MENU
29 Mar

DESLUMBRANTE HARMONIA NA CIDADE DE ESTOCOLMO

 

Deslumbrante harmonia na cidade de Estocolmo

Texto & Fotos de António Ribeiro

 

Estocolmo foi provavelmente das cidades mais bonitas que já visitei, graças a toda a sua envolvência. O contacto com a água e com a natureza não deixa ninguém indiferente; a cidade é formada por várias ilhas, temos barcos na rede de transportes públicos que ligam várias dessas ilhas, a cultura escandinava, as ruas limpas e os vários monumentos em harmonia com toda este cenário, torna esta cidade simplesmente encantadora.

Visitei a capital sueca em 2015, fiquei três dias, dependendo dos horários dos voos, penso ser ideal, mas pelo menos dois para explorarem um pouco á sua volta bem como os principais locais de destaque.

 

cartão postal de Estocolmo

 

Estocolmo- Suécia

 

rua de comércio em Estocolmo

Uma experiência que desde já recomendo vivamente é dormir num barco; existem pelo menos dois, com a oferta de Hostel com quartos duplos ou camas em dormitório, eu fiquei no STF af Chapman, um navio que fica atracado na ilha “Skeppsholmen”, em frente para o centro histórico (“Gamla stan”), a localização é fantástica e dormir num barco em pela janela vemos o centro de Estocolmo é simplesmente fantástico, temos um espaço exterior fantástico, o acesso é através de um passadiço, onde em terra temos a receção e o restaurante (onde também podemos comer bem e em conta, para os preços da Suécia, eu almocei um salmão com legumes e umas batatas aos cubos com um molho muito bom), uma cama num dormitório de 4 camas custa cerca de 24 euros, 245 SEK, podem reservar no site ou num agregador da vossa preferência, eu na altura reservei pelo booking.com. podem fazer a pesquisa nos agregadores para outros alojamentos deste género, acho uma experiência muito agradável.

 

vista da janela do hostel dentro do barco, Estocolmo

 

descontrair no barco hostel, Estocolmo

 

Além de descontrair em harmonia com a água nestas várias ilhas que formam a cidade, que para mim foi o que mais me surpreendeu, fazendo com que além de alguns pontos turísticos, me perdesse por esta calma e sentimento ímpar pela cidade, simplesmente ouvindo a minha música e sentindo em mim uma cidade tão singular.

O centro histórico da cidade, na ilha de Gamla Stan, é talvez onde iremos perder mais tempo, com bons bares (apesar do seu elevado preço), recomendo virem á noite a um bar por aqui, beber pelo menos uma cerveja, por norma com música ao vivo e em que os espaços apertados, como que uma casa antiga,tornam os bares mais especiais.

 

centro histórico, Glama Stan, Estocolmo

 

As  suas pequenas ruelas e praças, são uma delícia, um destaque especial vai para a praça (que é um cartão postal da cidade), Stortorget, a principal praça desta área e a praça mais antiga da cidade, as estreitas fachadas com cafés e restaurantes (a vermelha e amarela lado a lado, as mais icónicas), que datam do século XVII e XVIII, são das mais fotografadas; aqui próximo temos também além do edifício da bolsa, temos o Museu Nobel, dedicado à história destas distinções, a entrada custa cerca de 13€, 130 SEK. Também aqui perto temos a catedral de S. Nicolau, que é a sede da diocese e a mais antiga igreja da cidade, a entrada custa 60 SEK, cerca de 6€.

O palácio real de Estocolmo, é também outro dos ícones da cidade, é um dos maiores palácios da europa, tendo um destaque no Skyline desta zona da cidade, podemos visitar muitas divisões dentro do palácio como, os apartamentos, o salão de banquetes, o salão de Estado e a biblioteca entre outros; temos ainda museus dentro do palácio como o Tre Kronor, do Tesouro e de Antiguidades do Rei Gustavo III; a entrada custa 190 SEK, cerca de 19€, podem obter informações no site oficial. Nesta zona histórica temos ainda destaque para uma rua famosa a Västerlänggatan e a igreja Alemã de Estocolmo.

 

Palácio Real, Estocolmo

 

troca da guarda no Palácio Real, Estocolmo

 

Em frente temos numa pequena ilha a “Helgeandskomen”, onde se encontra o Parlamento da Suécia e o Museu Medieval, a entrada é gratuita.

Passando para o outro lado, pela ponte Norrbro, na zona de Rosenbad, temos em destaque a praça Gustav Adolf, aqui junto da praça temos ainda a Ópera Sueca.

Em Norrmalm, temos ainda o mercado Hötorgshallen, junto da praça Hötorget, onde também temos algumas bancas de comércio; a igreja Klara, com uma torre com cerca de 115 metros e uma das principais praças, a Sergels, com uma torre alta com um design moderno sendo iluminada durante a noite.

Ao lado de Norrmalm, temos Östermalm, uma das zonas mais exclusivas da cidade, com muitas lojas de design, aqui temos entre outros o mercado de östermalms stuhall; o Museu Histórico, com entradas gratuitas; a avenida com quase 1 km junto à água, Strandvägen; o Museu da história da defesa, o Armémuseum, cuja entrada também é gratuita; e uma das principais igrejas da cidade, a Katarina Kyrka.

 

Igreka Katarina Kyrka, Estocolmo

 

Museu Histórico, Estocolmo

 

Além destes pontos e de desfrutar da cidade, podendo abusar no transporte de barco que conecta estas várias ilhas tendo assim uma sensação mais local e agradável do que esta cidade tem para oferecer, temos ainda mais alguns locais para visitar, um que desde já recomendo, visitei e gostei bastante, o Museu Vasa, o museu do navio de guerra Vasa, que tal como o Titanic naufragou na sua viagem inaugural; o Vasa naufragou em 1961, este é o museu mais visitado em toda a Suécia, o bilhete custa 170 SEK, cerca de 17€, fica em Galärvarvsvägen.

 

Museu Vasa, Estocolmo – Suécia

 

museu Vasa, Estocolmo

 

Aquele que é o museu ao ar livre mais antigo do mundo, o Skansen, foi inaugurado em 1891, fica na ilha de Djugärden, pode ser uma bela tarde caso tenham tempo, conta com um aquário e um zoológico (infantil).

Em Stadgärdshamnen, temos o museu da fotografia contemporânea, o Fotografiska (conta também com um café e restaurante junto deste), os bilhetes custam em média 170 SEK, cerca de 17€, dependendo das exposições.

Antes de prosseguir podemos descansar no enorme parque Royal National, engloba três parques reais, Djugärden, Haga e Ulriksdal, é certamente um local que dará para recarregar um pouco as forças e por exemplo fazer um lanche.

 

praça Sergels, Estocolmo

 

A câmara municipal de Estocolmo também é um ícone da cidade, o seu exterior em tijolo, num tom alaranjado e a sua torre mais alta e larga num dos cantos sobressai no horizonte, podemos visitar este belo edifício (penso ser também possível subir à torre e ter vista privilegiada sobre a cidade), os bilhetes custam 130 SEK, cerca de 13€, mais informações no site (em sueco).

 

câmara municipal de Estocolmo

 

No sul de Estocolmo, caso pretendam ter uma vista privilegiada, sobre toda a cidade temos o Sky View (Globe Arenas), onde além de ser uma pavilhão de espetáculos, podemos subir a este que é o maior edifício esférico do mundo, com cerca de 130 metros, o Ericsson Globe, a visita demora cerca de vinte minutos, no site podem obter mais informação (link direto para os bilhetes para a vista Skyview,  até agora ainda não são possíveis).

Outro ponto onde podemos ter uma vista superior sobre a cidade é o elevador Katarina, o mesmo está fora de serviço, mas podemos ir pelas escadas (eu tive a sorte de subir uns quantos andares no prédio conjunto, com um morador), daqui temos um bom miradouro sobre Estocolmo; fica na zona de Slussen, e eleva-se até à parte mais alta de Södermalm.

 

Panorâmica de Estocolmo

 

panorâmica de Estocolmo

 

A ilha de Längholmen é uma pequena ilha com praia e em que os locais descontraem, há vários barcos para esta estabelecer esta harmonia, bem como ciclovias e trilhos para caminhar ou correr.

Algumas das estações de metro de Estocolmo são um autêntico monumento, com os interiores decorados e com design fora da caixa, algumas delas são: Stadion,   Kungsträdgärden, Thorildsplan; Tekniska Högskolan, entre outras, vão por certo surpreender. As várias ilhas, algumas mais pequenas como a Skeppsolme, que liga a uma ainda mais pequena, a Kastellholmen, devem ser exploradas, podemos caminhar muito mas é aconchegante sentir toda esta natureza e envolvência com a água.

 

Estocolmo, vista de uma ponte

 

Os passeios de barco são excelentes experiências que podemos fazer, além dos trajetos dos transportes públicos, temos várias ofertas pela cidade, uma delas é  Stromma, com preços desde 225 SEK; oferta é variada, quer nas rotas, quer nas várias outras operadoras, contudo penso que as travessias nos barcos dos transportes públicos já dão uma ótima experiência.

 

Viagens Felizes

 

Dicas e Notas: 

Só temos voos diretos para Estocolmo desde Lisboa pela TAP, mas pelas pesquisas fica muito caro; notem  que temos três aeroportos em Estocolmo, o principal, Arlanda; Skavsta e Vasteras.

O aeroporto Arlanda, fica a cerca de 40km da cidade, podemos chegar ao centro da cidade de bus, demora cerca de 40 minutos, podemos ir de bus público, ou pelo mesmo Shuttle dos outros dois aeroportos, Flygbussarna, um bilhete de ida e volta custa 238 SEK, cerca de 23€; outra opção, a mais rápida é de comboio, pelo Arlanda express; demora apenas cerca de 20 minutos e os bilhetes (um pouco mais caros), custam 579 SEK, cerca de 57€.

Temos também voos low-cost para aqui pela Easy jet, para Milão malpensa, Genebra e Berlim brandemburgo e pela Vueling para Barcelona

 

Barco hostel à noite, Estocolmo

 

Skavsta, que é o mais usado pelas low-cost, fica a cerca de 105 km do centro a melhor forma é apanhar o bus Flygbussarna, que liga o aeroporto à cidade em cerca de 1h (normalmente os horários estão de acordo com os voos, mas no site da companhia tem a informação, ou no próprio Aeroporto), o bilhete de ida e volta custa 398 SEK, cerca de 39€.

Para Skavsta, temos voos por exemplo,  pela Ryanair para; Alicante, Londres stansted, Milão bergamo, Málaga e Viena; pela Wizz Air temos para Viena, e alguns no Báltico, Polónia, e nos Balcãs, mas esses para juntar com Portugal poderão não ser tão compensatórios.

 

Vasteras, também fica a cerca de 100 km da cidade, mas  é um aeroporto mais pequeno e recente pelo que li, quando eu fui não havia nada sobre ele, oferece voos para Alicante, Málaga e Londres pela Ryanair; podemos chegar ao centro da cidade de bus (o operador é o mesmo Flygbussarna), sendo que também demora cerca de 1h e custa o mesmo que desde o Skavsta, 398 SEK- 39€ mais informações no site do Aeroporto.

 

Para se locomoverem em Estocolmo o ideal é comprar o cartão SL Acess, da rede de transportes públicos e dá para todos, incluindo os barcos (exceto para o aeroporto), o cartão custa cerca de 2€, 20 SEK; podem ir recarregando consoante as viagens que vão realizando ou comprar logo um travel card de 24 ou 72 horas, os de 24h custam 155 SEK, cerca de 15€ e o de 72h, custa 310 SEK, cerca de 30€.

 

Estação de Metro de Estocolmo

 

Outro cartão que pode ser útil caso pretendam visitar muitos museus ou locais com entrada paga, será o Stockholm Pass, temos de 1,2,3 e 5 dias, os preços para um dia é de 710 SEK, cerca de 70€; podem juntar até 10 atrações em 24h, penso ser suficiente (nota que não conta com transportes, tem uma parte que pode incluir um bus Hop on – Hop off, mas não os transportes públicos), no site oficial fica a informação.

 

Não é permitida a venda de bebidas alcoólicas nos supermercados, esta é feita por lojas específicas, que pertencem ao estado, o SystemBolaget, basicamente é como que garrafeiras, onde com horários mais restritos e controlo nas idades e estados de sobriedade do cliente são vendidas as bebidas, é algo estranho, mas podemos comprar sem problemas, temos tudo com informação em Inglês.

 

Almoço em Estocolmo- Suécia

 

O fuso horário da Suécia é de mais uma hora que em Portugal; a moeda é a coroa Sueca (Kr), 1€ aproximadamente 10 SEK; o indicativo é o +46 e o domínio de internet é . se

Apesar de a língua oficial ser o Sueco, o inglês é falado fluentemente por toda a gente, e as informações em inglês estão por todo lado, sobretudo transportes e tudo que é turístico, é simplesmente uma questão de cultura que há semelhança de outros países, têm uma forte abertura cultural. A cidade é limpa e segura e bastante cara, podem comparar preços dos custos no site Numbeo, ou App costofliving , para ter melhor ideia dos preços, os restaurantes e bares são os que a diferença se nota mais, caso possam cozinhar podem poupar muito dinheiro.

Site oficial de turismo: Aqui.

 

Estocolmo by Night

 

Para alojamento em Estocolmo, consulte aqui.

 

Reservas (click):

Booking – Alojamento

Get Your Guide– Tours, entrada em monumentos

Bestravel- Promoções de viagem

Rental Cars- Aluguer automóvel

Revolut- Cartão bancário sem taxas

Amazon– Artigos de viagem

Iati- Seguro de Viagem

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos nas redes sociais:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

PROMOÇÕES DE VIAGENS

ARTIGOS DE VIAGEM

SEGURO DE VIAGEM

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS