta na sua foto postal, a Catedral de Riga, uma catedral protestante, a maior igreja nos países bálticos (não pude visitar o seu interior, e contemplar aquele que é considerado o 3º maior órgão tubular do mundo); inserida na praça Dome, com vários restaurantes e cafés á volta desta praça, ali perto a catedral de S. Tiago, uma igreja católica, uma das mais antigas da cidade, seguindo por ruas estreitas, temos as três casas irmãs, “tree brothers”,  que representam o mais antigo complexo de casas medievais de Riga, sendo hoje o museu de arquitetura e de proteção do património. Ali perto, temos os quarteis Jacob; antigos quarteis, que actualmente são bares, restaurantes, salões de beleza, etc, mantendo as suas fachadas próximas do antigo, no outro extremo a torre da póçvora.

 

Catedral de Riga

 

Centro histórico de Riga patrimonio da Unesco

 

Castelo de Riga

 

Seguindo novamente para a margem do rio, Passamos pela igreja católica da Senhora das Dores, e mais próximo da margem do rio, temos o Castelo de Riga, onde hoje é a residência oficial do presidente da Letónia.

Em frente, a ponte Vansu, sobre o rio Duína ocidental, onde podemos ter uma bela vista sobre o castelo e parte da cidade velha de Riga. Seguindo pelas margens do rio, em direção á ponte de pedra e á ponte ferroviária (muito bela na noite) onde temos ali perto o mercado central de Riga, onde podemos ter uma experiência mais autêntica, comprar legumes e fruta, almoçar ou compras de todo o tipo; um pouco mais distante dali a academia de ciências da Letónia.

 

Mercado de Riga

 

Mercado Central de Riga- Letónia

 

Junto á ponte de pedra, do outro lado da margem, num monumento vanguardista, temos a biblioteca nacional da Letónia, do lado do centro antigo começando pelo monumento de Riflemen em homenagem aos fuzileiros Letões; seguindo para o centro, na praça da “old town” ( Rātslaukums) onde temos a bela casa dos cabeças negras; edifício com enorme história, que após ter sido bombardeado foi reconstruído nos finais dos anos 90.

A Igreja de S. Pedro, outro dos mais visitados em Riga, igreja cuja sua enorme torre foi terminada em 1746, e a igreja actual remodelada em 1973.

 

Biblioteca nacional da Letónia

 

Monumento Riflemen em Riga

 

Igreja S. Pedro- Riga

 

Monumento da liberdade de Riga

 

Junto do meu hostel, no parque Bastejkalna, com rio kanals no meio, onde podemos descansar um pouco para de seguida seguir para o monumento da liberdade de Riga, em homenagem aos soldados mortos em combate durante a guerra de independência da Letónia.

 

Um dos pequenos rios que afluem no rio principal

 

Seguindo temos a Catedral da Natividade de Cristo, construída durante o período em que o país pertencia ao império Russo, sendo a maior catedral ortodoxa do báltico.

 

Catedral da Natividade de Cristo – Riga

 

Podemos explorar mais esta bela cidade, podendo com apps como Triposo, maps.me, ou citymaps2go, entre outras,  marcar os pontos e fazer daí o nosso percurso.

Riga, também tem uma noite muito forte, não só pela oferta de “gentlemen’s club”, com oferta agressiva para ver as belas mulheres neste país do Báltico, mas também com os inúmeros bares repletos de estudantes e turistas, falar inglês aqui não é problema.

 

Casa dos cabeças negras, á noite

 

Ponte Ferroviária em riga, noite

 

Para comer em Riga, apesar de aqui não ser tão caro como como em Portugal, podemos economizar, e até ter uma experiência mais autêntica, recomendo, almoçarem no mercado central de Riga, tem (pelo menos no restaurante a que fui), a montra com as várias refeições, podendo assim escolher de forma mais simples, pois para além de termos uma visão do que vamos comer, e a barreira linguística torna-se menor. Podemos ir aos supermercados locais (no caso fui ao Rimi), onde tal como aqui temos refeições prontas e tradicionais acabadas de fazer; caso pretendam ir a restaurantes, acho que nada mesmo como perguntar no vosso alojamento, pois os locais sabem mais que qualquer recomendação de internet.

 

Refeição no mercado central de Riga

 

Ponte ferroviária, e torre de televisão- Riga

 

Dicas e Notas:

 

Para Riga, não temos voos diretos, mas mais uma vez e como eu aconselho, podemos encontrar voos baratos com escalas, podendo assim visitar mais uma cidade; jogando com o preço de ambos os voos.

Na Ryanair temos, Berlim, Colónia, Frankfurt hahn, Londres stansted, Milão bergamo, Manchester, e Viennna, ou pela wizz air, Dortmund, Hamburgo, Eindhoven, ou Londres luton, estas serão as melhores ligações a fazer vindo de Portugal, (contando com o custo de Portugal para lá); mas podem ver todas as rotas das companhias, ou claro fazer uma pesquisa num motor de busca, como o Skyscanner ou Momondo.

A companhia de Bandeira é a Air Baltic (voei com eles para Vilnius).

 

Academia de ciências da Letónia

 

Catedral S. Tiago

 

Na Letónia, não necessitamos de Passaporte, a moeda é o euro; o indicativo é + 371 ; o fuso horário é de mais duas horas que em Portugal.

Não existe Metro em Riga, mas no centro ficam a maioria dos pontos turísticos, contudo a rede de bus é boa e fácil de usar, recomendo alojamento no centro, para virem do aeroporto até ao centro o bus é o 22, ou micro bus 322, cerca de 1.5€.

VIAGENS FELIZES

 

Quartel Jacob

 

Para alojamento, consulte aqui.

Para programas de viagem, consulte aqui.

 

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos também aqui:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

SEGURO DE VIAGEM

ARTIGOS DE VIAGEM

PROMOÇÕES DE VIAGEM

RESERVA DE VOOS/ HOTÉIS

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS