28 Mai

MARSELHA – UMA ESCAPADELA OUTONAL

 

Marselha, uma escapadela Outonal

Texto & Fotos de Mário Menezes

 

A Ryanair é uma companhia aérea de baixo custo. Graças a elas que o “boom” de viajantes de avião tem disparado no Velho Continente e as oportunidades de negócio no setor turístico e imobiliário também, sobretudo no nosso país. Que estes tempos não sejam de meras memórias e que voltem rapidamente.  A elas agradeço imensamente as possibilidades que me têm dado de viajar a baixo custo e conhecer a Europa. Sejam em longas viagens ou em curtas escapadelas, o que tem acontecido comigo em relação a estas últimas, desde 2016.

 

Marselha-Câmara Municipal

 

Marselha-O Porto Velho e o mar, vistos da Canebière

 

Marselha marcou a minha “era dessas curtas escapadelas Europeias”. No início de Novembro desse ano passei 3 dias maravilhosos nesta lindíssima cidade pagando por um bilhete de ida e volta cerca de 45€, adquirido pela altura do campeonato Europeu que tão boas memórias trouxe à nossa Seleção Nacional. Anda na altura a bagagem de mão não era paga à parte, mas mesmo desde que isso aconteceu, os preços não deixaram de ser baixos e voar não deixou de ser um ato democratizado!

 

Marselha-França

Marselha-Ilha Frioul-praia

 

Marselha-Porto Velho-Mercado do Peixe em funcionamento

 

E foi por Marselha que passou o nosso caminho para a glória ao derrotarmos ali no Estádio Velodrome a seleção Polaca, nos penáltis. Uma maldição de 1984 que finalmente foi quebrada. Nos tempos em que era criança e o futebol me passava ao lado, mas mais tarde vendo o resumo desse jogo, guardo na memória a nossa vitória moral. E foi mesmo o Estádio Velodrome a minha primeira paragem. Estava fechado e apenas o consegui ver por fora. Com muita pena, a minha “maldição” dos estádios Franceses  (e Monegascos também) começou aqui e só terminou cerca de dois anos depois, em Bordéus.

 

Marselha-França

Marselha-Estádio Velodrome. Fechado.

 

A Marselhesa, assim é chamado o hino nacional da França. Um dos mais bonitos que conheço. Foi composto por um oficial do Exército, como canção revolucionária e que adquiriu grande popularidade durante a Revolução Francesa, especialmente entre as unidades do exército de Marselha. A França é pátria do Socialismo e das Revoluções que fizeram mudar o Mundo. O Memorial da Marselhesa é um local que podemos visitar no coração da cidade, que infelizmente o encontrei fechado.

 

Marselha-França

Marselha-Memorial da Marselhesa

 

Grande parte do tempo passado em Marselha é exatamente no coração da cidade, pela zona circundante ao Porto Velho (Vieux Port), uma praça em que muitas ruas terminam, sendo a “Canabiere” a mais famosa. Um nome que foi cantado por Alibert, para o Mundo em 1935,  com  música “Cane Cane Canebière”.

 

Marselha-França

Marselha-A Canebière

 

Marselha-França

Marselha-A Canebière

 

Marselha-Porto Velho-Vista na subida da Roda do Milénio

 

Marselha-Porto Velho visto do mar, a caminho das Ilhas

 

Marselha-França

Marselha-Porto Velho-barcos de cruzeiro com destino às Ilhas

 

Marselha-França

Marselha-Porto Velho visto do mar ao final do dia na chegada de barco das Ilhas

 

Do Porto Velho saem cruzeiros às ilhas ao largo de Marselha. A mais famosa é a Ilha de If, onde fica o celebérrimo “Chateau d´if”. Ali Alexandre Dumas sediou a obra de “O Conde de Montecristo”. Uma história de injustiça e vingança. No tempo de Napoleão, Edmond Dantès um marinheiro que é acusado injustamente, vítima de um “complot” de gente importante e de uma traição de um amigo. Ali passa vários anos preso, conseguindo fugir com a ajuda de um amigo, Abade Faria, um preso político, e que também lhe indicou o local de um tesouro.  Vinga-se de “quem lhe fez a cama”, vindo mais tarde a tornar-se um  milionário e com título de nobreza, “Conde de Monte Cristo”  A cela onde esteve preso e de onde fugiu, e o buraco por onde comunicava com o amigo Abade Faria estão lá e são extremamente concorridas e fotografadas. Um romance que foi levado ao cinema em 2002, mas as filmagens ocorreram em Malta e na Irlanda.

 

Marselha-Chegada à Ilha de Chateteau d´If

 

Marselha-França

Marselha-Chateau d´If-Prisão onde esteve O Conde de Montecristo

 

Marselha-França

Marselha-Ilha d´If-Vista para a do alto do Chateau d´If

 

Marselha-França

Marselha-Chateau d´If-Cela da prisão onde esteve O Conde de Montecristo

 

As ilhas Frioul, mesmo ali ao lado também são um local a visitar. Trilhos muito interessantes e praias muito bonitas.

Uma tarde bem passada com vistas lindíssimas sobre a cidade desde as ilhas e desde o mar.

 

Marselha-França

Marselha-Ilha Frioul

 

Marselha-França

Marselha-Ilha Frioul

 

Marselha-França

Marselha-Ilha Frioul

 

O dia seguinte começou na Notre-Dame de la Garde. Mais uma “Notre Damme” Francesa, e é bom que saibamos que há várias, pois a mais famosa (de Paris) sofreu uma enorme tragédia. Uma basílica católica que fica lá bem no alto, de onde a vista sobre a cidade e também sobre o mar nos encanta! No dia anterior quando andei pelo mar a imagem da “Notre-Damme” estava sempre presente lá no alto. Ela abençoa esta cidade e este povo. E a nós todos também!

 

Marselha-França

Marselha-Notre Damme de La Garde-vista para o mar com as Ilhas em destaque

 

Marselha-Notre Damme de La Garde vista do mar, a caminho das Ilhas

 

Marselha-França

Marselha-Notre Damme de La Garde-interior

 

Marselha-França

Marselha-Notre Damme de La Garde-interior

 

O dia acabou a ver sabonetes. Atenção, a ver, não a apanhar…

Em Marselha é mesmo produto da terra. Julga-se que foram os Gregos que inventaram o sabonete, e como há muitos anos por lá se instalaram na cidade, que chamava de  Massália ou Massília, o “savon de Marseille” é tido como melhor do mundo. Pelo menos já foi considerado assim. Dizem eles que é o que lava melhor o corpo. A visita a uma fábrica não poderia deixar de fazer parte do meu programa.

 

Marselha-Fábrica de sabonetes

 

Marselha-Fábrica de sabonetes – equipamentos de produção

 

Marselha-Fábrica de sabonetes – equipamentos de produção

 

Marselha-Fábrica de sabonetes -matéria prima

 

 

Marselha-Sabonete-souvenir

 

Ao jantar tive de provar a famosa Bouillabaisse Marselhesa.

É das poucas iguarias da gastronomia Francesa que conheço. O país da “alta cozinha” onde os turistas se sustentam  a  baguettes (outra iguaria) e fast food. Os restaurantes são caros, e finos!!!

Sim, é uma sopa de peixe. Sim, é gostosa. Recomendo.

Mas atenção. É cara, muito cara e vale pela experiência. Há anos que tinha lido sobre isto e estava desejoso de provar. A minha custou 25€, portanto mais cara, do que a viagem que fiz desde Lisboa! Para matar a fome a um tipo com o meu calibre eram preciso umas 3, pelo menos. Sustentar-me a bouillabaisse em Marselha, é pior que sustentar um burro a pão de ló!

 

Marselha-Bouillabaisse Marselhesa

 

No dia seguinte, era Domingo, dia de mercado do peixe no Porto Velho. Em Marselha o peixe e o marisco são réis. Embora não seja peixe do Oceano, pois ali o mar Mediterrâneo banha a cidade, é muito saboroso e tem muito bom aspeto. A Dourada abunda e até um tamboril em miniatura eu vi.

 

Marselha-Porto Velho-Mercado do Peixe em funcionamento-As douradas

 

Marselha-Porto Velho-Mercado do Peixe em funcionamento

 

Marselha-Porto Velho-Mercado do Peixe em funcionamento

 

Marselha-Porto Velho-Mercado do Peixe em funcionamento

 

Marselha-França

Marselha-venda de marisco e peixe

 

Marselha-França

Marselha-venda de marisco

 

Marselha-venda de marisco

Marselha-venda de marisco

 

Ainda fui a tempo de dar uma volta na roda do Milénio e lá do alto fazer o meu ritual de despedida.  O voo de regresso a casa era pelas 14 horas.

 

Marselha-Porto Velho-Roda do Milénio

 

Voos

A Ryanair, companhia aérea campeã dos preços baixos, com rotas de Lisboa para Marselha

 

Hotel

Escolhi o ResidHotel, aproveitando os créditos da plataforma que marcava hotéis. Fica bem localizado, e tem um bom pequeno almoço buffet.

 

Marselha-Porto Velho-Mercado do Peixe em funcionamento

 

Restaurante de gastronomia Arménia muito bom e muito em conta.

Restaurante de peixe e fruto do mar, servem Bouillabaisse Marselhesa.

Marselha-França

Marselha-Comida Arménia

 

Marselha, city pass

“A Marselhesa”, hino nacional da França

“Cane Cane Canebiere”  música de Alibertt, 1935

Resumo do jogo Portugal-Polónia, Euro 2016

Resumo do jogo Portugal-  França, Euro 1985

O Conde de Monte Cristo (2002) – trailer

 

Marselha-França

Marselha-Notre Damme de La Garde-vista para a cidade com o Estádio Velodrome em destaque

 

 

Para alojamento, consulte aqui.

Para programas de viagem, consulte aqui.

 

 

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos também aqui:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

SEGURO DE VIAGEM

ARTIGOS DE VIAGEM

PROMOÇÕES DE VIAGEM

RESERVA DE VOOS/ HOTÉIS

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS