12 Dez

ALDEIAS DE GOURIM E DRAVE

Na serra de S. Macário e da Freita, visitei a Aldeia de Gourim em Março de 2014.

Foi uma das experiências mais intensas que tive. Na altura escrevi este texto que agora partilho com vocês.

No caminho que faço encontro lugares indiscritíveis, perdidos no tempo e no espaço, como a Aldeia de GOURIM. Uma aldeia abandonada e em ruinas, cujo acesso se faz por um estradão de terra batida. Aldeia que outrora se desenvolveu devido à extracção mineira.

Agora é um lugar místico, único, onde caminhamos sem destino…abandonado mas que com a presença da Casa Margou (www.casamargou.pt) encontramos a possibilidade de desfrutar de momentos eternos, abundantes, momentos de encontros e reencontros, momentos de encorajamento, de meditação.

Aldeias de Gourim e Drave

Aldeia de Gourim

Um lugar onde procuramos mais um pouco da nossa essência e nos confrontamos com os “venenos” da consciência. Um lugar que nos faz sentir que estamos no lugar certo no momento certo, que a realização vem do balanço entre o dar e receber…um lugar que na primavera parece o arco iris, onde as montanhas ficam pintadas de amarelo, lilas, branco, verde, onde cheiramos as flores da urze e da carqueija, onde desfrutamos da natureza em toda a sua plenitude, sentimos a caricia do vento e ouvimos as águas do riacho tranquilizar a nossa alma.

No momento de ir embora agradecemos a existência deste local, destes momentos e das pessoas que caminham ao nosso lado, caminhamos em frente com a sabedoria de que tudo o que unirmos em consciência em consciência receberemos e com a certeza de um dia voltar.

Aldeias de Gourim e Drave

Serra de São Macário

Aldeia de Drave pode deixar o carro no cruzamento para Gourim e ir a pé. Até lá a estrada tal como para Gourim é tipo caminho de cabra.

Prepare-se para a descer todos os santos ajudam! A subida é dura. Mas vale a pena.

A aldeia mágica de Drave. Parece uma aldeia retirada de um conto de fadas! Uma aldeia misteriosa e encantadora, desabitada há cerca de 15 anos, situada entre as serras de São Macário e da Freita. Não há electricidade, água canalizada, rede de telemóvel ou mesmo estradas que permitam o acesso por automóvel.

Pode acampar e refrescar-se nas águas frias e azuladas que por ali passam.

Aldeias de Gourim e Drave

Aldeia de Drave

Visitei a aldeia em 20 de Junho de 2015, com uma pessoa que tinha acabado de conhecer e que nunca mais vi até hoje. Agora pensando nisso, acho que tudo ficou em Drave…Drave guarda os instantes que passámos naquela aldeia, tal como guarda as alegrias, os segredos, as tristezas daquelas gentes que habitaram aquela Aldeia Mágica!

Pouco falámos…pouco fiquei a saber daquela pessoa que se mostrou disposta a acompanhar-me a Drave. Foi notório que estávamos ali os dois para sentirmos Drave e escutarmos o nosso “Eu”.

Recomendo a visita a esta Aldeia. Levem a tenda de campismo, um violão e fiquem por lá uma noite!

Os escuteiros tem-se dedicado à reconstrução da aldeia e inclusive existe um documentário que fala sobre Drave “Uma montanha do tamanho do Mundo”.

Aldeias de Gourim e Drave

Aldeia de Drave

– Texto e imagem de Cláudia Videira –

www.facebook.com/claudia.videira.25

mirasol@sapo.pt

João Almeida

Chamo-me João Almeida, moro em Sintra (Portugal), e sou um AMANTE DE VIAGENS. Uma paixão que existe faz longos anos. A minha missão com esta página é de ajudá-lo a realizar o seu próximo destino! Saiba mais sobre mim e sobre o site.

Segue-nos também aqui:

RESERVA DE HOTÉIS

Booking.com

ARTIGOS DE VIAGEM

EXPERIÊNCIAS EM PORTUGAL

- Procurar experiências
O que você quer fazer?

PROMOÇÕES DE VIAGEM

Mapa Hoteis em Portugal

bHotel com Piscina Interior pHotel de Luxo rPousada yTermas e SPA gTurismo Rural