MENU
15 Mar

UMA BELA SURPRESA, A ILHA GREGA DE CORFU

 

Uma bela surpresa, a ilha Grega de Corfu

Texto & Fotos de António Ribeiro

 

A ilha de Corfu (em grego: Kerkyra), pode não ser das mais famosas da Grécia, mas tem uma beleza incrível, além de belas praias e claro da boa comida Grega, Esta bela ilha Grega no mar Jónico, que é a segunda maior ilha Grega neste mar e a sétima maior do país, é também das que tem maior riqueza de vegetação e montanhas, onde temos muito presente as oliveiras, sendo uma ilha bem singular das restantes; a cidade Corfu, tem um belo centro histórico, tendo duas belas e imponentes fortalezas, podendo assim além de desfrutar das suas praias num azul-turquesa soberbo, depois de relaxar neste mar calmo, além de todas as suas montanhas e riqueza paisagística, podemos percorrer as belas ruas medievais deste centro histórico.

 

centro histórico de Corfu

 

torre sineira da igreja S. Spyridon, Corfu

 

Um grande destaque (e também a principal razão para ter visitado Corfu), é a de poderem visitar a incrível Riviera Albanesa, com enorme destaque para Ksamil, um verdadeiro paraíso escondido, além de claro poderem ir de ferry para outras ilhas gregas, ou ainda para o “calcanhar” de Itália, ou seja na região de Apúlia, em Brindisi, ou Bari entre outros.

Podem ficar surpreendidos com esta ilha e podem fazer daqui um excelente destino de férias.

Fiquei um pouco afastado da cidade, na zona de Perama, num hotel que recomendo vivamente, mas que pelo que pesquisei se encontra fechado, contudo tal como este, nesta zona temos outros que têm acesso privativo à praia, eu consegui uma boa oferta, numa parte anexa que tinha apartamentos e tinha na mesma acesso à piscina e ao entrar no hotel, tenha o acesso à praia.

 

Fortaleza nova, Corfu

 

Um destaque para esta zona é termos aqui em frente, um dos cartões postais de Corfu (o meu quarto e este hotel ficava mesmo em frente), uma bela ilhota, Pontikonisi (em inglês surge como “Mouse island”, esse era também o nome do Hotel onde fiquei), no topo desta pequena ilha rochosa, temos uma capela Bizantina, em homenagem a Pantokrator, servia como mosteiro, embora não tenha monges, conta com um pequeno bar/café, as visitas são restritas e no dia 6 de Agosto a mesma encontra-se em festa; a ilha fica a pouco mais de 300 metros de um ilhéu, onde temos uma bela igreja Bizantina de Vlacherna, junto a esta igreja com uma estreita torre branca com dois sinos, estão os pequenos barcos com os quais em 5 minutos podemos chegar à pequena “ilha do rato”, os bilhetes eram de penso que, de 5€.

Um pequeno acesso pedonal, liga esta igreja, a zona de Perama, bem como uma colina, na qual podemos ter uma vista sobre a mesma, e saborear uma bebida num café ali no topo da colina (continuando depois noutra zona da ilha).

 

cartão postal de Corfu, com a ilha Pontikonisi e a igreja Vlacherna

 

igreja Vlacherna, Corfu

 

Outra curiosidade deste ponto é que fica praticamente alinhado com o aeroporto, a pista de aterragem, tem inclusivamente sinalizações na água, ao atravessarmos de um lado para outro (da zona de Perama, para a outra colina, para a zona do ilhéu), ficamos sob os aviões que aterram e descolam do aeroporto, uma delícia para amantes de aviação pois temos uma vista privilegiada. Temos uma pequena praia aqui próximo também.

O centro histórico da cidade de Corfu merece uma visita, o grande destaque claro está nos seus Fortes, a nova e a velha fortaleza, de realçar que tanto o centro histórico de Corfu, bem como as duas fortificações são património Mundial da Unesco.

 

vista do Hotel para a ilha Pontikonisi, Corfu

 

A nova Fortaleza (S. Marcos), construída entre 1576 e 1645, como forma de complementar a proteção, reforçando além da primeira (antiga) fortaleza, apesar de ter sido parcialmente destruída na segunda Guerra Mundial, foi remodelada, recebendo várias exposições; os bilhetes custam cerca de 3€.

A velha fortaleza, fica no extremo leste da Ilha, para chegar a esta imponente Fortaleza, acedemos por uma das principais praças da cidade (sendo aliás uma das maiores praças da Europa), Spianada, esta impressionante fortificação foi construída pelos Venezianos por volta do século XV, onde estava o castelo, para assim o proteger melhor, o bilhete para a fortaleza é de 6€, no site podem consultar também a opção de comprar por 15 € a combinação de mais locais: o Museu Arqueológico, o Museu de Arte Asiática, o museu Bizantino Antiyouniotissa e o museu Paraisópolis-Mon Repos.

 

Fortaleza Velha de Corfu

 

A Spianada, é uma enorme praça, depois de visitarmos a fortaleza podemos entrar através desta que é a maior praça da Grécia, destaque para um grande correr de arcadas, o Listón, onde temo dos cafés mais caros e famosos de toda a ilha, era a zona da Aristocracia, e continua a ser uma zona de charme da cidade, merece uma visita.

No centro histórico da cidade, além dos Museus que referi antes e que podem combinar com a Fortaleza velha, podemos ainda visitar o Palácio de S. Miguel e S. Jorge (próximo da fortaleza velha), data do século XVIII, os bilhetes custam 6€, site oficial; a igreja S. Spyridon, de estilo Veneziano, foi aqui edificada em 1590, destacando-se na cidade, tendo uma enorme torre sineira; o Museu de Notas do Banco, ou Museu Bizantino, podem ainda merecer uma visita caso disponham de tempo; mas uma bela tarde a conhecer o centro histórico da cidade, As suas Fortalezas, especialmente a velha, merecem sem dúvida um tempo nesta bonita ilha Grega.

 

Corfu

 

Podem desbravar um pouco mais desta Ilha além da cidade de Corfu, alguns destaques vão para: Kassiopi; praias na zona de Paleokastritsa; considerada uma das melhores praias: Glyfada; canal d’amour, o palácio Achilleion, entre outros.

Quer seja para descobrir esta ilha cheia de vegetação, montanhas e boas praias, ou simplesmente para uma escapada para seguir para outra ilha Grega, a bela zona de Apúlia em Itália, ou descobrir a Riviera Albanesa, Corfu vai por certo surpreender, eu apenas fiquei um dia e meio e confesso gostaria de poder ter explorado um pouco mais, mesmo assim gostei do que pude ver e desfrutar.

Viagens Felizes

 

uma Salada Grega, com vista para a ilha Pontikonisi, Corfu

 

Dicas e Notas:

Apesar de não haver voos diretos para Corfu, temos muita oferta de voos, para muitas cidades com o qual podemos fazer uma breve escala, ou passar um dia e conhecer a cidade de transição. Temos ofertas pela Easyjet, para: Amesterdão, Berlim Brandemburgo, Bristol, Londres (Gatwick e Luton), Lyon, Manchester, Milão Malpensa, Newcastle, Nápoles, Paris Charles Gaulle e Veneza Marco Polo. Pela Ryanair, para: Berlim Brandenburg, Birmingham, Bratislava, Breslávia; Bruxelas ch, Budapeste, Colónia, Edimburgo, Frankfurt, Liverpool, Londres (Southend e Stansted), Manchester, Poznan, Varsóvia, Viena e Vilnius. Pela Vueling: Barcelona e Roma Fiumicino; pela Wizz Air, para: Viena, Budapeste, Milão Malpensa, Varsóvia, Londres Luton

Para ir do aeroporto para o centro da cidade podemos ir de bus, sendo a linha nº 15, sendo também a que liga à estação de bus interurbanos (que percorrem a ilha, além da cidade de Corfu) e o porto da cidade. Os bilhetes custam cerca 1.7€, sendo a viagem pouco mais de 10 minutos, podem consultar horários e ver as rotas em Corfu city bus,  o táxi custa cerca de 10€.

Caso pretendam descobrir a ilha além da cidade de Corfu, podem consultar horários e rotas dos Bus interurbanos, o Green Buses, um conselho que me deram no hotel, foi de reservarem carro diretamente na ilha, pois podem encontrar melhores negócios, em pequenas empresas.

No site direct Ferries, podem ver várias ofertas de ferries, como que um agregador; duas companhias para Itália são: European seaways ou Ventouries, para o caso de Sarande na Albânia, temos por exemplo: Finikas e Lonian.

 

passagem por baixo de um avião a aterrar

 

pista de aterragem do aeroporto de Corfu

 

A moeda da Grécia é o Euro, o fuso horário é de mais duas horas que em Portugal, o indicativo telefónico é: +30 e o domínio de internet é o .gr.

Apesar do alfabeto grego, existem bastantes informações em inglês, quer em paragens de bus e locais públicos em geral, na minha estadia, apenas pessoas mais idosas poderão não falar inglês, mas na maioria dos casos não há problemas de comunicação.

 

 

Reservas (click):

Booking – Alojamento

Get Your Guide– Tours, entrada em monumentos

Bestravel- Promoções de viagem

Rental Cars- Aluguer automóvel

Revolut- Cartão bancário sem taxas

Amazon– Artigos de viagem

Iati- Seguro de Viagem

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos nas redes sociais:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

PROMOÇÕES DE VIAGENS

ARTIGOS DE VIAGEM

SEGURO DE VIAGEM

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS