5 Mar

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO

Bandeira da Republica Democrática do Congo

Bandeira da República Democrática do Congo

 

CAPITAL: Kinshasa      

 

PONTOS DE INTERESSE: Rio Congo | Kinshasa   

 

MOEDA: Franco Congolês (CDF)

 

VACINAS: epidemia de cólera que afecta o país tem piorado. Encontram-se afectados 19 dos 25 distritos, incluindo Ndjili (área do principal aeroporto), Gombe (baixa cidade) na circunscrição onde se localizam os principais estabelecimentos comerciais, hotéis, serviços do Estado, missões diplomáticas e as Nações Unidas. Na capital a epidemia declarou-se inclusive no centro da cidade. Actualmente, as situações mais graves verificam-se nas regiões próximas do Equador, Bandundu, Kisangani e Kinshasa, prevendo-se que piore, substancialmente, na época das chuvas. A principal causa da epidemia deve-se à habitual falta de cuidados de higiene, em especial na manipulação de alimentos, agravada pelo muito deficiente abastecimento de água potável, pelas limitações dos serviços de saneamento locais e pelo estado altamente degradado das condutas de esgoto / valas de escoamento das águas, que são usualmente utilizadas pelas populações para vazar lixos, bloqueando a passagem de águas inquinadas.

 

epidemia de rubéola tem evoluído de forma preocupante. As regiões de maior incidência são a província do Baixo-Congo, Maniema, a província Oriental e o Kasai Oriental, havendo 100 mil casos declarados e mais de 1100 mortos na totalidade do país.

 

VISTO:  imperativo obter visto no respectivo país de residência, junto de uma Embaixada da República Democrática do Congo, em documentos de viagem com suficientes folhas livres.

É, ainda, obrigatório fazer prova da subscrição de um seguro de viagem, podendo, na sua falta, a Embaixada da República do Congo recusar-se a emitir o sobredito visto.

É recomendável a vacinação contra a cólera, a febre tifóide, o tétano, a meningite, a hepatite A e B e a febre amarela (obrigatória).

 

República Democrática do Congo (anteriormente Zaire) é um país africano. Recentemente passou a ser o segundo maior país da África em questão de área, atrás da Argélia, após a independência do Sudão do Sul em 2011. Confina a norte com a República Centro-Africana e com o Sudão do Sul, a leste com Uganda, Ruanda, Burundi e a Tanzânia, a leste e a sul com a Zâmbia, a sul com Angola e a oeste com o Oceano Atlântico, com o enclave de Cabinda e com o Congo. A capital e maior cidade é Kinshasa.

Rio Congo

Rio Congo

 

A visitar…

A maior parte do país consiste na bacia do rio Congo flanqueada por planaltos, com elevadas cadeias de montanhas para norte e leste.
O clima é tropical com florestas e savanas. É quente e húmido durante a estação da chuva (Setembro a Maio) e na estação seca é mais fresca (Maio a Set.).

Kinshasa

Kinshasa

 

Kinshasa      

Capital da República Democrática do Congo (anterior Zaire), e a maior cidade da África Central, na margem de Pool Malebo (antiga Stanley Pool), um largo troço do rio Zaire e cerca de 400km do Atlântico.

No centro da cidade, erguem-se belos edifícios modernos, parques espaçosos e avenidas largas, que contrastam com os grandes bairros de características africanas à sua volta. Entre as atracções turísticas, avultam o colorido mercado principal, o Museu Nacional e a Academia de Belas-Artes.

Cidade de Kinshasa

Cidade de Kinshasa

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos também aqui:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

SEGURO DE VIAGEM

ARTIGOS DE VIAGEM

PROMOÇÕES DE VIAGEM

Mapa Hoteis em Portugal

bHotel com Piscina Interior pHotel de Luxo rPousada yTermas e SPA gTurismo Rural