28 Nov

VIAJAR COM CRIANÇAS

DICAS DOS AMANTES DE VIAGENS

A melhor informação sobre destinos é aquela que todos os dias são partilhados no nosso grupo de facebook AMANTES DE VIAGENS. Aqui encontra alguma informação útil dos membros, para preparar a sua próxima viagem!

 

Vamos ajudá-lo no planeamento da sua viagem com CRIANÇAS

 

Viajar com crianças pequenas, nalguns casos com meses de idade, tem originado diversas questões no nosso grupo. Vamos conhecer algumas dessas dúvidas/questões que são colocadas…

India

Criança muçulmana na India

 

 #44 VIAJAR COM CRIANÇAS

 

VIAJAR COM CRIANÇAS PEQUENAS

Questão» Ana Leal:”Que cidades europeias sao amigas de familias com crianças? Tenho uma filhota de 3 anos e 1 bebe de meses. Alguém pode contar experiência de viajar c crianças pequenas?”

Angela Ferreira Rodrigues: Ana o meu mais novo viajou em bebé para Paris, Madrid e Roma. A experiência menos boa foi em Roma, pq ele adoeceu e n tive confiança suficiente nos romanos pouco afáveis para o levar a um hospital lá, então optei por regressar mais cedo, deixando marido e filha mais velha sozinhos em Roma por mais uns dias. Foi duro!
Acho q n tem que ver com as cidades/regiões em sim, mas sim com a hospitalidade/compreensão do povo. Depois tb é crucial ter a sorte do nosso lado! Não deixe de viajar com as crianças. Talvez não deva arriscar destinos muito distantes, para se em caso de necessidade, estar mais perto de regressar à vossa zona de conforto. “

Liliana Pereira: A minha tem 1,5ano e tem viajado connosco. Acho que por ser a primeira, tratamo-la como se de cristal se tratasse e já adiamos algumas viagens pelos destinos. Mas no próximo ano não nos escapam! 🙂 No entanto já percebi que quanto mais pequenos mais fácil é é já me arrependi de alguns adiamentos.  Ficamos sempre em apartamento (e viva o airbnb!) e já temos toda a logística trabalhada (nada de carrinhos e muito babywearing). Fazemos mais paragens e muitas visitas a parques infantis. Até passámos a apreciar tudo de outra forma.
Imprevistos acontecem tanto com eles como connosco e não podemos nos condicionar por isso.
Há muitos blogs com dicas de pais muito aventureiros. Nós somos os nossos principais obstáculos. Boas viagens em família! No próximo fim-de-semana vamos para uma cidade europeia “

Sara Lima: Barcelona fiz com a minha filha com 1 ano e meio e foi espetacular. Levamos carrinho bengala, prático de transportar e fechar para entrar no metro e serviu para dar umas sonecas também.

Sara Lima: Este ano fomos a Paris e Disneyland e a minha filha teve febre e foi muito bem atendida no posto médico do parque. Tinham já impresso em várias línguas as instruções para ir a uma farmácia ou pedir consulta a um médico no hotel. Foi o que fizemos e o médico foi excelente com os mesmos requisitos para tomar antibiótico de cá, só com receita médica e lá esperam 3 dias até passar a receita. Mas passou-nos na mesma com a indicação de esperarmos uns dias a ver se melhorava. A verdade é que não foi preciso. No dia seguinte já não tinha febre. Penso que nas cidades europeias não vai ter problemas.

Sara Lima: No seu caso opte por apartamento e terá sempre forma de dar o peq. Almoço que estão acostumadas, fazer sopa e assim garantir que terão uma boa alimentação. Em Espanha não encontrei sopa em nenhum restaurante , França igual.

Telma Cruz: Depende da altura do ano… Eu fui no inicio de npvembro a Madeira,apanhamos temperatura entre os 20 e 25 graus,mt bom! A bebe tinha na altura 6 meses e foi super tranquilo… Poderei ir para fora mas como nesta altura as temperaturas sao smp mais baixas ficamos em Portugal a explorar a nossa bela ilha”

Cristina Filipe Nogueira: Saí sempre com o meu filho. Nunca tive qualquer problema.
Convém não esquecer que em todos os países do mundo existem crianças, e hospitais!”

Patrícia Santos: A primeira viagem do meu filho foi com dois anos e meio e correu muito bemfomos a punta cana e ele adorou. A viagem de avião apesar de ser longa, ele dormiu o tempo quase todo e quando estava acordado andava sempre ao colo das hospedeiras. Em punta cana adorou as piscinas e água quentinha. Desde então, todos os anos viaja conosco e adora, não existe melhor coisa do mundo do que viajar com os nossos filhotes,  a do próximo ano já está a ser preparada, será a Malásia.

Jose Alves de Sousa: Não se esqueça de levar o crt de seguro de saúde Europeu já que viaja com crianças. De resto olho sempre nas crianças..Eu sugeria norte da Europa mas de momento é muito frio”

Liliana Curado: O meu principe tem 2anos e meio e já foi à Suiça (4 meses) ao Brasil (1ano e 4 meses) e a Punta Cana (2 anos e 4 meses). Correu sempre tudo lindamente. Na primeira viagem chorou um pouco, na segunda portou-se lindamente e na 3 o senão foi a altura de por o cinto para as descolagens e aterragens.Nesta altura acham que já mandam😉 temos que ter uma atitude descontraida e desde q estejam bem de saude tudo se faz

Crianças em São Tomé

Crianças em São Tomé

 

 VACINAS

Questão» Mónica Rodrigues Rocha:Bom dia Amantes, opiniões sobre as vacinas obrigatórias para a Tailândia. Devo ou não tomar e dar ao nosso filho de 5 anos? Quais os efeitos secundários após a vacinação? “

Sónia Duarte: Estive lá em Outubro e não levei vacinas e não tive qq problema. Não há vacinas obrigatórias mas se ficar mais descansada vá a uma consulta do viajante.

Mónica Rodrigues Rocha: Pois fiquei a saber ontem quando liguei para marcar a consulta do viajante que as vacinas obrigatórias para estes países é a da febre Amarela e que aconselham também a da Febre Tifóide.

Mónica Rodrigues Rocha: Por prevenção irei á consulta do viajante, mais pelo nosso filho que tem 5 anos…..mas estou na dúvida em tomar as vacinas. Receio que fiquemos doentes por causa dos efeitos secundários e não consigamos viajar. Mas agradeço o vosso feedback, pois pelo que vejo a maioria ou não sabe ou simplesmente arriscou e não levou vacina. Quando somos só nós adultos as escolhas são nossas, mas com os filhos ficamos sempre a pensar o que é melhor para eles”

Ana Paiva: Consulta do viajante sem duvida. Ninguem melhor para a aconselhar

Inês Mendonça: Para a Tailândia é tranquilo ir sem qualquer vacina…apenas se for para o norte da Tailândia é que é capaz de ser mais arriscado. Para África a da febre amarela e Tifóide é das obrigatórias e confirmam à chegada se temos tudo em dia. Posso-lhe garantir que não têm efeitos secundários caso decida levar as vacinas…as minhas filhas levaram e não tiveram problemas nenhuns

Teresa Carvalho: Não há vacinas obrigatórias para a Tailândia, mas a pediatra aconselhou a hepatite A, na altura o meu filho tinha 3 anos.

Paula Pereira: Olá Mônica … Não são obrigatórias nenhumas vacinas para a Tailândia … Viajei para la 2 anos , com a minha filha com 4 anos na altura … É super tranquilo e seguro … E até com a alimentação da menina não tive problema nenhum … Eles cozinham tudo consoante o que nos pedimos .., é um povo brutal .., boa viagem

Patricia Magalhaes Francisco: Olá boa tarde o melhor que tem a fazer é ir a uma consulta do viajante até porque leva crianças…eu estive na Tailândia há uma semana tomei a da hepatite A custou 20 e tomei os comprimidos para a malária porque fui a Laos…leve repelente pode comprar na Wells o previque..leve também o imodium rapid faz sempre jeito😃 e paracetamol é o mais aconselhável..podia dar lhe imensos conselhos mas nda melhor que ir à uma consulta do viajante…eu fui ao hospital de Leiria o valor da consulta ronda os 4.. veja o hospital mais perto de si que tem consulta do viajante… boa viagem

Crianças da Tribo Himba

Crianças da Tribo Himba

 

AÇORES COM BEBÉ 

Questão»  Susana Rocha:”Caros viajantes, estou com uma dúvida, sobre a qual talvez vocês me poderão ajudar… Vou aos Açores em 2017, mas querendo já comprar os bilhetes de voo aproveitando enquanto os preços não sobem muito, e não sei se faça apenas S. Miguel, ou S. Miguel e Terceira. Questiono isto porque eu e o meu companheiro levamos a bebé de 7 meses na altura, e ao que imaginamos o ritmo de passeio será muito mais lento do que se fossemos só nós os dois. Assim sendo, considerando que vamos uma semana, não sabemos se é preferível visitar apenas uma ilha com toda a calma, ou se uma semana dá perfeitamente para fazer as duas ilhas, mesmo havendo períodos do dia em que possamos não aproveitar tão bem… Falem-me das vossas experiências, para me ajudar a decidir. Muito obrigada desde já pela vossa disponibilidade. Continuação de muitas e boas viagens por aí…”

Estela Pereira: Estive uma semana em S. Miguel e achei o tempo certo para ficar a conhecer a ilha, que tem lugares magníficos: O parque terra nostra, as furnas a lagoa do fogo, a lagoa das 7 cidades, a Caldeira velha, Vila Franca do campo e o seu ilheu, Os picos (o da Vara éo mais alto) a costa norte, Ponta Delgada, são alguns dos locais imperdíveis. O ideal é alugar carro. Deixaria a Terceira para outra oportunidade. Também tem muito que ver, embora mais pequena que S,. Miguel. Por mim, se fosse com um bebé, seria a opção

Ana Renata: Estive 4 dias com uma criança de 2 anos em s. Miguel e achei pouco para conhecer “realmente” a ilha…. é uma ilha linda que vale a pena conhecer com toda a calma!

Ana Rita Martins: Estive 5 dias e deu para ver muita coisa, mas acho que uma semana era o ideal. Também levámos o nosso bebé. Ele gostou muito do passeio e dormia sestinhas no carro. Com eles o ritmo é mais lento, por isso eu não incluia a terceira.

Cátia Afonso:” Quando fui estive 4 dias em São Miguel e 3 na Terceira, sem crianças. Foi suficiente. Mas se voltasse não faria o mesmo itinerário. Deixava a Terceira de fora e escolhia Faial ou Flores. Não achei a ilha bonita… Fica a dica”

Margarida Lima Susana Rocha: estive em Julho 6 dias em S. Miguel e só com algumas amigas que estão lá e nos orientaram melhor, foi possível conhecer e apreciar o principal desta ilha de imensos cantos e encantos…ficava bem por mais algum tempo (Y) Não refere em que mês vai, mas com um bébé pequeno, não deve andar em correrias de ilhas, porque senão não aproveita devidamente ! Pode crer que 1 semana em S. Miguel, se for conhecer mesmo lhes vai saber a muito pouco 🙂 Noutra ocasião vão então às outras ilhas, que eu desejo muito conhecer também, se bem que pelo que me respeita S. Miguel foi uma surpresa total pela positiva e quero demais voltar 

Liliana Pereira: Na minha experiência de viajar com bebé e conhecendo as 2 ilhas, não levem carrinho, façam babywearing para poderem aproveitar a natureza. É preciso fazer muitos kms de carro e podem organizar de modo a que trajetos de carro (com pequenas paragens para ver miradouros, p.e.) coincidam com a hora da sesta. Assim o bebé pode continuar a dormir no carro e vocês vão à vez espreitar as vistas. Com isto quero dizer que não é preciso ficarem no hotel ou limitarem os locais que visitam pelos acessos. Quando são pequenos é que é fácil! 🙂 aproveitem!

Criança no mercado de Bereba-Burkina Faso

Criança do Burkina Faso

 

 VOO LONGO CURSO COM BEBÉ

Questão» Cláudia Santos:Olá a todos! Sou nova neste grupo e preciso de uma ajudita…Já alguém viajou com bebé de 5 meses em voos longos? Deixam levar biberões e leite em pó para a bebe?”

Anabela Revez: É permitido levar tudo o que for necessário para o bebe durante a viagem, leite em pó, agua, tudo q precisar! Aconselho a levar água num termo, o sistema de aquecimento dos aviões não funciona muito bem e leva muito tempo! Viagens de longo curso, não sei qual é a companhia, mas pode tentar saber junto da própria companhia, se existem uns lugares próprios para bebes em que eles colocam um mini berço para tornar a viagem mais confortável tanto para o bebe como para a mãe.

Maria Manuela Grilo: Sim deixam levar tudo. Faz um check in à parte.

Luís Godinho: Sim deixam.. no caso de líquidos podem pedir para que prove na frente deles. Mas deixam”

Crianças a deslocarem-se para a escola numa aldeia flutuante do Tonle Sap

Crianças a deslocarem-se para a escola numa aldeia flutuante do Tonle Sap- Camboja

 

BEBÉ COM 4 MESES

Questão» Sofia Milhano:Tenho um bebé de 2 meses, e eu e o meu marido que somos uns amantes de viagens também, estamos com imensa vontade de fazer uma viagem para Janeiro/Fevereiro!
Nessa altura o meu pequenino terá 4 mesinhos! No entanto queria perguntar ao grupo dado a esta situação e não querendo colocar o nosso bebé em risco, alguém já viajou para o calor com um bebe pequenino? Que me aconselham…. Pensamos na Republica Dominicana!!! ”

Maria Albernaz :”Um bebé com essa idade ainda é muito pequenino, para ir para um país subdesenvolvido. Guarde as férias para mais tarde ou então procurem um sítios com menos riscos.

Lília Castela: Tão pequeno e para o local em questão… Concordo com os demais comentários mas como a pergunta não se prendia com opiniões, mas experiências: a primeira viagem do meu foi aos 8 meses para França correu lindamente! Depois disso já fez 2 longos cursos (Cuba) o primeiro pouco antes dos 2 anos e pouco antes dos 3 anos.

Ana Reis: Eu tenho uma bebé com dois meses e estamos a planear Açores com 8/9 meses e Croácia com 11/12 meses.. Açores é um voo curto para a estreia e Croácia um voo também não muito longo, país desenvolvido e com boas condições de saúde.

Fátima Lagarto: Olá Sofia, a 1a vez que fiz Rep.Dominicana com as minhas filhas tinham elas 2 anos e correu bem. Ja voltamos la varias vezes agora com elas maiores. Com 4 meses acho um pouco arriscado pelo calor e também os mosquitos. De qualquer maneira se algo correr menos bem também existem clinicas internacionais. Peca opinião ao Pediatra para ir mais descansada. Boa viagem e felicidades

Rosa Oliveira: A primeira viagem que eu fiz com o meu filho foi um cruzeiro ele tinha 9 meses e correu muito bem.

Ismalia Ramos: Estive em Cabo Verde em janeiro com a minha filha e o bebe de 4 meses,e correu tudo bem .

Ana Cristina Passos Ferreira: E faz lindamente vê se muitos bebes pequeninos nos aeroportos do mundo inteiro e infelizmente raramente são portugueses . O hábito português e este esperar mais uns anitos ou espeta los nos avós”

Luísa Antunes: O meu filhote tinha 4meses quando fomos à Madeira. Para prevenir, a conselho da pediatra, descolou e aterrou a mamar! Correu muito bem! Mamando é muito fácil viajar com um bebe.

Andreia Guiomar: 6 meses em cuba que os hotéis deixam um pouco a desejar na limpeza na comida e afins …. e … felicidade total 🙂 8 meses lanzarote e não vai mais pk não posso , comigo foi a bebé e uma mala cheia de comida , leites, antibióticos, repelentes, tenda para o sol, brinquedos, …. falei com o pediatra e a respoata foi sim vão 🙂 8 meses lanzarote … foi para ganhar calo”

Anabela Santos :”Tenho 4 filhos neste momento todos crescidos e sempre viajei com eles mas se fosse hoje talvez ponderasse . As crianças são imprevisíveis os meus ou apanhavam viroses ou gastroenterites. Um apanhou zona e outro varicela . Aí não era para eles nem para nós. Há que ponderar😊

Ana Carina Codea Namora: E uma viagem muito longa para um bebe de 4 meses tentem ir a um país mais próximo

Joana Sobral: Viajei para o México com o meu filhote, com 8 meses. Correu bem, o único senão foram os 4 dentes que romperam ao mesmo tempo; durante a semana de férias. Alguma diarreia e quase n comia, mas de resto correu td bem. Os pediatras n aconselham, mas isso cabe-nos a nós decidirmos se vamos ou não. A viagem de avião correu super bem.

Sophie Xuak:” Deve aconselhar-se sobre viagens de longo curso com o pediatra…So depois decidir onde vai

Filipa FSilva: Com 4 meses!!! Espere mais uns quantos… O “stress” das viagens são sentidos por eles além de que não é nada cómodo. Melhor um “vá para fora cá dentro”.

Carolina Curado: Sofia, grávida do primeiro e a querer muito viajar com ela também! Se fosse pelas opiniões das outras pessoas nunca tinha posto os pés num avião durante a gravidez. O meu médico deixou, visitei a Rússia, Escócia e Irlanda 🙂 em suma: Vá sem medo, peça só opinião ao seu médico, e esqueça as mentalidades pequenas. Vão dizer-lhe para ir até Costa da Caparica no máximo que isto é um pais de malta pouco habituada a viajar. Em todas as minhas viagens (e já conto algumas, por todos os continentes, por conta própria) sempre vi pais c filhos pequenos, até no Irão. Devidamente informada e medicada deve correr tudo bem”

Tita Simoes:” Ola Sofia, nós viajamos para Cabo verde- boavista, com os pequenos de 2 anos e o baby de 6 meses. Correu tdo mto bem, poucas horas de viagem e achei o clima mto bom para eles. A experiência de quando foi a republica e sem criancas, acho q é uma viagem mto longa e o clima mto forte pr eles. Alem q no voo foi um bebe a chorar o tempo tdo, mas cada crianca é unica e a sua pode portar-se lindamente 

Célia Costa: Desde o primeiro ano de idade que a minha filha viaja connosco, e todos os anos viajamos para fora da Europa ! Mas como o seu bebé é muito pequenino talvez cabo verde será o mais indicado pois não é tão quente , a viagem é mais curta e está aqui mais perto ! Qualquer que seja o destino , boa viagem !”

Fernando Vieira: Só começamos a viajar com o nosso filho a partir dos 3 anos, mas felizmente tínhamos os avós que durante esses anos ficavam os 10 dias com ele. Ainda hoje, fazemos sempre uma viagem ao estrangeiro com ele e outra apenas nós, porque existem destinos, quer pela distância ou acesso a cuidados de saúde, que achamos não serem adequados. Hoje, dizemos ainda bem o termos feito, porque apenas aos 1,5 anos descobrimos que tinha alergias alimentares, o que podia ser fatal em determinados países. Mas neste caso, uma viagem à Madeira, Açores ou a um país da Europa não terá qualquer problema.

Escola no Laos

Escola no Laos

 

BAGAGEM EM VOO LOW-COST

Questão» Kader Castro:Tenho duas questões:
1ª- Alguém que já tenha viajado com bebé de avião (de preferência pela Ryanair) sabe me dizer se podemos levar carrinho e/ou ovo sem qualquer custo adicional? É que já ouvi dizer que é permitido levar 2 coisas de bebés em todas as companhias aéreas.

2ª) Sei que há companhias que classificam as malas de mulheres ou mochilas como mala de mão a que se tem direito, mas a mala de Bebé contabiliza já para mala de mão ou podemos levar adicionalmente com uma mala de mão que temos direito?”

Inês Mendonça: Nunca viajei com bebé na Ryanair..mas por ex na TAP pode levar carrinho com ovo até entrar no avião….entregam-lhe logo assim que desembarca…e uma mala com as coisinhas do bebé

Inês Mendonça:” Além das coisas do bebé…pode levar a bagagem a que o adulto tem direito

Liliana Costa:” Ns ryanair pode levar-se um item: cadeira ou carrinho ou… mas vai no porão.

Marina Carvalho: O ovo não entra no avião. Tem de o deixar com o carrinho para ir no porão mas pode levar

Alexandra Sousa:” Eu já fiz essa pergunta na rainair para uma amiga pode levar o carrinho e a mala do bebe a sra pode levar a mala de mão e a bagagem de mão eu trabalho no terminal 2. do aeroporto maioria das senhoras leva mala e mala de mão ou mochila e mala de mão .

Telma Cruz: Faço Lisboa-Porto com frequência com a minha bebe pela ryanair… Pode levar 2 itens por exemplo chaci + ovo, carrinho (bengala p exemplo) + cadeira auto no porão, sem custos adicionais. O check in pode ser online no entanto tem k ir ao balcão ‘despachar’ o carrinho p lhe colocarem as etiquetas,leva ate a entrada do avião e la entrega p colocarem no porão e no aeroporto de chegada pode ter o carrinho a porta do avião ou podera ir para o tapete depende do dos aeroportos. Se quiser levar o ovo ou cadeira auto no avião tem k pagar bilhete normal (ate aos 2 anos vão no colo e pagam uma taxa apenas). Em relação as malas, na ryanair pode levar a mala de mão com as dimensões k estão no site e uma malinha de ombro ou mochilinha pequena. A bebe pode levar uma mala ate 5kg s n me engano e pode levar agua, leite em pó, leite já preparado, sopa… Se precisar p exemplo de cremes funciona como para nos, frascos n podem exceder os 100ml e no total n exceder 1Lt. Se for necessário medicação como xarope n pode exceder os 100ml caso contrário necessita doc medico. 

Petra Pereira: Eu viajei com a minha filha bebé na Ryanair e na Tap e na altura não colocaram nenhum impedimento. Foram até bastante simpáticos na prioridade, na ajuda com o carrinho. Permitiram que levasse tudo até mesmo á entrada do avião e eles depois é que se encarregaram de arrumar, apenas pediram para ser eu a fechar pq podiam partir. Levei a mala da bebé e a minha mochila sem problema.

Disneyland Paris

Disneyland Paris

 

 LUA-DE-MEL 

Questão» Susana Rocha: Sou nova nestas andanças e daí gostaria de contar com a vossa opinião… Caso para o ano no final de Agosto, e estou a começar a pensar onde possa ir de lua-de-mel, sendo que, nessa altura levo já um bebé de 7 meses. Portanto, queria um destino em que não fosse necessário viajar muitas horas, um país seguro por causa da bebé, que nós possamos aproveitar, ou seja, se for um destino só de praia talvez não consigamos usufruir bem, porque todas as horas de maior calor não são viáveis para um bebé. Outra questão é o orçamento que não será propriamente enorme. Não precisa de ser os típicos destinos de lua-de-mel. Pode ser um destino muito mais cultural, desde que seja viável andar sempre com a bebé.”

Ana Maria Claro Ribeiro: Tenerife,Sul de Espanha,ou cidades da Europa, Palma de Maiorca, Ibiza…

Marina Reis Santos: Porto Santo, São Miguel

Rui Abrantes:” Madeira

Francisco Godinho:” Menorca

Margarida Lima: Vá para S. Miguel / Açores (Y) Belissimo, tranquilo, só Natureza (sem poluição para a bébé), boa comida, preços acessíveis, enfim …eu adorei e recomendo…ainda pode alugar um apartamento (estive lá, alugado pelo booking), em zona linda e super tranquila, inserido na Natureza e até tem piscina ! Podem passar imenso tempo de qualidade e em segurança, para os 3. Aproveitem bem porque se ainda não conhecem será uma boa escolha, sem dúvida ( a bébé com essa idade precisa de locais tranquilos e saudáveis)

Telma Cruz: S. Miguel, Menorca, Brugges, Veneza (se bem que aqui andar c o carrinho de bebe nem sempre é fácil e/ou pratico)…

Arlindo Almeida: Se for para a Europa, não esqueça o cartão europeu de saúde.

Hélia Gaspar: Menorca, Sardenha, Malta. Fomos este ano com a bebé de 10m para Punta Cana e aos 14m fomos para Menorca e se bem que ambas as viagens correram bem, foi menos cansativo Menorca! Menorca no melia na Cala Galdana top

Ana Rita Martins: Aconselho Madeira ou Açores. Já fui com o meu bebé aos Açores e funciona muito bem porque alugamos carro e temos as coisas dele sempre connosco. Ele pode dormir umas sestas enquanto nós nos deslocamos. E a viagem de avião não é muito grande. A outra vantagem é ter um hospital que fala a nossa língua… Para além de serem destinos de baixo orçamento e muito bonitos!

Cerimónia em Kiribati

Cerimónia em Kiribati

 

 IDADE MÍNIMA PARA ANDAR DE AVIÃO

Questão» Claudia Lourenço:Maltinha, há alguma idade mínima para um bebé andar de avião?”

Carlos Lobo: O meu filho viajou com 3 meses

Elisabete Carvalho: A minha sobrinha viajou dos Açores com 4 semanas e teve alguns problemas em um dos ouvidos

Cristina Sebastiao: Não, não há! A minha fez a sua primeira viagem aos 3 meses!

Maria Teresa Silverio: Apenas o bom senso dos pais em relação à duração do trajecto e às características particulares do bebê

Andrea Guedes de Sousa: Atenção que a maior parte das companhias aéreas não aceita transporte de bebés com menos de 1 semana de vida.

Luis Amaral: Sendo pediatra, diria que as viagens de avião estão contra-indicadas a recém-nascidos até às 48 horas de vida, após as quais recém-nascidos saudáveis podem viajar.
Sempre que possível, a viagem deve ser protelada para depois da primeira semana de vida
Contudo, regra geral, os lactentes com menos de 6 semanas devem evitar viajar de avião !!”

Crianças pelo MUNDO

Crianças pelo MUNDO

 

 

Para alojamento, consulte aqui.

Para programas de viagem, consulte aqui.

 

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos também aqui:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

ARTIGOS DE VIAGEM

Mapa Hoteis em Portugal

redHotel com Piscina Interior redHotel de Luxo redPousada redTermas e SPA redTurismo Rural