4 Mar

PAQUISTÃO

PAQUISTÃO 

Bandeira do Paquistão

Bandeira do Paquistão

 

CAPITAL: Islamabad

 

PONTOS DE INTERESSE: Vale Gligit | Mesquita Badshahi em Lahore | Forte e jardins de Shalimar em Lahore | Ruínas budistas de Takht-I-Bahi e Sahr-I-Bahlol | Mohenjo Daro | Monumentos históricos de Thatta

 

MOEDA: Rupia Paquistanesa (PKR)

 

VACINAS: De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o vírus da poliomielite está a propagar-se no Paquistão e as autoridades aeroportuárias adoptaram a obrigação de todos os viajantes apresentarem, para sair do país, o boletim comprovativo da vacinação contra a poliomielite. Assim, todos os nacionais que necessitem efectivamente de se deslocar ao Paquistão deverão estar vacinados contra a poliomielite e serem portadores do respectivo boletim de vacinas comprovativo, sob pena de poderem ser impedidos de sair do país.

A rede sanitária é insuficiente. Nas áreas rurais é difícil conseguir assistência médica. Nos centros urbanos é preferível recorrer às instituições médicas privadas.

Os surtos de cólera, febre tifóide, disenteria, febres virais, hepatite B, malária são frequentes durante o verão. É recomendável a vacina contra a hepatite, tétano e febre tifóide e a prevenção da malária, bem como o uso de repelentes, devendo-se evitar o contacto com águas paradas e a ingestão de saladas cruas e marisco. É recomendado o consumo de água engarrafada importada.

 

VISTO: É necessário visto, que pode assumir a forma de visto de negócios (até 72 horas), turismo (1 a 2 semanas), diplomático/oficial (2 semanas, com validade de 90 dias prorrogáveis junto das autoridades locais). A sua obtenção demora cerca de um mês.

Recentemente as autoridades paquistanesas implementaram a política de visto à chegada (Visa On Arrival) para empresários de alguns países, incluindo Portugal. Para o efeito, o interessado poderá apresentar-se em qualquer aeroporto internacional do Paquistão e apresentar um dos seguintes documentos, além do passaporte com validade superior a seis meses após o término da estada prevista:

– carta de recomendação de uma Câmara de Comércio e Indústria portuguesa;

– carta convite de empresa paquistanesa reconhecida pela respectiva organização comercial no Paquistão;

– ou carta convite do Conselheiro/Adido Comercial de uma missão diplomática paquistanesa.

As condições completas para obtenção destes vistos, válidos por 30 dias, encontram-se disponíveis na página www.interior.gov.pk,  Visa Policy General.

É obrigatória a vacina contra a febre-amarela para pessoas que viajem de África e América Latina.

Não existem restrições na entrada e saída de divisas.

Mohenjo Daro

Mohenjo Daro

 

Paquistão é um país soberano do Sul da Ásia. Com uma população superior a 180 milhões de pessoas, é o sexto país mais populoso do mundo e, com uma área de 796.095 quilómetros quadrados, é a 36ª Maior nação do planeta em área territorial.

Vale Gligit

Vale Gligit

 

A área do Paquistão é de 881 640 km², equivalente à soma das superfícies de França e Reino Unido. A região leste do país encontra-se sobre a placa tectónica indiana, enquanto as regiões oeste e norte estão no planalto iraniano e sobre a placa eurasiática. Com 1 046 km de litoral no mar Arábico, o Paquistão possui 6 774 km de fronteiras – 2 430 km com o Afeganistão a noroeste, 523 km com a China a nordeste, 2 912 km com a Índia a leste e 909 km com o Irão a sudoeste.

Ruínas Budistas de Takht-I-Bahi

Ruínas Budistas de Takht-I-Bahi

 

A visitar…

Dominada pela grande bacia de planícies do sistema fluvial Indus, a terra sobe de forma íngreme a norte para as montanhas do Inducuxe. O Balochistão é um planalto semidesértico e tem cordilheiras montanhosas.

A melhor época para visitar as zonas meridionais do país é entre Novembro e Abril. De Maio a Outubro, antes da chegada da neve, é o período mais indicado para conhecer as regiões setentrionais. O Ramadão (Dezembro- Janeiro) é uma época pouco recomendada para o turismo.

Mesquita Faisal - Islamabad

Mesquita Faisal – Islamabad

 

Monumentos de Thatta

Na zona sul do país, Thatta é capital de três dinastias sucessivas e, posteriormente, dominada pelos mongóis, as rúinas de Thatta foram incluídas na lista do World Heritage pelo seu valor cultural, pois permitem um maior conhecimento da civilização Sind. Destcam-se, o Túmulo do príncipe Jam Nizamuddin e a Mesquita de Jamia. Os edifícios foram construídos em pedra finamente esculpida, ou encontram-se totalmente cobertos de azulejos.

Thatta

Thatta

 

Mesquita Badshahi – Lahore

A Mesquita de Badshahi é um grande recinto quadrangular de arenito vermelho. Entra-se neste local por uma porta ricamente decorada, integrada num bonito edifício quadrado, com esbeltos minaretes em cada canto rematados com cúpulas brancas.

Mesquita Badshahi - Lahore

Mesquita Badshahi – Lahore

 

Forte e jardins de Shalimar – Lahore

O conjunto do Forte de Lahore e dos Jardins de Shalimar, é o único monumento paquistanês que reflecte integralmente a história da arquitectura mongol do período de Akbar no século XVI, caracterizado pelo uso de arenito vermelho, até à época do Xá Jahan, cujo reinado se construíram o Forte Vermelho de Deli e o Taj Mahal na India, e criou os Jardins de Shalimar para o deleite da corte real.

Jardins de Shalimar - Lahore

Jardins de Shalimar – Lahore

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos também aqui:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

ARTIGOS DE VIAGEM

EXPERIÊNCIAS EM PORTUGAL

- Procurar experiências
O que você quer fazer?

PROMOÇÕES DE VIAGEM

Mapa Hoteis em Portugal

bHotel com Piscina Interior pHotel de Luxo rPousada yTermas e SPA gTurismo Rural