12 Dez

GRANDES VIAJANTES

Em Portugal, a história diz que tudo se terá iniciado após a implantação da república à pouco mais de cem anos a esta parte. O ano de 1911 representou um momento fundamental na emergência do turismo organizado em Portugal. Nesse ano, em Maio, Lisboa recebeu o IV congresso internacional do turismo, e o governo provisório da república criou as primeiras estruturas oficiais – a repartição de turismo e o conselho de turismo.

Se o interesse, privado e público, vinha de anos anteriores – como o atestam, entre outras iniciativas, a criação da sociedade de propraganda de Portugal em 1906 e a publicação do Manual do Viajante de Portugal em 1907 – foi durante a república que se deu formalmente a sua institucionalização.

Simultaneamente, as velhas termas em Portugal (grande riqueza de águas mineromedicinais) começaram a modernizar-se, as praias a receber veraneantes com regularidade, e lugares patrimoniais como Alcobaça, Batalha ou Tomar entraram nos circuitos turísticos.

Portugal começava, lentamente, a inserir-se no mapa e nos roteiros, ainda em construção, do turismo internacional.

Viajar por prazer, para conhecer outros lugares e costumes, como distracção ou forma de repouso tinha-se tornado um desejo acessível a mais pessoas.

Viajar na década de 70

 

Nos últimos trinta anos com a evolução crescente dos aviões e do número de ligações comerciais que levam passageiros a toda a parte do mundo, e mais recente com os voos low cost tornou a  forma de viajar mais fácil e acessível a todos. Conhecer o mundo, novos povos e culturas tornou-se uma realidade.

Alguns viajantes  portugueses que já estiveram nos 4 cantos do mundo…

TIAGO SALAZAR

Tiago Salazar nasceu em Lisboa em 1972.

Formou-se em Relações Internacionais e estudou Guionismo e Dramaturgia em Londres. É doutorando em Turismo, no Instituto de Geografia, na Faculdade de Letras de Lisboa.

Trabalha como jornalista desde 1991, tendo publicado, entre outros títulos, no Diário de Notícias, Grande Reportagem, Vogue e na revista Egoísta.

Foi vencedor do prémio Jovem Repórter do Centro Nacional de Cultura, em 1995.

Em 2010 foi bolseiro da Fundação Luso-Americana, em Washington, ao abrigo da Bolsa José Rodrigues Miguéis.

Actualmente é jornalista freelancer e formador na área da escrita e literatura de viagens.

Foi ainda autor e apresentador do programa de viagens «Endereço Desconhecido», da RTP2.

Escritor Português

Tiago Salazar no Nepal

 

JOSÉ MEGRE

José Megre foi um grande piloto TT e o 1ºportuguês  a visitar todos os países (menos um)

Bacharelou-se em Engenharia Mecânica, em 1966, em Inglaterra. Partiu para Angola, em 1967, onde foi alferes comando na Guerra Colonial, até 1970. Em 1970 ingressou no Grupo Entreposto, onde exerceu funções profissionais até 2002, como director técnico, administrador e consultor. Co-fundador do Clube Todo-o-Terreno 1982 e do Clube Aventura 1984, organizador de eventos desportivos de todo-o-terreno em Portugal, criou o Rali Transibérico e a Baja Portalegre 500, a Baja Portalegre e a Baja Portugal, o Rali de Fronteira e o Raid Transportugal. Realizou várias expedições em automóvel na Europa, em Africa, na Ásia e na América, tendo visitado 193 dos 194 países reconhecidos do mundo, tendo restado o Iraque. Foi o primeiro português a organizar uma equipa para participar no Paris-Dakar, em jipes UMM, nas edições de 1982, 1983 e 1984. Organizou e participou em inúmeras expedições para viaturas 4X4 com extensões que variaram entre 10 e 25.000 quilómetros. De notar que as viagens de José Megre não eram feitas unicamente para conseguir o carimbo no passaporte. A sua norma era fazer vários quilómetros de modo a conhecer o melhor possível os países por onde passou, tendo percorrido cerca de um milhão de quilómetros em automóvel fora de Portugal, só ou acompanhado de amigos, colegas ou clientes. Faleceu em Fevereiro de 2009.

José Megre

 

NUNO LOBITO

Nuno Lobito,  nasceu em 1965 . Actualmente, é o português mais viajado de sempre. Conhece todos os países do mundo (Em 2013 foi considerado pelo MTP o viajante número sete do ranking mundial).

Passou os anos 90 a viajar, dedicado à foto-reportagem e a recolher experiências humanas. Regressava esporadicamente a Portugal para publicar trabalho e leccionar cursos de fotografia.

Viveu entre tribos indígenas, fotografou cenários de guerra, visitou Sua Santidade, o Dalai Lama, dormiu no seio da Floresta Amazónica.

Da sua visita à Floresta Amazónica, emergiu o seu livro fotográfico “Amazónia Oculta”.

No dia 11/11/11, aos 47 anos, tinha visitado os 193 países reconhecidos pela ONU, mais 11 auto-proclamados independentes. Este feito conquistou-lhe uma posição de topo na tabela dos mais viajados do Mundo, segundo o site Most Traveled People.

Em 2012, no programa Revelações, emitido pelo canal RTP Memória, o fotógrafo juntamente com a apresentadora Isabel Angelino, dedicam dez interessantes minutos de cada episódio do programa a percorrer os países pelas fotografias de Nuno Lobito, onde aspectos técnicos são explicados e algumas revelações das viagens são partilhadas com o telespectador.

Nuno Guerreiro Lobito

 

JOÃO GARCIA

O grande alpinista português João Garcia já percorreu diversos países, mas surge nesta lista porque concluiu um grande feito. Escalou as 14 maiores montanhas do planeta.

Nascido no  ano de 1967, conta no currículo com a conquista dos “Big Five”, como são conhecidas na gíria dos alpinistas, as cinco montanhas mais altas do planeta (Everest, K2, Kanchenjunga, Lhotse, e Makalu). Relativamente à ascensão ao cume do Everest (8850 m), em 18 de Maio de 1999, realizada pela face norte, e como sempre sem recurso a oxigénio artificial, levou à morte do seu colega de escalada e grande amigo, o belga Pascal Debrouwer, que caiu numa ravina durante a descida e valeu a João Garcia o internamento num hospital de Zaragoza, em Espanha, onde lhe amputaram alguns dedos das mãos e pés, e onde recebeu um implante para o seu nariz devido às queimaduras provocadas pelo gelo.

João Garcia é actualmente o único português “cameraman” de altitude e de condições extremas, tendo já realizado vários documentários sobre as suas expedições, e que têm sido transmitidos nas televisões portuguesas. João Garcia é também autor do livro “A Mais Alta Solidão”, que já vendeu mais de 30 mil exemplares; e do livro “Mais Além – Depois do Evereste”, lançado em Fevereiro de 2007, e que foi dedicado a Bruno Carvalho.

João Garcia lançou em Janeiro de 2009 o filme intitulado “Joao Garcia sur la route des 14” que tem realização de Johan Perrier e relata o projecto “À conquista dos Picos do Mundo” e o desejo do Português de conquistar as 14 montanhas mais altas do planeta.

João Garcia

 

GONÇALO CADILHE

Gonçalo Cadilhe nasceu na Figueira da Foz em 1968, cidade onde cresceu e que mantém como residência. Licenciou-se em Gestão de Empresas na Universidade Católica do Porto, em Setembro de 1992, fazendo parte da primeira “fornada” de licenciados deste curso. Durante os anos da Universidade frequentou também a Escola de Jazz do Porto. Depois de uma breve passagem pelo mundo da Gestão de Empresas, em Abril de 1993 começou a viajar e a escrever sobre viagens de forma profissional. Tem dez livros publicados e assinou três documentários de viagens para a RTP2.

Gonçalo Cadilhe

 

JOÃO PAULO PEIXOTO

Nascido em 1964, João Paulo Peixoto foi o primeiro português a visitar todos os países do mundo, sob a égide da ONU. Mas engana-se quem pensa que a volta ao mundo acabou aqui. Concluídos os 193 países, as próximas metas deste viajante são os países autónomos (265), do MTP.

Viajou mais intensamente nos últimos vinte anos. Segundo João Peixoto, não havia pretensão de percorrer todos os países do mundo. Pelo menos até há dois ou três anos, quando percebeu que faltavam apenas cerca de 30 e se lançou nesse objectivo.

Apesar de já ter percorrido todos os países do mundo, nos próximos destinos pretende relatar as experiências vividas pelos quatro cantos do mundo; conhecer o Árctico verdadeiramente; ou (re)fazer viagens históricas como as de Marco Polo e Fernão de Magalhães, continuando as aventuras pelo planeta, quem sabe até completar outras listas de nações.

João Paulo Peixoto

 

LUÍS FILIPE GASPAR

Luís Filipe Gaspar, nasceu em Lisboa no ano de 1958. Aos dezesseis anos, viajou pela Europa durante um mês com um amigo. Nas viagens seguintes, decidiu conhecer toda a Europa. Quando sentiu conhecer bem o Velho Continente como a palma da mão, decidiu então percorrer outros  continentes. 

Os seus locais favoritos são:  Austrália, Nova Zelândia, India e Bolivia.

Luís Filipe Gaspar

 

MOST TRAVELED PEOPLE

O Most Traveled People é uma espécie de clube com o ranking de viajantes que pretendem conhecer todos os lugares do mundo.

Actualmente, são 875 áreas de terra distintas do mundo. Essas áreas são os países, territórios, dependências, membros das Nações Unidas ou províncias de grandes países, grupos de ilhas, ilhas isoladas ou enclaves.

Most Traveled People

 

Principais viajantes do ranking mundial (MTP)…

ROBERT BONIFAS

Robert Bonifas (USA)- O nº1 a nível mundial

Fundador e CEO da empresa amerciana Alarm Detections Systems, Inc. de Illionois, EUA.

Já percorreu 848 áreas do mundo, estando em falta apenas 27   para concluir todas as regiões do mundo!

Os seus locais favoritos são: Rio de Janeiro, Hong Kong, toda a zona do Caribe, Dubai, a maior parte da Ásia e o sul de África.

Robert Bonifas – O viajante nº1 mundial

 

DONALD M. PARRISH JR. 

Donald M.Parrish Jr. (USA)- O nº2 a nível mundial

Faltam 28 áreas geográficas para concluir todos os territórios do mundo (já percorreu 847 no total).

Em 1971, fez a sua primeira grande viagem em redor do mundo. 

Os seus destinos favoritos, além da América do Norte e da Europa que poderia inumerar diversos países, possui uma lista parcial dos seus locais favoritos: Egipto, Ilha de Páscoa , Ilhas Galápagos , Uzbequistão , Etiópia, Cuba, Islândia, Butão, Vietname, Austrália e Japão .

Donald M. Parrish Jr. – Viajante nº2 mundial

 

JORGE SANCHEZ

Conhece 782 territórios/áreas do mundo. Faltam 93  para concluir todas as partes envolventes do mundo.

Espanhol, nascido perto de Barcelona, com 18 anos decidiu conhecer o mundo. Viajou por vários países da Europa Ocidental, à boleia, a dormir em albergues da juventude ou na natureza, a encontrar empregos ocasionais em Paris, Bruxelas, Lausanne, Génova, ou na Ilha de Wight, para ganhar dinheiro suficiente para continuar a viagem, por 2 anos, até regressar a Barcelona.

Pouco mais tarde (em 1982) desistiu de tudo, e dedicou a sua vida para viajar a tempo inteiro, trabalhando em qualquer coisa, em qualquer país, boleia, usando comboios de terceira classe, e caminhar, para aprender sobre a vida, em busca de conhecimento sobre a natureza humana.

Os seus locais favoritos são os territórios impenetráveis ​​do interior da África , América do Sul , Índia e Rússia.

Jorge Sanchez – O viajante espanhol, número 6 mundial segundo o MTP.

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos também aqui:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

ARTIGOS DE VIAGEM

EXPERIÊNCIAS EM PORTUGAL

- Procurar experiências
O que você quer fazer?

PROMOÇÕES DE VIAGEM

Mapa Hoteis em Portugal

bHotel com Piscina Interior pHotel de Luxo rPousada yTermas e SPA gTurismo Rural