3 Jul

VILA MEDIEVAL DE ÓBIDOS

 

Vila medieval de Óbidos

 

Situada a apenas 45 minutos de automóvel desde Lisboa, na região Oeste de Portugal, fica localizada a bela vila medieval de Óbidos.

 

Igreja de São Thiago – Óbidos

 

Paisagem exterior da Vila de Óbidos

 

Muralhas da Vila Medieval de Óbidos

 

Vila Medieval de Óbidos

 

Óbidos- Portugal

 

Óbidos- Portugal

 

Óbidos inserido no distrito de Leiria, foi em 1148 tomado aos Mouros pelas tropas de D. Afonso Henriques.

No séc.XIV dá-se uma expansão habitacional entre a igreja de Sta.Maria e a igreja de S. Pedro (anteriormente área rural com poucas casas). Em 1422 D.João I assinou em Óbidos a ordenação da passagem cronológica da Era de César para a Era do nascimento de Cristo. Em 1513 D. Manuel outorga o Foral Novo à Vila.

 

Vila Medieval de Óbidos

 

Vila Medieval de Óbidos

 

Foi prenda de casamento de D. Diniz à sua mulher, a Rainha Santa Isabel, tradição real que se manteve até 1834.

A vila de Óbidos é considerado monumento nacional desde 1951.

 

Óbidos- Portugal

 

Uma verdadeira jóia da história de Portugal, com um vasto conjunto de cores que percorrem as suas ruas empedradas e estreitas, envolvidas pelas muralhas e o seu castelo. Um local que não deixa ninguém indiferente pela sua beleza!

 

Igreja da Misericórdia e casa centenária – Óbidos

 

A conhecer…

 

Castelo – Atribui-se ao Castelo de Óbidos origem romana, provavelmente assente num castro. Foi posteriormente fortificação sob o domínio árabe. Depois de conquistado pelos cristãos (1148) foi várias vezes reparado e ampliado. No reinado de D. Manuel I, o seu Alcaide manda construir um Paço e alterar algumas partes do castelo. Na alcaidaria salientam-se as janelas com vista para Norte e para o interior do pátio. São ainda do seu tempo a chaminé existente na sala principal e o portal encimado pelas armas reais e da família de Noronha, ladeado por duas esferas armilares. O Paço sofreu fortes danos com o terramoto de 1755. No séc.XX estava em total ruína tendo sido recuperado para instalar a Pousada (a primeira pousada do Estado em edifício histórico).

 

Portas do castelo de Óbidos

 

Castelo de Óbidos

 

Castelo de Óbidos

 

Porta da Vila e Oratório de N. Sra. Da Piedade- Principal porta de acesso à Vila de Óbidos, foi concluída em 1380. Alberga o oratório dedicado à Padroeira de Óbidos, Nossa Senhora da Piedade.

 

Porta da Vila- Óbidos

 

Praça de Santa Maria- Centro da Vila de Óbidos, é símbolo da grande restruturação urbanística ocorrida no século XVI, na era de D. João III.

 

Pelourinho (1513)- Óbidos

 

Igreja Matriz de Santa Maria (N. Sra. da Assunção) – Construída em 1148, durante o reinado de D. Afonso Henriques, teve nova reconstrução no século XVI. Possui um importante património artístico, destacando-se o túmulo de D. João de Noronha (1525).

 

Igreja Matriz de Santa Maria (N. Sra. da Assunção) – Óbidos

 

Igreja Matriz de Santa Maria (N. Sra. da Assunção) – Óbidos

Solar dos Aboins – Local de recepção de comitivas régias, após a remodelação por ordem de D. João V (sec. XVIII).

 

Telheiro da Vila e Solar dos Aboins – Praça de Santa Maria – Óbidos

 

Telheiro da Vila- Datado do período medieval, foi reconstruído no século XVI. Foi local de contratação de trabalhadores rurais e balcão de honra nas cerimónias ocorridas na Praça de Santa Maria.

 

Telheiro da Vila- Óbidos

 

Solar da Praça de Santa Maria/ Museu Municipal- Reconstruído em 1782 para receber a Rainha D.Maria I e o rei consorte D. Pedro III. Foi residência do pintor Eduardo Malta (sec.XX). Actualmente é Museu Municipal de Óbidos. A exposição permanente do Museu é uma viagem pela produção artística e pela devoção religiosa da história da Vila.

 

Chafariz da Vila – Foi mandado construir pela rainha D. Catarina de Áutria, em 1575.

 

Chafariz da Vila (1575)- Óbidos

 

Museu Abílio de Mattos e Silva (1908-1985)- Antigos Paços do Concelho- Edifício construído no início do século XVI na era de D. Manuel, foi restruturado em 1665. Foi Paços do Concelho, Julgado Municipal, Cadeia, Museu Municipal e mais recente adaptado para Museu Abílio de Mattos e Silva. Foi um famoso pintor, cenógrafo e figurinista que assinou o esboço de diversos trabalhos criativos, em especial ligados ao teatro e ópera. Foram diversos os seus importantes trabalhos, entre os quais se destaca, os primeiros trabalhos criativos para a TAP- Transportes Aéreos Portugueses, em 1966.

 

Museu Abilio de Mattos e Silva- Óbidos

 

Marionetas- Museu Abilio de Mattos e Silva

 

Marionetas- Museu Abilio de Mattos e Silva

 

Museu Abilio de Mattos e Silva- Óbidos

 

Museu Abilio de Mattos e Silva- Óbidos

 

Figurinos – Museu Abilio de Mattos Silva- Óbidos

 

Figurinos- Museu Abilio de Mattos e Silva

 

Auto da Geração Humana de Gil Vicente- Museu Abilio de Mattos e Silva

 

TAP (1966)- Museu Abilio de Mattos e Silva- Óbidos

 

Capa da Ementa TAP- 1966- Museu Abilio de Mattos e Silva

 

Primeiro design para TAP- 1966- Museu Abilio de Mattos e Silva- Óbidos

 

Museu Abilio de Mattos e Silva- Óbidos

 

Museu Abilio de Mattos e Silva- Óbidos

 

Casa do Arco da Cadeia- Óbidos

 

Alojamento – Casa de S. Thiago do Castelo 

Localizada no interior da vila, junto à entrada do Castelo na Praça de S. Thiago, possui 8 quartos, com Wi-Fi gratuito, TV por cabo, casa de banho privativa com produtos de higiene pessoal.

 

Casa de São Thiago do Castelo- Óbidos

 

Casa de São Thiago do Castelo- Óbidos

 

Casa de São Thiago do Castelo- Óbidos

 

Casa de São Thiago do Castelo- Óbidos

 

Casa de São Thiago do Castelo- Óbidos

 

Casa de São Thiago do Castelo- Óbidos

 

Casa de São Thiago do Castelo- Óbidos

 

Casa de São Thiago do Castelo- Óbidos

 

Festas e Romarias

Festa do Senhor Jesus dos Aflitos- 6 de Janeiro

Romaria de Sto.Antão- 17 de Janeiro

Festa de N.Sra. da Graça- 2 de Fevereiro

Festa e Feira de Sta.Cruz- 3 de Maio

Festa e feira de Sta.Maria Madalena- 21 e 22 de Julho

Feira do Chocolate-Abril/Maio

Vila Natal- Dezembro/Janeiro

Óbidos- Portugal

 

Óbidos

 

Artesanato

O artesanato de Óbidos a par das confecções em teares manuais, dos bordados, da pintura sobre azulejo, cabaças ou latão, destaca-se sobretudo no domínio da cerâmica. A origem desta tradição remonta à época do domínio romano na península.

Loja de artesanato – Óbidos

 

Loja de artesanato – Óbidos

 

Mercado Biológico de Óbidos

 

Gastronomia

Devido à proximidade de mar, e da Lagoa de Óbidos, a gastronomia encontra um dos seus mais altos expoentes nos pratos confeccionados com peixe e marisco. Nas carnes, o ensopado de cabrito, o borrego ou as carnes na brasa são tradição. Trouxas de ovos e lampreias das Gaeiras, mouras e alcaides são exemplos da doçaria regional.  A pêra rocha é a mais afamada fruta da região. Graças à excelência do seu microclima, a região demarcada de Óbidos produz óptimos vinhos como os conhecidos vinhos (em especial os brancos de castas tradicionais) Gaeiras e Oiro de Óbidos.

 

Bar Ibn Errik Rex- Óbido

 

Bar Ibn Errik Rex- Óbido

 

De especial destaque é a bebida típica de Óbidos – a Ginginha. Um licor obtido a partir da maceração da fruta da ginja, popular especialmente em Óbidos e Alcobaça (Portugal).

O micro-clima da região, juntamente com as condições favoráveis dos solos, originam características de elevada qualidade, que distinguem estas ginjas de outras regiões do país.

 

Ginginha de Óbidos

 

Para alojamento em Casas de S. Thiago do Castelo, reserve aqui.

 

 

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos também aqui:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

Categorias

SEGURO DE VIAGEM

ARTIGOS DE VIAGEM

PROMOÇÕES DE VIAGEM

RESERVA DE VOOS/ HOTÉIS

BILHETES PARA ACTIVIDADES

GOOGLE TRANSLATE

GRUPO FACEBOOK AMANTES DE VIAGENS