MENU
19 Mar

DESCONTRAIR NA SIMPÁTICA CIDADE DO LUXEMBURGO

 

Descontrair na simpática cidade do Luxemburgo

Texto & Fotos de António Ribeiro

 

A cidade do Luxemburgo foi das melhores surpresas que já tive nas minhas viagens; não tinha grandes expectativas e até ia aproveitar mais para visitar um amigo que vive ali próximo, mas a verdade é que foi uma agradável surpresa, se quiserem passar um bom fim-de-semana, acho que é o ideal.

O Luxemburgo é um país bastante caro, eu fiquei no youth hostel do Luxemburgo, foi dos melhores hostels onde já estive, com excelentes condições e bem localizado, paguei cerca de 30€, num dormitório, já com pequeno-almoço; a particularidade de muito do Staff ser português, bem como do espírito jovem também contribuiu.

Uma pequena nota vai para mesmo que não fiquem aqui, podem aqui almoçar uma vez que o restaurante é independente da hospedagem, ou seja qualquer pessoa pode vir aqui comer, o “plat du jur”, fica a um preço em conta e é de boa qualidade; o restaurante chama-se Melting pot.

 

centro cidade Luxemburgo

 

A cidade do Luxemburgo dá perfeitamente para visitar a pé, contudo os transportes funcionam bem e são gratuitos (foi o primeiro país a fazer isso, foi desde 2020; eu quando lá estive em 2018 era gratuito nos fins de semana).

Começando perto do hostel, na zona de Bock (Bock Casemates), que é um extenso complexo de túneis (os primeiros construídos em 1644), que formavam a fortaleza medieval da cidade, sendo das mais interessantes da Europa, é património Mundial da Unesco; os bilhetes para percorrer estes túneis é de 7€.

Ao fundo desta colina na zona de Bock, já na zona de Grund, temos a Abadia de Neimënster, que basicamente é um centro cultural, está aqui desde 2004 (o centro cultural, pois a abadia data de 1606); junto à catedral temos a igreja de S. João, com o telhado da torre alto e pontiagudo, uma das fotos de cartões postal da cidade, foi construído tal como a Abadia em 1606, tendo sido reconstruída posteriormente entre 1688 e 1705; é possível visitar a igreja entre as 10h-12h e entre as 14h-18h diariamente.

 

Abadia Neimënster, Luxemburgo

 

zona de Bock vista do rio

 

Nesta zona do distrito de Grund podemos ainda encontrar o Museu de História Natural, com a entrada a custar 5€, podemos descobrir um pouco desta zona mais baixa da cidade, junto do rio Alzette, entrando em harmonia com a calma desta zona, a calma do rio, uma pequena ponte, as casas pequenas e acolhedoras…parecendo que estamos numa pequena aldeia do interior; destaque também para o monumento Nacional da solidariedade Luxemburguesa e para Ram Plateau, que é já uma zona mais elevada, uma espécie de miradouro amuralhado, onde temos uma bela vista para a cidade em frente à zona de Bock.

 

Ram Plateau, Luxemburgo

 

memorial de Gëlle Fra, Luxemburgo

 

Caminhando pelo “chemin de la Corniche”, conhecido como a bela varanda, é uma espécie de passeio no meio da encosta entre Bock e o rio Alzette. Ali ao fundo temos a Igreja de S. Miguel, não muito distante desta igreja católica, temos um belo edifício novo que alberga o Museu Nacional de História e Arte, os bilhetes custam 7€ para exposições temporárias, sendo grátis para as permanentes, no site oficial têm mais formações.

Numa zona mais central da cidade temos uma grande concentração de pontos turísticos; o Palácio Grão Ducal, a residência oficial dos Duques do Luxemburgo; o castelo de Sanem, um castelo do século XVII, embora tendo sido concluído posteriormente em 1557; uma das principais praças da cidade, a praça Guillaume II, onde temos pequenos mercados ao ar livre e onde podemos descansar um pouco, conjuntamente temos  a praça do Município e o edifício do mesmo; temos ainda próxima, uma pequena praça (Clairefontaine) com a estátua da Duquesa Charlotte.

Para complementar, as praças da cidade, temos também destaque para a praça de Armas, na parte mais velha, uma zona pedonal onde se concentra grande oferta de bares e restaurantes e claro uma zona de lazer para os locais.

Ainda nesta zona central, mais próximo do extremo, para o vale Pétrusse, nesta zona mais elevada podemos por exemplo caminhar nos parques Pétrusse, que circundam esta encosta; tendo por ali a ponte Adolphe, uma ponte em arco sobre este vale e o rio, é em homenagem ao Grão-duque que governou o País até 1905, tem dois andares, podendo ser atravessada de forma pedonal na parte inferior; temos ainda um grande destaque para uma zona desnivelada onde se encontra a Praça da Constituição e o memorial de “Gëlle Fra” (monumento da memória) construído em 1923 em memória ao Soldados Luxemburgueses mortos na guerra.

 

acesso pedonal da ponte Adolphe, Luxemburgo

 

vale Pétrusse e ponte Adolphe, Luxemburgo

 

Outro grande destaque da cidade e também aqui próximo, destaca-se desde logo pela sua imponência onde os seus topos das torres pontiagudos chamam a atenção, a Catedral de Notre Dame do Luxemburgo; construída entre 1613 e 1621, mais tarde aquando da revolução Francesa acolhido a estátua da Santa padroeira da cidade, Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos e tendo sido posteriormente ampliada entre 1935 e 1938, uma bela catedral de estilo gótico, que merece uma visita.

 

catedral Notre Dame, Luxemburgo

 

Um pouco mais afastado do centro da cidade temos ainda em destaque o Forte Niedergrünewald, ficava de frente para o hostel, desde a zona de bock podem caminhar até lá, tendo daí uma bela vista para a cidade, podendo claro visitar esta fortificação construída em 1685, vale a pena visitar o que sobra desta fortificação; nesta encosta da fortificação temos ainda o Museu Draï Eechelen, um castelo transformado num centro cultural, pode ser visitado das 10h – 18h diariamente, sendo o bilhete de 7€; também se encontra junto deste castelo, um edifício mais moderno, o Museu de Arte Moderna, que pode ser  visitado das 10h às 18h, os bilhetes custam 8€, sendo que é gratuito á quarta-feira, no site oficial podem obter mais informação.

 

Fortaleza Niedergrünewald, Luxemburgo

 

Museu Draï Eechelen, Luxemburgo

 

Por certo vão passar um dia recheado, embora eu recomende dois dias, por exemplo um fim-de-semana, por certo vos vai agradar esta simpática cidade; claro que caso disponham de mais tempo, além de descobrirem um pouco mais desta cidade, simplesmente caminhando e descobrir uma certa calma que se vive por aqui, podem conhecer um pouco mais deste pequeno país, temos por exemplo já próximo da fronteira com a Alemanha, o bonito castelo de Vianden, fica numa encosta no meio das montanhas; para o visitar a entrada é de 10€, eu passei de carro com um amigo, para visitarem podem ir de comboio (fazendo pelo menos um transbordo, no total cerca de 1h de viagem) e depois cerca de 15 minutos a pé da cidade até ao topo da colina; cidades como Ettelbruck ou Esch, também podem ser agradáveis, eu passei por aqui, embora com pouco tempo.

 

castelo Vianden

 

Dicas e Notas:

 

Temos voos diretos low-cost do Porto e de Lisboa pela Ryanair e pela EasyJet.

Do aeroporto do Luxemburgo para o centro da cidade, temos o bus nº 16 ou nº 29, demoram cerca de 25 minutos a fazer a viagem, tem intervalos de 10-20 minutos, o bilhete é tabelado de cerca de 2€, não sei se agora já é gratuito, nos sites VDL ou Mobiliteit, podem ver os horários, podem também consultar no site do aeroporto os horários e atualização do estado dos transportes.

 

Gare central de Luxemburgo

 

rio Zelette, Luxemburgo

 

Site oficial de turismo: Aqui

Site de Neimënster : Aqui

Site catedral Notre Dame : Aqui

Site oficial do Museu Draï Eechelen: Aqui

Site oficial do castelo de Vianden: Aqui

 

A cidade é super segura, limpa e organizada, Francês e Luxemburguês são as línguas oficiais, mas facilmente se encontram informações e pessoas que falam Inglês.

A moeda é o Euro; apenas precisamos do cartão de Cidadão; o fuso horário é de mais uma hora que em Portugal; o indicativo telefónico é: 352 e o domínio de internet é .lu

 

Viagens Felizes

 

Reservas (click):

Booking – Alojamento

Get Your Guide– Tours, entrada em monumentos

Bestravel- Promoções de viagem

Rental Cars- Aluguer automóvel

Revolut- Cartão bancário sem taxas

Amazon– Artigos de viagem

Iati- Seguro de Viagem

 

 

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos nas redes sociais:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

PROMOÇÕES DE VIAGENS

ARTIGOS DE VIAGEM

SEGURO DE VIAGEM

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS