15 Dez

EX-JUGOSLÁVIA E MAR ADRIÁTICO – DUBROVNIK, MOSTAR E BUDVA

 

Ex – Jugoslávia e Mar Adriático Dubrovnik, Mostar e Budva

Texto & Fotos de António Ribeiro

 

A Croácia esconde encantos fantásticos, quer sejam os seus famosos lagos Plitvice, as cidades de Split, ou de Zadar, a capital Zagreb, a suas vária ilhas como a mais noctiva: Hvar, etc; um país que poucos conhecem, mas que tem um enorme leque de ofertas.

Dubrovnik é uma cidade medieval da Croácia, celebrizada pela série “game of thrones”. Umas das mais bonitas cidades da Croácia, que tem a particularidade, ali perto da Bósnia Herzegovina que atravessa todo o território pelo que temos uma fronteira de cerca de 10km…ou seja para ir daqui para o norte da Croácia temos de atravessar a fronteira.

 

Dubrovnik visto de cima

 

Em Dubrovnik podemos fazer umas férias completas; para além desta bela cidade medieval, com belas praias no mar Adriático, temos a vantagem de estar perto da Bósnia, onde podemos fazer uma visita a Mostar, e de Montenegro, tendo a bela baía de Kotor.. Ou para quem procura mais vida noturna Budva..

 

Uma das ilhas em frente a Dubrovnik

Ponte de Mostar

Dubrovnik, tem uma beleza indescritível, para ser sincero não foi por “game of thrones”, que visitei esta cidade, mas a minha Curiosidade pela Croácia e a sua localização próxima de Montenegro e Bósnia Herzegovina, aliada a praias, cultura e história assim o determinaram. Desde já peço desculpa, mas devido a um problema com a minha câmara, não vos posso fornecer todas as fotos, com a qualidade e variedade que costumo fazer.

 

Bandeira da Croácia, nas muralhas

 

Muralhas Dubrovnik

 

A vida em Dubrovnik (exceto algumas praias e o porto/ central rodoviária), está na parte “velha”. Rodeada pelas suas muralhas, começando no seu portão de entrada (“Pile”) partimos à descoberta desta cidade, começando na sua principal rua Stradun, uma rua em calcário com cerca de 300 metros, indo em direcção ao porto “oeste” de Dubrovnik; entre o forte de S. Lourenço (“lovrijenac”) e o forte Bokar. No início da rua Stradun, do lado direito temos a fonte grande Onofrio, uma fonte poligonal com uma cúpula e 16 torneiras, projetada em 1438  por um arquiteto italiano. Ao lado a igreja de St. Saviour; ao percorrer a rua, do lado esquerdo temos escadarias que sobem até ao topo desta parte medieval, onde bares e lojas se enchem de turistas. Mais à frente no horizonte a torre da igreja e o mosteiro Franciscano, em que fazem parte para além da igreja e do mosteiro, uma biblioteca e uma farmácia. Percorrendo o centro histórico para o lado esquerdo em direcção ao porto velho de Dubrovnik e o forte de Sveti Ivan, (que se vê em fotos postais, desde o topo para a cidade e o mar Adriático com pano de fundo), entre museus e outros edifícios medievais que podemos contemplar, destaco um dos principais pontos, a igreja st. Blaise, uma igreja barroca, construída entre 1706 e 1714; em frente, na praça Luza a coluna de Orlando, uma estátua com um cavaleiro de armadura, que segundo a lenda ajudou o povo a manter a independência de Dubrovnik. Mais há para descobrir, um dia inteiro para conhecer esta bela cidade, sejam aventureiros e partam à descoberta, quer seja com uma mapa de papel, ou uma aplicação com mapa offline, marcando os locais escolhidos.

 

Rua Stradun

Fonte Onofrio

 

Escadarias junto á rua Stradun

 

Subir ao topo das montanha de Dubrovnik, vale sem dúvida a pena, podemos ir pelo teleférico, cerca de 13€, ida e volta, ou 8€ um sentido, pessoalmente recomendo apenas subir, e depois descer a pé livremente, podendo escolher locais para a melhor fotos sobre a cidade.

Acho que Dubrovnik merece mais que um dia, nem que seja para contemplar as suas praias.

A gastronomia da Croácia tem muitas influências italianas, para além das influências jugoslavas; tendo alguma complexidade definir pratos tradicionais, e nesta zona costeira claro os pratos de peixes e mariscos também têm mais destaque, eu entre outros comi um risotto de chocos com tinta.

 

Risotto em Dubrovnik

 

Mostar merece uma tarde, ou um pouco mais se quisermos almoçar e ter mais tempo, uma cidade que ainda há pouco tempo teve em guerra (aliás amigos meus tiveram aqui, depois do fim desta em meados de 96 estavam na tropa).

Eu fui de bus público, (menos de 10€ na altura), fui pela manhã e regressei ao final da tarde, dando ainda para dar um mergulho no rio, penso que é o tempo ideal.

Um centro Histórico onde tudo está próximo, e em que nem precisamos de mapa, o seu destaque é sem dúvida a sua ponte, reconstruída em 2004, depois da sua destruição em 1993 na guerra da Bósnia, para a sua independência. Podemos depois de uma manhã completa a visitar este centro histórico, que ainda recupera da guerra, almoçar num dos restaurantes, o preço é em conta, eu comi um dos pratos mais típicos que é o Cevapi, basicamente é uma espécie de Hambúrguer, mas a carne para além de ser ou de borrego e vaca tem um formato de cilindro tipo “salsicha”, sendo servido dentro de pão Bósnio; muito bom.

 

Prato típico em Mostar

 

Montenegro, um “jovem” país nos Balcãs que tem muito para oferecer. Desde a sua Capital Podgorica, a sua mais famosa (e ponto de paragem de cruzeiros), Kotor com a sua bela baía, uma pequena cidade com um centro histórico medieval lindo, considerado um dos mais bem preservado (com cerca de 2000 anos), vale pelo menos uma tarde de vista; podendo por exemplo dormir em Budva, que foi o que visitei, que para além de ter um belíssimo centro histórico, merece a visita das muralhas. A igreja Santa Maria em Punta, ou a igreja Sveti Ivan, entre outras igrejas milenares e casas em pedra neste belo centro histórico em que podemos “desbravar” no dia seguinte; e o seu cartão postal, a “Sveti Stefan”, que é um resort de 5 estrelas e ao mesmo tempo uma ilha, é absolutamente lindo, um verdadeiro esplendor, mas dormir aqui claro só para quem pode (por curiosidade fiz uma pesquisa e os preços para 2 px, andam na casa dos…500€ mais barato, e mais de 1000€ em julho…só para quem pode portanto), fica a cerca de 6km de Budva, e podem apanhar o bus local, muito barato, e ir às praias ali perto.

 

Sveti Stefan

 

Budva tem uma noite absolutamente fantástica, com bares junto à praia, repletos de diversão, um deles tem uma mini torre Eiffel no centro da pista e dançamos por baixo da mesma, talvez depois da famosa ilha de Hvar é a “Ibiza” destes lados. Para dormir em Budva, num Hostel (1 pessoa), perto do centro, podem encontrar dormitórios a menos de 10€, e Hotéis (ou apartamentos) para duas pessoas por pouco mais de 25€.

 

Nightlife em Budva

 

Fiz uma pequena paragem em Tivat, embora aqui pouco haja para ver, embora aqui exista o aeroporto e um grande porto, mas não deixa de ser um local com praias bonitas para descobrir, recomendo aqui o Hostel Anton, numa montanha, não muito longe do porto e da praia, um ambiente fantástico, paguei cerca de 12€/noite num dormitório.

 

Tivat

 

Dicas e Notas:

Antes de mais, notem que nestes três Países todos têm moedas diferentes, em Montenegro é Euro, na Croácia são Kunas (HRK), e na Bósnia Herzegovina: Marka (BAM), (na Bósnia em alguns sítios aceitavam moedas da Croácia); aconselho usar cartões do género do Revolut, para evitar pagar taxas, ou tentar levar de Portugal com o Vosso banco.

Nas fronteiras terrestres, ou os agentes entram dentro do bus e controlam os documentos, ou temos de sair e mostrar nos controlos; no caso da Bósnia, demos os documentos ao motorista e ele levou tudo ao posto de controlo.

Para Dubrovnik, existia na altura um voo directo, mas pelas pesquisas que fiz agora já não aparece, pode estar suspenso devido ao Vírus.

Temos opções com a Ryanair, para Vienna ou Dublin; na Easyjet, para Amesterdão, Basileia, Berlim, Bristol, Edimburgo, Genebra, Londres, Lyon, Manchester, Milão, Nantes Nápoles, Paris e Toulouse, pela Vueling, para Barcelona e Roma e pela Transavia para Paris, Nantes e Roterdão, isto são apenas algumas rotas, em companhias mais conhecidas, podem pesquisar no skyscanner ou Momondo, tenham em conta a possibilidade de por exemplo fazer em vez de escala, pernoitar um dia nessas cidades.

 

Forte Bokar, Dubrovnik

 

De Dubrovnik para Budva, de Bus são cerca de 2h e meia de viagem ( 2h para Kotor), o aeroporto mais próximo de Kotor ou Budva é o de Tivat que fica apenas a 7km de kotor, aqui podemos chegar pela Easyjet, desde Berlim brandenburg; Genebra; Londres gatwick; Manchester e Milão malpensa. Temos também a possibilidade de ir para Podgorica, que fica a cerca 1h e meia de Bus, para lá temos vôos da Ryanair,ou Wizzair, para destinos como Berlim, Bolonha; Bruxelas ou Dortmund Milão e Viena. vejam nos sites das companhias e ou em sites agregadores, como skyscanner. Uma boa opção é irem até Podgorica, daqui até Kotor e/ou Budva, seguem para Dubrovnik, daqui fazem uma visita num dia, de ida e volta a Mostar e de Dubrovnik regressam a Portugal, Eu fiz tudo desde de Dubrovnik, depende do vosso tempo e orçamento.

 

Mostar, Bósnia Herzegovina

 

Para ir a Mostar, tem pouco que saber, ou pagam uma “excursão” na altura cerca de 25€, ou menos de 10€ nos transportes locais, eu fui pela Croatia bus, e agora também já há pela flixbus ou globtour, o tempo é de cerca de 3h de viagem, (devido aos controlos de fronteiras), não vos consigo atualizar, pois com estas restrições não consigo encontrar os preços; na altura eu comprei diretamente na central Rodoviária, de onde partem os mesmos, para chegar aqui o bus local: é o nº 1 e 3, custa cerca de 3-4€, fica a cerca de 4km da cidade velha.

Em Dubrovnik para ir do aeroporto para o centro da cidade, existe o bus público, ou um shuttle directo, demora cerca de 30 minutos e os bilhetes custam cerca 7€, penso que agora até só opera o shuttle, mas os preços e tempo são estes; Do aeroporto de Tivat para Budva temos flixbus, cerca de 30 minutos, é cerca de 5€; para kotor o melhor é ir de Táxi, custa cerca de 5€ e demora menos de 10 minutos.

 

Mostar

 

* Croácia: a moeda Kuna, 1€ – 7.5 HRK (Kn), o indicativo é +385, domínio de internet é: .hr; O fuso horário é de + 1h que Portugal

* Montenegro: a moeda também é o euro; indicativo é +382, Domínio de internet é: .me; o fuso horário. é de +1h que Portugal

* Bósnia Herzegovina: a moeda é o Marka, 1€ – 1.9 BAM (KM), o indicativo é +387, o domínio de internet é: .ba;  o fuso horário. é de +1h que Portugal

 

Um mergulho no rio em Mostar

 

Os cidadãos Portugueses, não necessitam de Passaporte ou vistos para visitas turísticas, recomendo que visitem o site do portal das comunidades, apenas existe Representação diplomática na Croácia. Aconselho pelo menos a guardar o contacto da embaixada apenas numa eventualidade, embora eu atravessei as três fronteiras e não tive problema algum.

Em termos de Comunicação, sendo estas zonas Turísticas, existe facilidade em comunicar em Inglês.

Dubrovnik, é ligeiramente mais caro que Budva, e mais que Mostar, mas no geral o orçamento aqui é acessível, dependendo claro está do vosso tipo de férias.

A origem da gravata foi na Croácia (de regimentos militares Croatas, mais tarde adaptada pelos franceses em moda), por isso não se admirem em ter tantas gravatas nas lojas de souvenires.

 

Pequena loja de souvenirs em Mostar

 

Uma pequena curiosidade; tive na Croácia em 2016, quando Portugal foi campeão Europeu… Após ter assistido ao apuramento da Croácia, onde vi por exemplo a sua vitória sobre Espanha num bar perto do meu Hostel; no dia em Portugal ia jogar com a Croácia, no controlo de Fronteira em Montenegro, o polícia Croata  após um largo sorriso ao ver o meu B.I. Português, desejou-me sorte e que caso Portugal ganhasse que fossemos campeões…acabei por assistir ao jogo em Montenegro numa Pizzaria, onde para espanto dos poucos presentes festejei…..Há coisas que simplesmente não se podem explicar, viajar para mim é das mais enriquecedoras experiências que podemos ter na vida.

 

Para alojamento, consulte aqui.

Para programas de viagem, consulte aqui.

 

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos também aqui:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

SEGURO DE VIAGEM

ARTIGOS DE VIAGEM

PROMOÇÕES DE VIAGEM

RESERVA DE VOOS/ HOTÉIS

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS