14 Fev

CHINA

CHINA

Bandeira da China

Bandeira da China

 

CAPITAL: Pequim

 

PONTOS DE INTERESSE: Hong Kong | Xangai | Pequim | Guilin | Macau | A grande muralha | Palácios imperiais da dinastia Ming e Qin | Palácio do Potola em Lhasa | Monte Huangshan

 

MOEDA: Yuan (CNY)

 

VACINAS: Cólera, Hepatite A/ B, Encefalite, Raiva e Tifo. As autoridades sanitárias competentes da República Popular da China têm vindo a confirmar a ocorrência de casos de infecções por vírus da gripe aviaria H7N9, detectados maioritariamente na região metropolitana e províncias limítrofes de Xangai. Existem riscos mínimos de contágio de Hepatite B e eventualmente encefalite japónica. Alguns médicos aconselham vacinação para ambas as doenças aos residentes.

 

VISTO: O visto é obrigatório e pode ser obtido em qualquer representação diplomática da República Popular da China no estrangeiro. Existem 8 categorias de vistos:
L – Viagem turismo; F – Negócios, estágios, intercâmbios culturais ou científicos; D – Residentes permanentes na China; X – Estudo; Z – Trabalho; G – Trânsito; C – Tripulações (companhias aéreas, marinheiros,…); J – Jornalistas.

Entrou em vigor no dia 30-01-2016, na zona do delta do rio Yangtze, mais precisamente províncias de Jiangsu e de Zhejiang e Xangai, um regime de isenção de vistos a visitantes oriundos de 51 países, entre os quais se inclui Portugal, que ali se desloquem em viagem de turismo ou negócios, até um máximo de 144 horas (i.e. 6 dias). Visitantes necessitam de ter um título de viagem internacional válido e bilhetes indicando datas e destinos confirmados para um outro país ou região.

China

Guerreiros de Terratoca em Xian

 

China, é o maior país da Ásia Oriental e o mais populoso do mundo, com mais de 1,36 bilhões de habitantes, quase um quinto da população da Terra. É uma república socialista, governada pelo Partido Comunista da China (PCC) sob um sistema unipartidário e que tem jurisdição sobre vinte e duas províncias, cinco regiões autónomas (Xinjiang, Mongólia Interior, Tibete, Ningxia e Guangxi), quatro municípios  (Pequim, Tianjin, Xangai e Chongqing) e duas Regiões Administrativas Especiais com grande autonomia  (Hong Kong e Macau). A capital da RPC é Pequim.

A China tem fronteiras com quatorze nações, mais do que qualquer outro país do mundo | no sentido horário, a partir do sul: Vietname, Laos, Myanmar, Índia, Butão, Nepal, Paquistão, Afeganistão, Tajiquistão, Quirguistão, Cazaquistão, Rússia, Mongólia e Coreia do Norte. Além disso, a fronteira entre a República Popular da China e a República da China  (Taiwan) está localizada em águas territoriais. A China tem uma fronteira terrestre de 22.117 km, a Maior do mundo.

O território da China possui uma grande variedade de paisagens. No leste, ao longo da costa do Mar Amarelo e do Mar da China Oriental, há extensas planícies aluviais densamente povoadas, enquanto nas bordas do planalto da Mongólia Interior, no norte, campos podem ser vistos. O sul da China é dominado por colinas e cordilheiras baixas.

No centro-leste estão os deltas dos dois Maiores rios chineses, o rio Amarelo e o rio Yangtzé (Chang Jiang). Outros rios importantes são o Xi-Jiang, o Mekong, o Brahmaputra e o Amur. Para o oeste, estão cordilheiras importantes, especialmente o Himalaia, com o ponto mais alto da China na metade oriental do monte Everest, e caracterizado por altos planaltos entre as paisagens mais áridas, como o Taklamakan e o deserto de Gobi.

 

A visitar…

A China tem um clima dominado principalmente por estações secas e monções húmidas, o que leva a diferenças de temperatura no inverno e no verão. No inverno, os ventos do norte, provenientes de áreas de altas latitudes, são frios e secos; no verão, os ventos do sul, de zonas marítimas em baixa latitude, são quentes e húmidos. O clima na China é diferente de região para região por causa da extensa e complexa topografia do país.

 

Macau

Em 1997, a colónia britânica de Hong Kong voltou à soberania chinesa, o mesmo acontecendo de seguida com Macau. As negociações entre Inglaterra e a China e, posteriormente com Portugal, para se conseguir uma transição suave, foram difíceis.

Visite o património histórico que engloba os monumentos mais importantes (entre outros): as ruínas de São Paulo, Fortaleza do Mont ou o Leal Senado.

Conheça a herança cultural portuguesa deixada em Macau, num local em que a marca cultural de quase 500 anos, coexiste de um lado com igrejas e fortalezas do século XVI de um lado, e do outro templos antigos budistas e taoistas ou, o caso de casas tradicionais chinesas ao lado de mansões ocidentais de estilo colonial.

Macau

Macau

 

Hong Kong

Hong Kong foi uma colónia britânica que a China recuperou em 1997. Dispondo de leis próprias, é um centro financeiro e comercial de envergadura internacional.

Visite os principais pontos de interesse da cidade: Aberdeen, bairro dos pescadores, a Baía de Repulse Bay ou o Pico Vitória (Victoria Peak).

Victoria Peak, embora não seja uma montanha muito alta (552m), a subida de Victoria Peak oferece uma magnífica panorâmica sobre a zona de negócios da cidade de Victória, com os seus arranha-céus, o porto, as costas da ilha de Hong Kong r a península de Kowloon.

Hong Kong

Hong Kong

 

Pequim

Visite a “Cidade Proibida” – Palácio Imperial – a Praça de Tian Na Men (uma das maiores do mundo) e o Palácio de Verão. O Palácio Imperial foi construído entre 1406 e 1420 e serviu de palácio às Dinastias Ming e Qing.

Conheça a Grande Muralha da China, obra arquitectónica com mais de 2 000 anos, construída para proteger a fronteira norte do Império Chinês. A extensão total das fortificações atinge 6700 quilómetros.

Fique a conhecer o Templo do Céu, construído em 1420 classificado como Património da UNESCO, e utilizado no passado pelos imperadores das Dinastias Ming e Qing.

Estádio Olímpico de Pequim

Estádio Olímpico de Pequim

 

Xangai

A cidade mais populosa da China, prestes a assumir-se como capital financeira da Ásia, simboliza na perfeição o renascimento económico chinês.

Visite os Jardins Yuyuan, construídos em 1557 e o Templo do Buda de Jade.

Xangai

Xangai

 

Xian

Antiga capital da China muralhada e com 3 000 de história e que foi ponto de partida para a antiga Rota da Seda.

Visite o Museu dos Guerreiros de Terracota, famoso pelas suas 6 000 figuras de tamanho natural, representando um grande exército de guerreiros, cavalos e carros de guerra que guardam o túmulo do Imperador Qin.

Esta que é considerada a maior construção mortuária do mundo, com menos de uma quinta parte escavada, a riqueza, a qualidade e a originalidade das milhares de figuras descobertas merecem a inclusão do túmulo na lista do World Heritage.

A subida ao Pagode do Ganso Selvagem e a muralha da cidade são outros locais de possível visita.

Pagode Ganso Selvagem - Xian

Pagode Ganso Selvagem – Xian

 

Guilin

No Sudoeste da China, as formações geológicas das colinas de Guilin irrompem de um mar de inundados campos de arroz.

Faça um cruzeiro pelo rio Li Jiang e impressione-se pelas paisagens formadas de montanhas verdejantes, rochas e grutas fantásticas.

Na região conheça a Gruta das Flautas de Cana, com formações calcárias de grande beleza.

Guilim

Guilim

 

Suzhou

Conhecida como a “Veneza do Oriente”, cujos jardins clássicos foram incluídos na lista do Património da Humanidade da UNESCO.

Suzhou

Suzhou

 

Lhasa – Tibete

Região dos Himalaias que pertence à China, mas é também reivindicada pelo governo Tibetano, actualmente exilado na Índia.

Visite o Palácio Potala, residência de inverno do Dalai Lama desde o séc. VII, o símbolo do budismo tibetano e do papel desempenhado por este na administração tradicional do Tibete.

Conheça também o Mosteiro Sera, o segundo mais importante, a cinco quilómetros a norte da capital.

Lhasa - Tibete

Lhasa – Tibete

 

Monte Huangshan

Na região sudeste do país, próximo de Huangshan, o monte da Flor de Lótus (1873 m) domina a paisagem natural formando uma circunferência de 120 km. É de grande importância cultural na história da arte chinesa. Está dividido em seis zonas: Fontes Quentes, Painel de Jade, Mar do Norte, Vale Nebuloso, Vale dos Pinheiros e Ponte de Pesca. A sua riqueza ecológica compõe-se de extensos e singulares pinhais e de uma abundante fauna.

Monte Huangshan

Monte Huangshan

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos também aqui:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

ARTIGOS DE VIAGEM

Mapa Hoteis em Portugal

redHotel com Piscina Interior redHotel de Luxo redPousada redTermas e SPA redTurismo Rural